quarta-feira, 30 de julho de 2008

Medicina Alternativa



Desequilíbrio de energia no fígado pode ocasionar síndrome do pânico

O fígado, como todos os outros órgãos, tem uma função yin e outra yang. Quando falamos no fígado, do ponto de vista energético, estamos falando do fígado propriamente, da vesícula biliar, dos olhos, dos ombros, dos joelhos, dos tendões, das unhas, dos seios, e todo o aparelho reprodutor feminino, desde ovários, trompas, útero e vagina. Por esse motivo, na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim é para o homem.

A energia do fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo. Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual. Mas o papel mais importante, sem dúvida é sobre o equilíbrio emocional, é a energia do fígado quem vai nos fazer responder a todos os estímulos emocionais, 24 horas por dia sem parar; daí já se deduz o desgaste intenso ao qual é submetido este sistema, e pouquíssimas atitudes são tomadas para auxiliar o fígado nesta tarefa, pelo contrário a nossa cultura parece fazer tudo para impedir o equilíbrio. Como todas as emoções boas ou más passam pelo fígado, não devemos reprimi-las a todo momento. A repressão das emoções provoca um bloqueio da energia que vai levar à formação de calor no fígado. Este desequilíbrio energético pode se manifestar de várias formas. Dependendo da sua localização, podemos ter uma insônia, uma enxaqueca, uma precordialgia, uma hipertensão, uma gastrite, uma tensão pré menstrual, e por aí vai.



Os adoecimentos podem ser de dois tipos, por falta ou por excesso de energia, ou usando um termo mais técnico, por vazio ou plenitude. Em relação às emoções que lesam mais especificamente o fígado vamos ter, num quadro de plenitude, a raiva, mais exatamente a raiva reprimida e, num quadro de vazio, o pânico, que agora virou síndrome de pânico.

Cabe aqui fazermos uma distinção entre sentimento e emoção. Os sentimentos geralmente fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o nosso organismo. Por exemplo, uma sensação de apreensão é diferente do medo. A primeira nos coloca num estado de alerta diante de uma certa situação, sem nos limitar em nada, nos protegendo dos perigos. O medo por sua vez nos limita e nos paralisa. A mesma coisa em relação a uma certa irritação que nos leva a reagir quando somos atacados ou nos sentimos lesados, que é diferente da raiva que tem um grau mais intenso. O importante é entender que todos os sentimentos atuam bem no organismo, tudo depende da intensidade e por quanto tempo. Da mesma forma que o sal, o orégano e a pimenta são temperos usados na alimentação, os sentimentos são o tempero da nossa existência. A qualidade de nossa vida dependerá da quantidade e da forma com que serão usados.

Como já foi dito, o fígado rege praticamente todo o sistema reprodutor feminino e é responsável por alterações no seu funcionamento que vão desde alterações no ciclo menstrual, os cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos vaginais, prurido vaginal, alterações da libido, como frigidez e impotência. Em algumas doenças só a energia do fígado está em desarmonia, e em outras existe também desequilíbrio de outros órgãos.



O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e as dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos freqüentes também estão neste grupo.

Os olhos são a manifestação externa do fígado, e suas patologias também vão nos indicar algumas alterações no fígado, as mais comuns são as conjuntivites, os olhos vermelhos sem processo inflamatório, os terçóis, os pontos brilhantes que aparecem no campo visual e outros.

As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose vão nos sugerir algum comprometimento na estrutura yin do fígado, ou desequilíbrio prolongado da energia do fígado.

Para concluir, o fígado comanda o funcionamento do sistema nervoso e é o responsável pelas alterações funcionais como as várias formas de epilepsia, as alterações no raciocínio, os desmaios e as perdas de consciência de modo geral, e as doenças degenerativas como o Parkinson.

Todo órgão está acoplado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar, que em geral tem um papel secundário para o funcionamento do sistema. Resumidamente, a vesícula atua mantendo o nosso equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela. Rege a articulação têmporo-mandibular (ATM). Todas as tensões que ficaram retidas no fígado podem descarregar nesta região e produzir um quadro de ranger os dentes (bruxismo), que se manifesta mais freqüentemente durante o sono. A nível emocional a vesícula biliar comanda o nosso processo de decisão, e seus desequilíbrios vão se apresentar na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo.

A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado. Deste fato vem a importância de não se reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, pode acreditar, conter o choro faz mal à saúde.

Agora que já temos uma idéia de como é estar com a energia do fígado desequilibrada, vamos fazer alguma coisa para ajudar. O mais importante é a harmonia das emoções, isto é, as emoções não devem ser reprimidas. Nós devemos senti-las e deixá-las fluir, evitando o apego emocional. Depois, evitar os medicamentos químicos, as bebidas alcoólicas, os temperos picantes, se não puder evitar, usá-los com moderação. Na alimentação, optar pelas coisas de cor verde, e usar de preferência verduras cruas.

Cebola



Conheça as propriedades homeopáticas deste ingrediente

Ela reduz o colesterol e a capacidade de coagulação do sangue, a pressão arterial, tem leve efeito antibacteriano que previne infecções e ainda por cima dá mais sabor aos pratos. Estamos falando da cebola, indicada pela homeopatia em grande número de males dos aparelhos respiratórios e digestivo. De acordo com o livro "Hortaliças, valor nutritivo, medicinal e cromoterápico", a sopa de cebola reaviva o apetite e restaura as energias do estômago. O caldo de cebolas cozidas é um bom remédio para as cólicas do ventre e ela também limpa o aparelho digestivo.

Afirma-se que não há constipação intestinal que não ceda quando se comem cebolas assadas. Mas as suas propriedades não páram por aí: ela é um alimento de primeira ordem para os diabéticos, pois encerra a insulina vegetal.

Mas algumas dicas podem fazer você aproveitar ainda mais este ingrediente:

- Os óleos essenciais da cebola são voláteis, portanto, ao cozinhá-la, você anula seus efeitos. Experimente picá-la crua e acrescentar em seus pratos. Quanto mais ardida, melhor, isto é, quanto mais forte a cebola, maior é a quantidade de compostos sulforosos, que previnem a formação de coágulos.

- Não compre quando estiver mole ao apertar, com pontos negros (mofo), ou quando apresentar brotos verdes na parte de cima (indica que já perdeu o viço). Elas devem apresentar odor suave.

- Para a cebola frita ter um sabor adocicado, frite-as com azeite de oliva misturado com manteiga e açúcar.

- Para fazer saladas, prefira as cebolas roxas, que apresentam sabor bem suave.
- Para não chorar, corte a cebola embaixo de um fio de água na torneira ou, então, em uma bacia cheia de água. Outra opção é colocar a cebola no freezer por alguns instantes. Abra a janela para ventilar o ambiente e deixe para cortar por último a parte da raiz, local que mais concentra a substância que irrita os olhos.

- Para eliminar o cheiro de cebola das mãos, passe suco de limão e deixe secar. Em seguida, descasque as cebolas em água fria.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Pele ... Alguns cuidados para tê-la sempre saudável

Alguns cuidados básicos devem ser tomados com a pele do rosto e do corpo para que ela esteja sempre bonita e saudável, não importando o sexo ou a idade. Esses cuidados acabam variando um pouco de acordo com a estação do ano em que estamos, mas alguns devem ser seguidos o ano inteiro.

Em qualquer época do ano, o uso diário de produtos com filtro solar, com fator de proteção 15 no mínimo, é indispensável, mesmo nos dias nublados e de chuva. Vivemos num país tropical, com um índice constantemente alto de ultravioleta que contribui para o envelhecimento precoce da nossa pele, além de aumentar os riscos de câncer da pele. Não podemos achar que tomamos sol só quando freqüentamos a praia ou a piscina. A maior parte da exposição ao sol que enfrentamos ao longo da vida ocorre durante atividades rotineiras, como quando andamos a pé ou de carro sob o sol.

O protetor solar deve ser repassado sempre que molharmos o rosto ou quando suarmos demais. Pessoas com peles mais oleosas devem optar por formulações mais leves, como géis e loções para evitar o aumento da oleosidade e até a formação de espinhas. Não podemos esquecer dos lábios, que também devem ser protegidos do sol e hidratados diariamente.



Nunca devemos dormir com maquiagem. O uso de substâncias demaquilantes ajuda a remover os restos da maquiagem, evitando o entupimento dos poros. É essencial lavar e tonificar o rosto pelo menos quando acordamos e antes de dormir. Quem tem acne ou pele muito oleosa pode utilizar sabonetes e tônicos com propriedades adstringentes e pessoas com peles mais ressecadas devem optar por loções de limpeza e tônicos mais hidratantes. A esfoliação deve ser realizada principalmente em peles mais espessas, normalmente uma vez por semana, para ajudar a remover as células mortas.

Os cravos e espinhas merecem uma atenção especial. Nunca devemos tentar espremê-los já que sempre acabamos machucando o local. O uso de bonés, faixas de cabelo, franjas e maquiagem para tentar esconder as lesões deve ser evitado, pois podemos piorar o quadro das espinhas.

Devem ser utilizadas substâncias secativas específicas para esta finalidade e, nos casos mais graves, dermatologistas e profissionais especialistas em beleza devem ser consultados.

Uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas e fibras também ajuda a deixar a pele mais bonita. O fumo, o álcool e o estresse são verdadeiros venenos para a nossa pele, pois ajudam a liberar uma grande quantidade de radicais livres. Beber bastante água é fundamental! Podemos beber uma média de 1,5 a 2,0 litros de água por dia para mantermos o corpo sempre hidratado.

No inverno, o frio, a baixa umidade e o vento deixam a pele sem brilho e ressecada; os banhos ficam muito quentes e mais demorados, removendo a proteção natural da pele e promovendo até áreas de irritação e descamação. Para não termos problemas, devemos tomar banhos mais rápidos (até cinco minutos) e mornos, não utilizar buchas, esponjas e esfoliantes, optar por sabonetes neutros e evitar o uso de talco. O uso de hidratantes após o banho é ideal para diminuirmos o efeito de ressecamento promovido pelo sabonete.

No verão, o cuidado com o sol deve ser redobrado. Devemos sempre evitar a exposição ao sol entre as 10 e as 16 horas e, neste intervalo, o ideal é sempre escolher a sombra. O protetor solar deve ser passado no corpo todo meia hora antes da exposição ao sol e repassado sempre que necessário. Além do protetor solar devemos utilizar chapéus ou bonés e óculos escuros. A alimentação deve ser rica em verduras e frutas.

Alimentos mais pesados e frituras devem ser evitados e a ingestão de água deve ser constante. Devemos hidratar o corpo depois da exposição ao sol, dando preferência para loções e cremes que contenham hidratantes como vitamina E ou aloe, para repor a umidade perdida durante a exposição ao sol.

Guia de conquista dá dicas para conservar o amor



Manter um relacionamento requer esforços de ambos os lados. A conquista, que deveria ser diária, acaba tornando-se quase inexistente e o namoro perde aquele sabor da paixão, que era tão flamejante no início da relação...

Reunimos algumas dicas, presentes no livro “Pequeno Livro da Conquista”, da Ed Nova Cultural, que podem servir de guia para que você encontre o caminho da felicidade

Amar
- A famosa atriz Mãe West disse a célebre frase “Nunca amei outra pessoa da maneira como amei a mim mesma. Para que isso seja a regra número 1 em sua vida, não passe por cima dos seus sentimentos. Respeite-os sempre.
- Cuide-se. Se você estiver feliz, bem consigo mesma (o), essa felicidade contagiará as pessoas que estiverem ao seu redor
- Seja sincera (o) com você mesmo
- Sinta-se bem! Não se importe com comentários ou com que os outros dizem. O importante é você!
- Não perca contato com seus amigos, com pessoas que você gosta, por causa de um relacionamento.
- Ficar triste por causa do amor faz parte da vida. Não tenha medo. Entregue-se! Tudo é experiência, aprendizado.
- Lute pela pessoa que você quer, mas não se subestime, tudo tem um limite
- Em um relacionamento, abdicar de certos hobbies ou manias é comum. Mas não esqueça que os dois lados têm de cooperar.


Siga seu coração

Vinícius de Morais já dizia que ‘Viver um grande amor requer GRANDE’’ dose de compreensão, dedicação, paciência, adaptação e sobretudo disposição para uma conquista diária. Para viver um grande amor, é bom lembrar que:

- O amor não aceita julgamento
- Ao amor não se impõe regras
- O amor precisa de toques, beijos e sorrisos, mas também precisa de longas conversas e longos silêncios compartilhados
- O amor exige respeito
- Algumas vezes será preciso abdicar, renunciar em nome do amor
- No amor não existe cobrança, existe compreensão, entendimento.


Mantenha a chama do amor

- Não se irrite com os pequenos problemas do dia a dia
- Converse sobre os acontecimentos diários. Faz parte de um bom relacionamento
- - Tenha senso de humor na relação. É bom para manter a harmonia dentro de casa.
- Ouça sempre com atenção o que ele tem a dizer
- É importante respeitar o espaço e a individualidade do outro
- Controle o ciúme, ele tem de ser bem dosado porque, se for excessivo, será um veneno para a relação
- Cuidado para não dizer nada que a (o) magoe. Uma simples palavra pode ter um efeito bombástico.

Diabetes

Sabia que cães e gatos também podem ter a doença?

Cães e os gatos também podem apresentar a doença diabetes mellitus, assim como os seus proprietários. Na verdade, é uma doença bastante comum nestes animais, podendo atingir cerca de 5% da população de animais que freqüentam as clínicas e os hospitais veterinários paulistanos. Ela ocorre quando o indivíduo não consegue mais produzir adequadamente um hormônio chamado insulina, que normalmente seria produzida pelo pâncreas.

A falta de insulina faz com que os músculos, o fígado e a gordura corpórea não consigam mais captar a glicose sanguínea (açúcar) para produzir energia, e esta glicose não aproveitada acaba se acumulando na circulação.

Em cães, a diabetes é muito mais comum em fêmeas de meia idade, não castradas e que foram ou são obesas,) ou que recebem cronicamente medicações à base de cortisona, ou que utilizam-se de anticoncepcionais à base de progesterona. O gato diabético geralmente é macho, obeso e castrado.



Os sintomas mais freqüentes nos animais que se tornam diabéticos são sede excessiva (polidipsia), urina volumosa (poliuria), a perda de peso e a fome exagerada (polifagia).). Eventualmente, podem também apresentar cegueira súbita, ou vômitos e prostração intensa. Uma curiosidade é que alguns proprietários já procuram o médico veterinário com a suspeita de que o seu animal tem diabetes porque perceberam que a urina deste tem atraído insetos, como formigas, de maneira inusitada.
O diagnóstico se torna possível quando constatamos a presença de açúcar na urina (glicosúria) e que, os níveis da glicose sanguínea estão muito elevados, mesmo em jejum alimentar de 12 horas. Considera-se que o animal apresenta hiperglicemia quando os valores de glicose sanguínea estão acima de 120 mg/dL, para o cão, e acima de 180 mg/dL, para o gato.



Uma vez que se estabeleça o diagnóstico, é fundamental tratarmos a diabete, pois sem o tratamento o cão ou gato diabético morrerão acometidos por diversas complicações, tais como acidose metabólica, infecções generalizadas, tromboses e perda de função renal.

Assim, os animais diabéticos devem ser tratados de forma muito semelhante à dos seres humanos, ou seja: dieta balanceada, atividade física regular, acompanhadas de insulinoterapia ou drogas hipoglicemiantes orais. A dieta ideal para o animal diabético deve ser pobre em açúcares e gorduras e rica em fibras e proteínas de alto valor biológico. A atividade física regular proporciona aumento da massa muscular, minimizando o catabolismo protéico observado no diabético.

O uso da insulina, por via injetável ), é indicado e essencial para a quase totalidade dos cães diabéticos, visto que cerca de 95% deles já não conseguem produzir insulina alguma sendo, portanto, considerados como diabéticos insulino-dependentes. Já uma pequena parcela dos gatos diabéticos (25% deles) podem dispensar a insulina e serem tratados com drogas que otimizem a atuação e a liberação da sua própria insulina (os chamados hipoglicemiantes orais). Ressalte-se, entretanto , que a maior parte dos felinos diabéticos (75%) também precisam de insulina. Uma vez feito o diagnóstico e seguidas corretamente as prescrições de dieta, atividade física e administração de insulina, o animal diabético, cão ou gato, terá uma boa perspectiva de vida e poderá viver por um tempo tão longo quanto um animal saudável, da mesma faixa etária.

Enfim, os nossos animais de estimação também podem se tornar diabéticos, assim como nós. E merecem ser tratados adequadamente, assim como nós...

Doce de Banana de Angola

Ingredientes:
- 500 ml de água
- 200 g de açúcar refinado
- 6 bananas nanicas cortadas em rodelas
- 6 gemas peneiradas
- 6 claras batidas em ponto de neve
- canela em pó para polvilhar

Modo de Preparo:
1º - Numa panela dissolva o açúcar refinado em 500 ml de água e leve em fogo médio até obter uma calda em ponto de fio fraco (+/- 15 minutos).

2º - Acrescente na calda as bananas nanicas cortadas em rodelas e cozinhe até que as bananas se desfaçam (8 a 10 minutos). Retire a
panela do fogo e junte as gemas peneiradas, mexa bem e volte novamente ao fogo médio até engrossar, mexendo sempre (+/- 8 minutos).

3º - Transfira o creme de banana para uma tigela e deixe esfriar. Depois de frio incorpore delicadamente 6 claras batidas em ponto de neve.

4º - Divida este creme de banana em taças, polvilhe canela em pó e sirva gelado.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Moamba de Galinha


Ingredientes:
abóbora: 400 gr
alho: 3 dentes
azeite: 2 dl
cebola grande: 2
dendém: 1 dúzia
galinha: 1 kg
gindungo: q.b.
quiabos: 1 dúzia
sal: q.b.

Preparação:
Corte a galinha em pedaços e, depois de limpa, esfregue-a com o sal o alho e o gindungo pisado (de preferência num almofariz). Coloque a galinha num tacho com a cebola picada e o azeite e deixe alourar uniformemente.Coza os dendéns à parte, e logo que estejam cozidos,escorra a água e esmague-os para separar os caroços. Junte de 1 litro de água morna, esprema bem e coe. Depois desta operação fica com cerca de 2 l de água. Adicione-a à galinha e deixe cozinhar, juntando a abóbora descascada e cortada em pequenos cubos e, por fim, os quiabos, também descascados e cortados. Deixe cozer até os quiabos e a abóbora estarem bem cozidos, e o sabor apurado.

Ervas aromáticas: um toque especial na sua comida



O olfato e o paladar são sentidos fundamentais ao consumir um alimento



Para apreciarmos um bom prato é necessário que ele tenha uma boa aparência, que seja colorido e que tenha perfume, tornando-o apetitoso.

O sabor dos alimentos é importante, pois estimula a salivação, colaborando com o processo de digestão. Aí é que entram as ervas aromáticas, elas dão um toque especial aos alimentos, proporcionando um prazer degustativo.




“Ervas aromáticas: elas não engordam e dão um toque especial ao prato!”

As ervas aromáticas são vegetais, plantas, utilizadas como aromatizantes, dos quais utilizamos as folhas, sementes e flores. Podem ser acrescentadas em diversas preparações, decorando, modificando a aparência visual e tornando os pratos mais temperados, atraentes e requintados.


Existem variados tipos: manjericão, alecrim, manjerona, hortelã, sálvia, estragão, salsa, cebolinha, coentro, louro, tomilho e outras.

Um ponto importante é saber dosar a quantidade utilizada, pois algumas ervas possuem sabor acentuado, podendo prejudicar o sabor verdadeiro do alimento.

Pessoas hipertensas que não podem usar o sal de cozinha, ou mesmo aquelas que desejam evitar o sal, devem abusar das ervas frescas que temperam e oferecem um paladar bastante agradável, substituindo sal.

Falaremos um pouco, a seguir, sobre algumas ervas aromáticas:

Manjericão: muito utilizado em preparações italianas, principalmente em molhos de tomate. Esta erva possui folhas verdes com aroma característico.

Manjerona: é uma erva adocicada. Pode ser utilizada em pizzas, assados e molhos. Procure acrescentar esta erva na hora de servir o prato.

Hortelã: suas folhas são arredondadas e muito perfumadas. Esta erva pode ser utilizada em sucos, chás, saladas, molhos, bombons, vitaminas, cozidos, entre outras preparações.

Sálvia: pode ser encontrada fresca ou seca, podendo aromatizar carnes, aves, peixes, vegetais, queijos e ovos. Procure não misturar com outras ervas, pois poderá perder o seu aroma.

Estragão: com folhas finas, ela é acrescentada a molhos, frangos, peixes, ovos, etc. Possui sabor acentuado, devendo ser utilizada com moderação.

Salsa: existem dois tipos, de folhas lisas e frisadas. As folhas lisas são muito utilizadas para decorar pratos. Porém, ambas podem ser utilizadas em diversas preparações, como molhos, saladas, farofas, cozidos, etc.

Coentro: possui odor agradável, é muito utilizada em preparações com alimentos do mar, como peixes, mariscos e camarões.

Louro: é encontrado fresco, seco e em pó. Usado com moderação, é um ótimo tempero para feijões, ensopados, assados e carnes grelhadas.

Alecrim: acrescenta-se em carnes, aves, peixes e massas, suas folhas são de cor verde escura.

Tomilho: esta erva possui sabor picante, é encontrada fresca, seca ou em pó, pode-se utilizar em carnes, sopas, peixes, queijos e ovos.

As ervas aromáticas possuem pouquíssimas calorias e podem ser adicionadas nas preparações, reduzindo a quantidade de sal. Por isso tenha criatividade, varie e faça deliciosos pratos!

Dicas para um coração saudável

- Em primeiro lugar você deve, pelo menos uma vez ao ano, procurar a orientação de um cardiologista e solicitar que ele meça a sua pressão sanguínea;

- Embora seja difícil, evite passar por ocasiões de estresse, dando sua atenção redobrada apenas para situações extremas;

- Deixe o sedentarismo de lado, tenha motivação para caminhar, dançar, correr e fazer atividades físicas que te façam bem;

- Procure eliminar o peso em excesso, pois a obesidade pode agravar o aumento da pressão arterial;

- Não deixe o saleiro na mesa durante as refeições, pois o sal adicionado após o preparo faz com que você ultrapasse a dose diária recomendada;

- Se o seu médico ou nutricionista recomendarem, o sal light pode ser uma boa opção, já que ele possui menos sódio do que o sal refinado. Geralmente no sal light, o sódio é substituído por potássio;

- Lembre-se que o 'vilão' contido no sal de cozinha é o sódio, pois ele é capaz de elevar a pressão sanguínea. Além do sal, outros alimentos contêm sódio e devem ser evitados, entre eles, carnes processadas (presunto, mortadela, copa, bacon, paio, salsicha, lingüiça, salame, carne seca, nuggets de frango e chouriço);

- Diminua o consumo de alimentos enlatados ou em conserva (azeitonas, picles, ervilhas e palmito);

- Queijos amarelos e salgadinhos industrializados também devem ser evitados devido ao alto teor de sódio que possuem;

- Reduza o consumo de álcool, pois ele pode agravar o aumento da pressão sanguínea;

- As ervas, especiarias e outros temperos (orégano, manjericão, limão e vinagre) possuem baixo teor de sódio e podem ser utilizados para deixar os pratos mais saborosos;

- Os temperos e molhos industrializados como o 'Aji-no-moto' (glutamato monossódico), 'Sazon', catchup, mostarda, maionese, molho inglês, molho shoyo e molhos prontos para saladas fornecem grande quantidade de sódio, portanto, nada de excessos!

Pressão arterial



Você deve conhecer pessoas que sofrem deste mal que tem atingido milhares de pessoas no mundo: a hipertensão. Esta doença, também conhecida como pressão alta acontece quando a pressão sanguínea permanece elevada, com valores iguais ou superiores a 140/90 mm/Hg. Para você entender melhor, estes valores indicam a pressão que o sangue exerce nas paredes do coração durante o período de contração e relaxamento.


O que é pressão arterial?

A pressão arterial é a força que mantém o sangue circulando; ela tem início com o batimento do coração, o qual joga o sangue pelos vasos sanguíneos (artérias). As paredes das artérias são como tubos elásticos, que se esticam e relaxam a fim de manter o sangue circulando por todas as partes do organismo. Os valores normais de pressão sanguínea são próximos de 120/80 mm/Hg.

Por que a hipertensão é perigosa?

Quando a pressão sanguínea, ou seja, a intensidade do sangue nas paredes das veias e artérias está acima do normal, pode ocorrer o rompimento dos vasos, o que muitas vezes é fatal. A hipertensão é uma doença perigosa, porque geralmente não apresenta sintomas, mas de repente, pode levar a pessoa a sofrer um ataque cardíaco ou um derrame.

O que agrava o aumento da pressão?

Muitos fatores podem levar à hipertensão, dentre eles características genéticas, estresse intenso no dia-a-dia, obesidade, sedentarismo, fumo e alimentação rica em colesterol e alimentos fonte de sódio: sal, alimentos embutidos - salame, lingüiça, salsicha e copa - além de outros alimentos industrializados. O sódio é um mineral capaz de aumentar a pressão do sangue, portanto, o seu consumo através da alimentação deve ser controlado.

Alerta e prevenção da hipertensão

A boa notícia vem agora: a hipertensão pode ser prevenida através de hábitos saudáveis. Se você se conscientizar desde já dos problemas que uma alimentação rica em sódio e gorduras pode ocasionar, com certeza, modificará corriqueiros hábitos alimentares e isso trará benefícios importantíssimos para a sua saúde. Acompanhe as recomendações clicando no link abaixo.

Sódio – consuma na medida certa



O sódio é um mineral presente em diversos alimentos, mas é constituinte principal do sal de cozinha (cloreto de sódio – NaCl)


Em quantidades excessivas, este mineral pode prejudicar a saúde. Mas você sabe porque? O sódio participa de funções básicas no corpo, como equilíbrio ácido-base, equilíbrio de água no organismo, contração muscular, impulsos nervosos, ritmo cardíaco, entre outros, sendo então fundamental para a saúde física.

Porém, consumir excessivamente o sódio faz com que ocorra a liberação de alguns hormônios, que causam a retenção de líquidos, aumentando a pressão sanguínea o que é ruim para o organismo por sobrecarregar o coração e principalmente para quem já possui hipertensão arterial.



Já a restrição do consumo de sódio diminui a pressão arterial, e segundo alguns estudos reduz a mortalidade por doenças como acidente vascular encefálico e na regressão da hipertrofia ventricular esquerda. A restrição do consumo de sódio pode ainda reduzir a excreção de cálcio pela urina, contribuindo para a prevenção da osteoporose em mulheres idosas.

“A Sociedade Brasileira de Hipertensão recomenda que a ingestão de sal seja de 6 g por dia, o que equivale a
1 colher de chá”

Por isso, a diminuição de sódio deve ser feita não apenas por pessoas hipertensas, mas pela população em geral. Mas não é só o sal que possui sódio, frutos do mar, alimentos enlatados, conservas, embutidos e defumados são ricos em sódio.

Existem hoje no mercado produtos substitutos de sal, contendo cloreto de potássio em substituição ao cloreto de sódio e podem ser consumidos, principalmente para pacientes hipertensos.

O sal (cloreto de sódio – NaCl) foi o primeiro tempero da civilização, é um dos conservadores mais antigos, tanto de uso doméstico como industrial, impedindo o desenvolvimento de microorganismos que deterioram os alimentos.

Ele é uma substância sólida branca, que tem o poder de salgar os alimentos, deixando-os mais saborosos, o que agrada o paladar de todos. Mas é importante consumir na quantidade adequada, para não prejudicar sua saúde.

A Sociedade Brasileira de Hipertensão recomenda que a ingestão de sal seja de 6 g por dia, o que equivale a 1 colher de chá. Essa recomendação é válida para a população de uma maneira geral. Para os hipertensos deve haver uma variação da ingestão, de acordo com cada caso, mas a restrição pode atingir até 35 mg ou menos por dia.

Conheça os tipos mais consumidos de sal:

Sal refinado: O mais utilizado no preparo de alimentos. De acordo com a lei, no sal de cozinha deve ser acrescentado iodo para evitar o bócio.

Sal marinho: É apenas moído. Não é refinado e por isso não possui a obrigatoriedade da adição do iodo.

Sal grosso: Não é refinado, assim como o sal marinho também é moído. É muito utilizado para churrascos.

Atente para os conselhos a seguir para redução no consumo de sal:

- Não utilize saleiro na mesa durante a refeição;
- Prepare os alimentos com uma quantidade mínima de sal;
- Utilize temperos naturais, como alho, cebola, ervas aromáticas, etc.
- Evite alimentos industrializados, dê preferência por consumir alimentos naturais.
- Leia sempre os rótulos dos produtos e verifique a quantidade de sódio dos alimentos industrializados.
- Nem sempre uma comida com pouco sal significa uma comida sem gosto, sem graça, use e abuse com as ervas aromáticas, como: manjericão, alecrim, orégano, salsinha, sálvia, tomilho e outras.

Exercício e controle da pressão arterial




O coração bombeia o sangue para os demais órgãos do corpo através das artérias. Quando o sangue é bombeado, ele é "empurrado" contra a parede dos vasos sangüíneos. Esta tensão gerada na parede das artérias é denominada pressão arterial

Grandes são os benefícios da atividade física no controle da pressão arterial. Durante o exercício ocorre uma dilatação da parede das artérias e a pressão diminui. Com isto há uma melhora na oxigenação do organismo, facilitando a circulação, diminuindo o esforço coronário com a queda também da freqüência cardíaca.

Com a atividade física regular ocorre a diminuição da freqüência cardíaca de repouso, debito cardíaco no repouso, resistência periférica e volume plasmático; aumento da densidade capilar, diminuição da gordura corporal, do estresse, da ansiedade e de outros fatores que colaboram para uma


hipertensão arterial.

Sintomas como dor de cabeça, náuseas, vômito, tontura, cansaço, palpitações e sudorese podem indicar uma hipertensão arterial. A hipertensão arterial ou "pressão alta" é a elevação da pressão arterial para números acima dos valores considerados normais (140/90mHg). Esta elevação anormal pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo humano, tais como cérebro, coração, rins e olhos.

“Grandes são os benefícios da atividade física no controle da pressão arterial”

A pressão arterial varia durante o dia dependendo da sua atividade. Ela aumenta quando você se exercita e diminui quando você está relaxado ou quando dorme. A hipertensão arterial sistêmica representa uma das maiores causas de morbidade cardiovascular no Brasil.


Alguns fatores podem estar relacionados à hipertensão arterial como: genética, idade (acima de 35 anos), raça, ingestão de sal, obesidade, diabetes, uso excessivo de bebidas alcoólicas, vida sedentária, consumo de cigarro, estresse, entre outros.

Os professores de Educação Física precisam conhecer os níveis pressóricos, suas oscilações e suas implicações em cada aluno. Desta forma eles podem ajudar a detectar possíveis problemas, além de facilitar a prescrição e o controle de exercícios para cada aluno. O professor deve estar sempre em contato com o médico que acompanha o aluno.

Caso haja o problema, é essencial mudar o estilo de vida, fazer um controle do peso corporal, fazer uma dieta balanceada e exercícios físicos regularmente.

Os exercícios mais indicados são os exercícios aeróbios leves e moderados como caminhada, bicicleta, hidroginástica, além de Yoga, exercícios com pesos leves (evitando os que promovem um aumento da pressão interna como o leg press, agachamentos, etc), alongamentos entre outros.

Mensagem de Gandhi


Se eu pudesse deixar algum presente a você,
deixaria aceso o sentimento de
amor à vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que nos
foi ensinado pelo tempo afora.
Lembraria os erros que foram cometidos,
como sinais para que não mais se
repetissem a capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria para você, se pudesse, o respeito,
aquilo que é indispensável:
além do pão, o trabalho e a ação.
E, quando tudo mais faltasse,
para você eu deixaria, se pudesse, um segredo:
O de buscar no interior de sí mesmo a resposta para encontrar a saída.
(Gandhi)

Quiche de Pizza


Ingredientes:
MASSA
- 200 g de farinha de trigo
- 150 g de margarina
- 1 ovo
- 1 pitada de sal

RECHEIO
- 100 g de molho branco (pode ser o molho pronto, disponível em supermercados)
- 30 g de creme de leite
- 70 g de ricota amassada
- 70 g de queijo parmesão ralado

MONTAGEM
- 100 g de tomates picados
- 100 g de queijo mussarela ralado
- 150 g de calabresa cortada em rodelas
- 6 rodelas de pimentão (preferencialmente coloridos)
- 6 rodelas grandes de cebola
- orégano a gosto

Modo de Preparo:
MASSA
- Num recipiente fundo misture a farinha de trigo, margarina, o ovo e sal até que fique uma massa bem lisa e homogênea. Reserve.

RECHEIO
- Numa tigela misture molho branco (pode ser o molho pronto, disponível em supermercados), creme de leite, ricota amassada e de queijo parmesão ralado e misture todos os ingredientes.
Reserve.

MONTAGEM
- Forre o fundo e as laterais de uma fôrma de fundo removível com a massa (feita acima) e coloque o recheio. Por cima do recheio coloque tomates picados, polvilhe queijo mussarela ralado, cubra com as rodelas de de calabresa e decore com rodelas de pimentão ecebola. Salpique orégano a gosto.

- Leve ao forno em temperatura de 180º C por 40 minutos. Desenforme e sirva bem quente.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Guaraná

Indicado para casos de fadiga, ele também estimula o raciocínio falta de energia? Que tal recorrer ao brasileiríssimo Guaraná? O elixir que dá força e disposição para quem não está em pleno vigor físico, também pode ser utilizado para cuidar da estética. Indicado para os casos de fadiga muscular, ele também é estimulante do raciocínio e da memória. De acordo com o livro Saboreando Mudanças, de Jane Corona, a planta também tem poder antioxidante mas não deve ser usada a noite, já que estimula o sistema nervoso central e pode provocar insônia. "Eu costumo tomar pó de guaraná de manhã, pra despertar, mas algumas pessoas preferem utilizá-lo antes de fazer exercícios, o que é muito positivo", esclarece a nutricionista Janaina Cruz,que salienta: "O Guaraná aumenta temporariamente a energia e clareza da mente através do estímulo da atividade da adrenalina e fluxo sanguíneo e aumenta o uso de ácidos graxos como fonte de energia para o corpo, acelerando a queima de gordura".Na Europa e Estados unidos ele é utilizado como energético, afrodisíaco e emagrecedor. E para quem está se perguntando porque encontramos refrigerantes de guaraná e guaraná em pó, e não encontramos a fruta, o Guia dos Curiosos dá a explicação: "Nós não encontramos a fruta para comprar porque ela não é comestível. O pó de guaraná é, na verdade, obtido da semente da árvore e não do fruto. Assim, em produtos industrializados feitos com guaraná, como o refrigerante ou as pílulas, apenas a semente é utilizada".

Salto alto

Uso excessivo pode ocasionar problemas na colunaVocê adora salto alto? Não consegue sair de casa sem poder se sentir no mínimo 2 ou 3 cm mais alta e poderosa? Acha que se não estiver de salto parece que não está pronta pra sair? Estas são algumas expressões utilizadas por muitas mulheres, que ao final do dia sempre acabam dizendo outra frase: “Ai que dor nas costas!”.O salto alto sempre torna a mulher mais elegante, entretanto se utilizado com muita freqüência, pode sim causar dor e até problemas mais sérios do que uma simples contratura muscular.Ao usar o salto, o corpo tem que se adaptar à nova postura devido à nova posição dos pés, aumentando assim a curvatura da coluna lombar (causando a chamada hiperlordose lombar). Esta alteração da curvatura lombar promove uma pressão adicional nas pequenas estruturas das vértebras lombares, causando pequenas lesões com o tempo. Essas micro-lesões podem gerar dor e desconforto local e, a longo prazo, até a uma condição chamada síndrome facetária, onde as articulações são comprimidas e podem apresentar inflamação e dor.Se você se preocupa com a saúde da sua coluna, lembre-se sempre de não abusar do salto alto. Se você é daquelas que não dispensa um salto, prefira as plataformas que mantêm o pé numa posição mais natural.Independentemente da sua escolha, o fortalecimento abdominal é fundamental para a estabilização da coluna lombar. Além, é claro, do alongamento da musculatura das costas e posterior da perna.

Salto alto

Uso excessivo pode ocasionar problemas na colunaVocê adora salto alto? Não consegue sair de casa sem poder se sentir no mínimo 2 ou 3 cm mais alta e poderosa? Acha que se não estiver de salto parece que não está pronta pra sair? Estas são algumas expressões utilizadas por muitas mulheres, que ao final do dia sempre acabam dizendo outra frase: “Ai que dor nas costas!”.O salto alto sempre torna a mulher mais elegante, entretanto se utilizado com muita freqüência, pode sim causar dor e até problemas mais sérios do que uma simples contratura muscular.Ao usar o salto, o corpo tem que se adaptar à nova postura devido à nova posição dos pés, aumentando assim a curvatura da coluna lombar (causando a chamada hiperlordose lombar). Esta alteração da curvatura lombar promove uma pressão adicional nas pequenas estruturas das vértebras lombares, causando pequenas lesões com o tempo. Essas micro-lesões podem gerar dor e desconforto local e, a longo prazo, até a uma condição chamada síndrome facetária, onde as articulações são comprimidas e podem apresentar inflamação e dor.Se você se preocupa com a saúde da sua coluna, lembre-se sempre de não abusar do salto alto. Se você é daquelas que não dispensa um salto, prefira as plataformas que mantêm o pé numa posição mais natural.Independentemente da sua escolha, o fortalecimento abdominal é fundamental para a estabilização da coluna lombar. Além, é claro, do alongamento da musculatura das costas e posterior da perna.

Feng Shui

Sabia que as cores podem ser usadas para ‘revitalizar’ seu relacionamento? Especialista ensina como usá-las a seu favorDizem que quem ama, vê a vida de um jeito mais colorido, mas não é só nos olhos de quem está apaixonado que as cores podem fazer a diferença. De acordo com o Feng Shui do amor, as cores podem ser utilizadas para revitalizar um relacionamento ou fazer quem está sozinha atrair um novo amor. Segundo a arquiteta Helen Spalter, que é especialista em Feng Shui, e autora de livros sobre o assunto, todas as pessoas que já testaram o poder do Feng Shui no relacionamento ficaram com gostinho de quero mais. O Feng Shui é uma técnica milenar Chinesa de Harmonia de Ambientes, e estuda como a energia se espalha pela casa. O ideal é que ela flua livremente, e quando isso acontece pessoas serão mais positivas e desfrutarão de uma existência harmônica. Caso contrário, surgirão problemas na vida cotidiana ou nas metas e projetos de quem vive no local. Com o Feng Shui qualquer pessoa pode deixar o ambiente com energias harmonizadas, onde todos se sentirão bem, viverão melhores e se alimentarão adequadamente. No caso do Feng Shui do amor, os efeitos são ainda mais precisos “Podemos mexer com as cores ideais para um ótimo relacionamento como exemplo vermelho rosa e branco e suas matrizes em móveis e objetos e paredes”, explica Helen, que proíbe a cor salmão na casa. “Nunca utilize a cor salmão, que atrai separação, traição e confusão...”, explica.Para deixar a vida ainda mais propícia para uma boa relação amorosa, ela indica que as pessoas coloquem na parede elementos pares como a foto do casal na mesma porta retrato ou dois quadros, duas velas, quatro pedras de cristal de quartzo rosa. “Principalmente no quarto de dormir”, ressalta a especialista.E quem está sozinha também pode desfrutar dos benefícios do Feng Shui do Amor “A pessoa pode colocar uma colcha vinho na cama , pode montar um porta retrato dela com a foto dela com uma pessoa que admire..”, explica Helen, que garante um bom resultado “Isso da tão certo que fui chamada para madrinha de vários casamentos de clientes”, comemora.Para os casais enamorados, vale apostar em porta retratos com fotos do casal e excluir as fotos de família e amigos do quarto. As velas também são recomendadas, mas devem ser em tons avermelhados. No resto da casa, são indicados pares de objetos, rosas vermelhas, almofadas e quadros também nesta tonalidade.Segundo a arquiteta, que já trabalha com o assunto há anos, até a vida sexual de um casal pode ficar comprometida se as cores do quarto forem mal escolhidas “Uma vez fui chamada por um casal para harmonizar a vida sexual deles.. Qual a minha surpresa quando deparei com um quarto azul claro em todos os sentidos.. a pessoa fica muito zen com este tom e não tem vontade de nada”, explica. “Só de falar na cor vermelha seus olhos já brilharam. Então, retiramos o azul das paredes, pintamos uma delas com tom vinho, colocamos quatro travesseiros divertidos num tom magenta e a foto do casal”, conta Helen que se orgulha de ver o casal hoje com três filhos.Pra quem vai preparar um jantarzinho especial para o namorado, ela recomenda uma mesa redonda , dois jogos americanos em tons vinho, velas vinho num castiçal de metal, uma bromélia na mesa (que produz elemento fogo = muito amor), taças e objetos em pares pela casa, camélias e gardênias com tons rose e um aroma de ylang ylang ou sândalo que estimula o prazer. “Nem sei se dará tempo de jantar, que tal?”, conclui Helen.Dica da Helen para quem está sozinha e quer começar a namorar:- Que tal começar soltando no ar um balão vermelho com o seu nome e de quem quer atrair dentro do mesmo? Pode também retirar todos os quadros , fotos e estatuetas de mulher ou homem sozinho pois os mesmos se bastam ou colar neles fotos masculinas- Flores vermelhas pela casa e pelo quarto também ajudam- Escrever num envelope vermelho o tipo de pessoa que se quer atrair e colocar dentro de um pote de arroz, deixar no quarto e, assim que ocorrer o desejado espalhar junto com o envelope num jardim feliz

quinta-feira, 24 de julho de 2008

QUEM SOU EU?



Nesta altura da vida já não sei mais quem sou... Vejam que dilema!!!
Na ficha da loja sou CLIENTE, no restaurante FREGUÊS, quando alugo uma casa INQUILINO, na condução PASSAGEIRO, nos correios REMETENTE, no supermercado CONSUMIDOR.


Para a Receita Federal CONTRIBUINTE, se vendo algo importado CONTRABANDISTA. Se revendo algo MUAMBEIRO, se o carnê tá com o prazo vencido INADIMPLENTE, se não pago imposto SONEGADOR. Para votar ELEITOR, mas em comícios MASSA, em viagens TURISTA, na rua caminhando PEDESTRE, se sou atropelado ACIDENTADO, no hospital PACIENTE. Nos jornais viro VÍTIMA, se compro um livro LEITOR, se ouço rádio OUVINTE.


Para o Ibope ESPECTADOR, para apresentador de televisão TELESPECTADOR, no campo de futebol TORCEDOR. Se sou corintiano sou barbie girl. Se sou flamenguista, já virei Flavesti. (se trabalho na ANATEL , sou COLABORADOR ) e, quando morrer... uns dirão... FINADO, outros .... DEFUNTO, para outros .. EXTINTO, para o povão .. PRESUNTO. Em certos círculos espiritualistas
serei ... DESENCARNADO, evangélicos dirão que fui ...ARREBATADO.


E o pior de tudo é que para todo governante sou apenas um IMBECIL !!!
E pensar que um dia já fui mais EU.


por Luiz Fernando Veríssimo

Chá verde

Pesquisadores comprovam que ele ajuda a enxugar as medidas

Alvo de estudo dos pesquisadores, o chá verde, que sempre teve inúmeros adeptos, pode ganhar ainda mais fãs.
Isso porque, de acordo com um estudo do Health Care Food Research Laboratories, feito no Japão,
a pessoa que o ingere realmente consegue reduzir algumas medidas.

Foram selecionados dois grupos de mulheres para participar dos testes, e o resultado deu o que falar: houve uma redução significativa tanto da gordura corporal quanto da pressão arterial e das taxas de LDL colesterol naquelas mulheres que ingeriram grande quantidade do chá diariamente.

Com estas informações, aqueles que já anunciavam os benefícios do chá verde podem comemorar: a bebida pode mesmo ajudar a diminuir a obesidade e alguns fatores de risco para doenças do coração.

O chá verde é uma bebida simples de fazer, gostosa e que traz vários benefícios para a saúde. Isso todos já sabem. O chá branco, porém, feito da mesma erva, mas colhido em época especial (só dois dias no ano) é ainda mais poderoso.

Rico em cafeína, estimula o metabolismo e ajuda a emagrecer mais rápido. Além disso, é uma delícia, pois é menos amargo que o chá verde.

Mas, cuidado, quem tem hipertensão ou está grávida deve tomar cuidado, pois ele pode ser prejudicial. Por isso, não exagere e procure um nutricionista para saber quanto desse chá especial você pode tomar.

Cuca de frutas


Ingredientes:
- 3 xícaras de chá de açúcar
- 1 xícara de chá de água
- 1 litro de leite
- 2 colheres de sopa cheia de amido de milho
- 6 gemas
- 1 lata de leite condensado
- 6 claras
- Meia xícara de chá de açúcar

Modo de Preparo:
1 - Numa panela faça uma calda cor de caramelo com 3 xícaras de açúcar e 1 xícara de água. Depois caramelise o fundo de um refratário e deixe esfriar.

2 - Numa outra panela coloque 1 litro de leite, 2 colheres de amido de milho, 6 gemas e 1 lata de leite condensado e leve ao fogo médio até ficar um creme (mais ou menos 15 minutos). Despeje no refratário caramelizado e reserve.

OBS: neste momento você pode incrementar a receita original adicionando frutas de sua preferência.

3 - Numa batedeira, faça um merengue firme, com 6 claras em neve e depois adicione meia xícara de açúcar. Coloque este merengue sobre o creme do refratário. Leve ao forno pré-aquecido a 160º C
por cerca de seis minutos ou até o merengue começar a ficar dourado. Retire do forno, deixe esfriar e sirva a seguir.

Sugestões de frutas para incrementar o doce:

- Fatias de banana grelhadas, morangos fatiados e polvilhados com açúcar, ameixa preta em calda

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Medicinas alternativas


Já pensou em desintoxicar o seu organismo?

Terapia Antioxidante. Quem ouve este nome, mal consegue imaginar o que vem por aí, mas a coisa é tão simples quanto natural e visa desintoxicar o organismo para buscar a cura do indivíduo, ou alívio do sofrimento dos pacientes.

A medicina alternativa conquista um número cada vez maior de adepetos porque é capaz de tratar pessoas nos mais diferentes aspectos. Ela age tanto no campo energético, quanto físico, mental e emocional. E isso é o que todo mundo quer, já que, de nada adianta um corpo saudável, se a mente está contaminada com pensamentos conturbados.
Segundo o Dr Fábio Miranda Pisani, especialista em acupuntura, fitoterapia e terapia antioxidante, este tipo de terapia promove a desintoxicação do organismo de metais pesados e microorganismos nocivos, além de melhorar o funcionamento dos diversos órgãos através da fitoterapia. Para uma terapia completa, ele diz que é necessário corrigir a alimentação de acordo com cada biotipo e repor nutrientes, além de reduzir o stress do paciente. “Na terapia ainda são tratados processos inflamatórios crônicos ocultos e assintomáticos que são a base para muitas doenças crônicas”, relata Pisani, que inclui entre os benefícios da terapia antioxidante, corrigir a síndrome metabólica, que é uma combinação da obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.


Há quem diga que satisfazer as próprias vontades com pastéis gordurosos, torresmo e doces repletos de açúcar e gorduras, seja algo que torna uma pessoa feliz. No entanto, o terapeuta adverte que um dos fatores que mais ocasiona doenças nos dias atuais é a má alimentação. “Mas não podemos nos esquecer do stress, da poluição, do fumo, do uso excessivo de medicamentos, do sedentarismo, do caos eletromagnético a que estamos cada vez mais expostos”, conclui Pisani, que explica como nosso corpo sofre com os excessos que cometemos. “O fígado juntamente com os rins são os grandes filtros do nosso corpo. Mas penso que o fígado sofre muito mais, porque praticamente tudo que comemos ou bebemos passa pelo fígado, alimentos, bebidas e medicamentos. Como praticamente tudo que ingerimos, passa por algum processamento ou refinamento, nós estamos constantemente sobrecarregando nosso fígado”. E para quem não sabe, segundo a acupuntura, é este o órgão que “filtra” as emoções. “Por isso que as mulheres quase sempre tem o fígado desarmonizado”, esclarece.

Quem já está se culpando pelos excesso de final de semana, vá com calma. O profissional alerta que, aqueles que saem da dieta nos almoços de domingo não estão condenados “não seja “chiita” da alimentação correta. Assim como bebemos socialmente, também podemos comer socialmente, porque de uma forma ou de outra a alimentação nos une.

O que não pode acontecer é tentar emagrecer reduzindo drasticamente as calorias ingeridas “ Sempre que ocorrer uma redução na oferta calórica, após algum tempo, quando a pessoa já emagreceu alguns kilos, o corpo entra em modo de economia de energia e passamos a gastar menos energia, mesmo comendo pouco. Todos conhecemos pessoas, principalmente mulheres, que comem relativamente pouco e não conseguem emagrecer, agora sabemos porque. Hoje sabemos que para se conseguir um emagrecimento consistente e duradouro temos de associar uma alimentação adequada ao biotipo, com uma redução calórica moderada entre 10% e 20% do gasto calórico total, associada à atividade física aeróbica (para queimar a gordura excedente) e anaeróbica (para aumentar tecido muscular e conseqüentemente o nosso gasto calórico basal)”, ensina Fábio, que conclui. “Em resumo aquele velho chavão de para emagrecer precisa fechar a boca, parece que esta começando a perder sua validade”.

Medicinas alternativas



Já pensou em desintoxicar o seu organismo?

Terapia Antioxidante. Quem ouve este nome, mal consegue imaginar o que vem por aí, mas a coisa é tão simples quanto natural e visa desintoxicar o organismo para buscar a cura do indivíduo, ou alívio do sofrimento dos pacientes.

A medicina alternativa conquista um número cada vez maior de adepetos porque é capaz de tratar pessoas nos mais diferentes aspectos. Ela age tanto no campo energético, quanto físico, mental e emocional. E isso é o que todo mundo quer, já que, de nada adianta um corpo saudável, se a mente está contaminada com pensamentos conturbados.
Segundo o Dr Fábio Miranda Pisani, especialista em acupuntura, fitoterapia e terapia antioxidante, este tipo de terapia promove a desintoxicação do organismo de metais pesados e microorganismos nocivos, além de melhorar o funcionamento dos diversos órgãos através da fitoterapia. Para uma terapia completa, ele diz que é necessário corrigir a alimentação de acordo com cada biotipo e repor nutrientes, além de reduzir o stress do paciente. “Na terapia ainda são tratados processos inflamatórios crônicos ocultos e assintomáticos que são a base para muitas doenças crônicas”, relata Pisani, que inclui entre os benefícios da terapia antioxidante, corrigir a síndrome metabólica, que é uma combinação da obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.



Há quem diga que satisfazer as próprias vontades com pastéis gordurosos, torresmo e doces repletos de açúcar e gorduras, seja algo que torna uma pessoa feliz. No entanto, o terapeuta adverte que um dos fatores que mais ocasiona doenças nos dias atuais é a má alimentação. “Mas não podemos nos esquecer do stress, da poluição, do fumo, do uso excessivo de medicamentos, do sedentarismo, do caos eletromagnético a que estamos cada vez mais expostos”, conclui Pisani, que explica como nosso corpo sofre com os excessos que cometemos. “O fígado juntamente com os rins são os grandes filtros do nosso corpo. Mas penso que o fígado sofre muito mais, porque praticamente tudo que comemos ou bebemos passa pelo fígado, alimentos, bebidas e medicamentos. Como praticamente tudo que ingerimos, passa por algum processamento ou refinamento, nós estamos constantemente sobrecarregando nosso fígado”. E para quem não sabe, segundo a acupuntura, é este o órgão que “filtra” as emoções. “Por isso que as mulheres quase sempre tem o fígado desarmonizado”, esclarece.

Quem já está se culpando pelos excesso de final de semana, vá com calma. O profissional alerta que, aqueles que saem da dieta nos almoços de domingo não estão condenados “não seja “chiita” da alimentação correta. Assim como bebemos socialmente, também podemos comer socialmente, porque de uma forma ou de outra a alimentação nos une.

O que não pode acontecer é tentar emagrecer reduzindo drasticamente as calorias ingeridas “ Sempre que ocorrer uma redução na oferta calórica, após algum tempo, quando a pessoa já emagreceu alguns kilos, o corpo entra em modo de economia de energia e passamos a gastar menos energia, mesmo comendo pouco. Todos conhecemos pessoas, principalmente mulheres, que comem relativamente pouco e não conseguem emagrecer, agora sabemos porque. Hoje sabemos que para se conseguir um emagrecimento consistente e duradouro temos de associar uma alimentação adequada ao biotipo, com uma redução calórica moderada entre 10% e 20% do gasto calórico total, associada à atividade física aeróbica (para queimar a gordura excedente) e anaeróbica (para aumentar tecido muscular e conseqüentemente o nosso gasto calórico basal)”, ensina Fábio, que conclui. “Em resumo aquele velho chavão de para emagrecer precisa fechar a boca, parece que esta começando a perder sua validade”.

Pastel de Berinjela


Ingredientes:
- 1kg de farinha de trigo
- 75g de banha
- 4 ovos
- 300ml de água
- sal a gosto

Para o recheio:

1kilo de berinjela refogada no alho e no azeite
1 cebola picada
2 pimentões coloridos
1 tomate
10 fatias de mussarela

Modo de Preparo:
Massa:

Misture a farinha , os ovos a banha e o sal.

Acrescenta a água aos poucos e vá trabalhando a massa até desgrudar da mão.

Passe a massa por um cilindro , até chegar a aproximadamente 2mm de espessura

Recheio:
Corte a berinjela em pequenos pedaços, cozinhe por 30 min, depois de cozida, refogar com o azeite,o alho e a cebola picadinha, os pimentões picados e as azeitonas. Reserve.
Deixe amornar.
Abra a massa , recheie com aproximadamente 03 colheres da berinjela refogada, capriche em um extenso fio de azeite sobre o recheio já acomodado na massa , coloque três fatias de mussarela e com o auxilio de uma carretilha feche os pastéis.
Frite os pastéis , de preferência em gordura de palma (livre de trans) , à 180 graus .


Você pode fazer também nos sabores clássicos (mussarela, carne, catupiry).

Sucos desintoxicantes previnem doenças e acabam com intestino preguiçoso


Fazer uma alimentação inadequada acompanhada do sedentarismo bem como do estresse pode provocar inúmeros distúrbios no organismo, principalmente problemas gastrintestinais, que dificultam o processo digestivo. Reverter esse quadro nem sempre é tarefa difícil. Mas poucos conhecem as alternativas naturais para eliminar as toxinas do corpo. É nessa hora que entram em cena os sucos desintoxicantes, feitos à base de frutas ou vegetais frescos.
De acordo com a nutróloga Tamara Mazaracki, essas bebidas são excelentes fontes de nutrientes com ação antioxidante, o que promove um sistema imunológico mais ativo e competente, além de ajudar a prevenir doenças e auxiliar na recuperação mais rápida de quem tem algum problema de saúde. "Os sucos de frutas e vegetais frescos são ricos em fibras que promovem um melhor funcionamento intestinal, o que reforça o processo de eliminação de toxinas", explica.

Mas a especialista alerta: quanto mais fresca é uma fruta ou hortaliça, mais rica ela será em nutrientes. "Não adianta estocar na geladeira depois de pronto para consumir mais tarde. E nada de recorrer aos sucos industrializados, cheios de conservantes e açúcar", completa.
Mas a especialista alerta: quanto mais fresca é uma fruta ou hortaliça, mais rica ela será em nutrientes. "Não adianta estocar na geladeira depois de pronto para consumir mais tarde. E nada de recorrer aos sucos industrializados, cheios de conservantes e açúcar", completa.

Aos sucos desintoxicantes pode-se acrescentar ingredientes como proteínas (colágeno), fibras (aveia), condimentos e especiarias (canela, gengibre e orégano), além de energéticos (pó de guaraná e ginseng), dependendo de qual é o problema no organismo.

Apesar da importante função de purificar o sistema digestivo e eliminar do corpo produtos residuais, a nutróloga ressalta que não é preciso exagerar nas quantidades de sucos ingeridos. Um ou dois copos diários cumprem bem a função de limpar o organismo, mas isso também vai depender do efeito que se quer alcançar. Segundo Tamara, algumas vezes é interessante passar a metade do dia somente com sucos, porém isso deve ser feito sob supervisão médica.

Os resultados e as ações dos sucos são percebidos rapidamente, refletindo, inclusive, no bem-estar, na disposição e na melhora da pele. Para as funções diuréticas, laxativas e hidratante, por exemplo, os efeitos podem ser notados nas primeiras 24 horas. Já para combater outros distúrbios, os sucos devem se tornar um hábito, porque esses efeitos ocorrem num período de médio a longo prazo.

Confira algumas dicas de sucos desintoxicantes e suas funções:

Suco diurético - melhora a função renal, ajuda a eliminar toxinas e reduz a retenção de líquidos. O aipo é rico em glutationa, uma substância que neutraliza os radicais livres e pode entrar na composição de diversos sucos. A melancia é rica em água, frutose e fibras, além de licopeno que previne o envelhecimento precoce e o câncer de próstata e mama.

1 copo de suco de melancia coado (2 fatias médias)

1 talo de aipo com as folhas

Modo de preparar: bater no liquidificador e tomar imediatamente.

Suco pós-ressaca - excelente para combater os efeitos adversos do excesso de ingestão de bebidas alcoólicas. Ajuda o fígado a se recuperar e acelerar a eliminação de toxinas que causam a ressaca. O repolho é rico em glutamina, um aminoácido que protege e repara o fígado dos efeitos danosos do álcool. A curcuma possui carotenóides com ação hepatoprotetora.

½ repolho verde de tamanho pequeno

1 limão previamente espremido e sem as sementes

1 talo de aipo com as folhas

1 colher de sopa de folhas frescas de coentro

½ colher de chá de curcuma

Modo de preparar: usar centrífuga ou bater no liquidificador com um pouco de água mineral sem gás e coar. Se quiser um sabor um pouco melhor, use água de coco.

Suco para pele firme - é rico em antioxidantes e bioativos que combatem os radicais livres, retardando o envelhecimento da pele. Turbinam a energia e a disposição

½ limão

1 xíc. (chá) de uva rosada com casca

2 maçãs verdes com casca e sem sementes

1 xíc. (chá) de água mineral

Adoçante (opcional)

Modo de preparar: bata todos os ingredientes no liquidificador.

Suco da beleza total - a cenoura e a salsa são fontes de betacaroteno, que, transformado no organismo em vitamina A , estimula o sistema imunológico e atua na recuperação e no brilho da pele. Ainda tem substâncias antiinflamatórias e antienvelhecimento.

2 cenouras cruas picadas

½ maçã com a casca e sem sementes

1 xíc. (chá) de melão cantalupo picado

1 fatia de gengibre sem casca

1 punhado de salsa

1 col. (sobremesa) de linhaça (deixe de molho na água de um dia para o outro)

Adoçante (opcional).

Modo de preparar: passe os ingredientes na centrífuga ou no liquidificador. Se preferir, coe.

Titan corrige rugas no rosto e no pescoço sem dor ou cicatriz


Aparelho emite raios que incentivam a produção de colágeno, renovando a pele
A flacidez no rosto e no pescoço é fantasma que atormenta muitas mulheres após os 40 anos. A diminuição de rigidez na pele incomoda e, muitas vezes, acaba sendo corrigida no bisturi (com todos os inconvenientes que isso traz, como dias de repouso e anestesia). Pensando em facilitar a vida de quem treme só de pensar em enfrentar uma cirurgia, mas também não pretende viver evitando o espelho, os especialistas desenvolveram o Titan.
Trata-se de um aparelho à base de luz infravermelha, usado para aquecer bem abaixo da superfície da pele. O aquecimento causa uma contração imediata do colágeno resultando em uma pele mais firme , explica a dermatologista Marisol Nunes, da Clínica Deep Laser e especializada no uso do aparelho.
O Titan também promete rejuvenescer a pele dos braços, glúteos, abdômen e das pernas e, recentemente, foi eleito o melhor equipamento dessa área nos Estados Unidos. Durante o procedimento, a epiderme é protegida com um resfriamento contínuo (o que impede a sensação de dor). Também não há sensação de queimadura na pele, pois o aquecimento só acontece durante o tratamento. Após a aplicação, o organismo passa a sintetizar um novo colágeno, proporcionando melhora gradativa na pele flácida, nas rugas e linhas de expressão.

De acordo com a médica, alguns pacientes observam resultados imediatos. Mas, em geral, os efeitos surgem após três meses de tratamento. Outra vantagem do aparelho sobre a cirurgia é a preservação da rotina: quem decide se submeter aos raios pode manter atividades normais, uma vez que não há nenhum efeito colateral. Só não pode esquecer o filtro solar, que deve ter FPS 30, no mínimo, e ser usado rigorosamente a cada quatro horas.
Os resultados das aplicações duram, em média, um ano. Mas recomendamos uma reaplicação antes disso, após oito meses do tratamento , afirma a médica. E pode abandonar as prateleiras de cremes: tirando o gel usado na hora de receber os raios, você não vai precisar de mais nada para combater a flacidez.

E a novidade não vale só para as mulheres. Os homens também podem contar com o Titan, sem se preocupar com a barba. Os pêlos não atrapalham os resultados do tratamento afirma especialista

Agora, nem todos os tipos de pele suportam o Titan. É preciso que o médico avalie cada caso. Peles já com muitas rugas ou que sofreram exposição exagerada ao sol tendem a não reagir bem ao aparelho , afirma a dermatologista. Quem emagreceu e sofre com o excesso de pele também pode se beneficiar das sessões mas vai prcisar d eum número maior delas. O preço vai depender do nível de flacidez da pele, mas mil reais é o mínimo necessário para iniciar o tratamento.

Onde encontrar
Deep Laser:
a clínica faz uma avaliação gratuita, revelando se o aparelho é compatível ao seu tipo de pele.
Telefone: 11/3887 9571 ou 3057 3633

terça-feira, 22 de julho de 2008

Relacionamento

Amor, vamos discutir a relação?
Pesquisa de Michigan revela que casais que discutem a relação vivem mais

A frase “Vamos discutir a relação?” arrepia os homens! Quando a mulher demonstra a necessidade de diálogo, pode ser sinal que algo na relação não vai bem. O motivo da discussão pode ser amor, sexo, dinheiro, filhos, trabalho, amizades, entre outras razões. Um estudo de pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, publicado na edição mais recente da revista especializada Journal of Family Communication, revela que os casais que discutem em casa vivem mais. Porém, o assunto pode ser interminável para eles e nunca ser o suficiente para elas.

Para a terapeuta de casais e autora do livro Vamos Discutir a Relação? (editora Planeta do Brasil) Regina Vaz, existe dois motivos básicos para as mulheres terem esse perfil: “o primeiro é a crença feminina de que falar angústias e dúvidas para o parceiro, organiza as idéias. O segundo, é que mulheres e homens têm comunicações diferentes, enquanto eles são focados e objetivos, elas fazem mil coisas ao mesmo tempo com competência”, explica.

Na fase do namoro, a pessoa tem oportunidade de conhecer melhor a companhia escolhida e saber um pouco mais dos gostos e das características de como cada um lida com as situações do dia-a-dia. Caso o namoro caminhe bem, o casal parte para o casamento, cuja convivência pode ser total e onde podem aparecer, com mais transparência, pontos divergentes entre o casal. “O importante é ter clareza e respeito dos nossos processos emocionais e conduzir uma conversa amorosa que tenha objetivo concreto”, diz Regina Vaz.


O tolerar demais e engolir as queixas é tão mortífero quanto discutir a relação sem parar. Existem casais que não discutem a relação, jogam a sujeira embaixo do tapete como se resolvesse, deixam o copo encher e só tentam fazer alguma coisa quando transborda. Daí pode ser tarde demais!

“Com certeza as atitudes são fundamentais. Não deixar acumular mágoas, ressentimentos, dúvidas, insatisfações assim como uma boa conversa para esclarecer problemas do dia-a-dia pode ser um grande diferencial de relações duradouras”, explica a terapeuta.

Discutir não é duelar, acusar, brigar e sim dialogar, conversar, saber falar e principalmente ouvir. O importante é evitar que as discussões evoluam para brigas. “O casal deve expor seus pontos de vista com abertura para conhecer o pensamento do parceiro e aprender a comunicar-se um com o outro, para que a relação tenha uma vida longa”, finaliza Regina Vaz.

Espetinho de Papaia com maracujá


Ingredientes:
1 mamão papaia médio
1 maracujá maduro
1 colher (chá) de suco de limão
2 colheres (chá) de suco de laranja
2 colheres (chá) de adoçante em pó
1 colher (chá) de rum
coco ralado para decorar
2 espetos de madeira

Modo de Preparo:
Descasque o mamão, corte-o ao meio e retire as sementes. Corte cada metade em 3 fatias, no sentido do comprimento, e cada fatia em cubos de 2 cm.

Divida os cubos de mamão nos espetinhos.

No liquidificador, bata a polpa do maracujá, o suco de limão, o suco de laranja, o adoçante e o rum. Passe pela peneira.

Divida o molho de maracujá em dois pratinhos e coloque o espetinho por cima.

Polvilhe o coco ralado e sirva.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Gelado de avelã

Ingredientes:
- 1 pacote de biscoito doce (200g)
- 220 g de pasta de avelã com chocolate
- 2 xícaras (chá) de folhas de hortelã
- Meia xícara (chá) de licor de menta
- 500 ml de sorvete de creme

Modo de Preparo:
1º - No liquidificador triture1 pacote de biscoito doce (200g) até formar uma farinha. Transfira para uma tigela e misture 220 g de pasta de avelã com chocolate até obter uma massa.

2º - Com as mãos, pegue pequenas porções e forre o fundo e a lateral de 15 forminhas redondas com fundo falso (6 cm de diâmetro).

DICA: se for preciso, umedeça os dedos com água para a massa aderir bem nas forminhas.

3º - À parte bata no liquidificador as folhas de hortelã com o licor de menta até formar uma calda. Desligue o liquidificador e misture delicadamente esta calda com o sorvete de creme.
Reserve.

Opção: substitua a calda de hortelã por 1 colher (sopa) de gengibre picado

4º - Preencha totalmente as forminhas com o sorvete (misturado acima) e leve ao freezer até endurecer (+/-2 horas).

DICA: Para que o sorvete não fique com bolhas de ar, cubra as forminhas com papel filme e pressione levemente o sorvete para as bolhas saírem.

5º - Na hora de servir, desenforme e decore com fios de caramelo e folhas de hortelã. Leve para a mesa ainda congelado.

Desejo sexual: como recuperÁ-lo?

A perda do desejo sexual é um problema comum a mulheres de idade mais avançada

Estima-se que a falta de desejo sexual afete 72% das mulheres brasileiras que passaram por esse período, geralmente iniciando-se após os 40 anos.

Segundo a ginecologista Carolina Carvalho, o principal motivo para a diminuição do apetite sexual é a queda na produção de hormônios. “Existem dois hormônios que contribuem para a diminuição do desejo: a testosterona e o estrogênio”, explica Carolina, do ambulatório de Sexualidade no Climatério da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).



“A testosterona é o hormônio responsável pelo apetite sexual, enquanto o estrogênio, hormônio básico da mulher, quando em falta, causa secura vaginal, o que acaba por afetar o desejo sexual, pois transforma as relações em algo desagradável e doloroso”, continua a ginecologista.

Benedita, comerciante de 56 anos, passa por esse problema. “A vontade em manter relação sexual diminuiu muito e quando eu tinha vontade, muitas vezes sentia dores inconfortáveis”, explica.

“As opções de tratamento são variadas, considerando não somente os aspectos físicos, mas também biológicos e emocionais da mulher”

Além dos hormônios, fatores psicológicos também contribuem para que o desejo diminua. “Algumas doenças psiquiátricas, como a depressão, podem também impedir a motivação por sexo. Outros casos como dificuldade em unir amor com sexo na mesma pessoa, raivas entre o casal, culpas entre outros, também influenciam no desejo”, explica a psicóloga Mara Pusch, também da Unifesp.

No caso da professora Maria, 59 anos, a ausência dos filhos em casa fez com que ela caísse em depressão e conseqüentemente tivesse falta de desejo. “Quando os meus filhos casaram, eu entrei em depressão e fiquei sem vontade de fazer nada. Junto com a ausência dos meus filhos veio a menopausa”, desabafa.

Tratamentos

Os hormônios que a mulher deixa de produzir naturalmente podem ser recuperados de forma externa, através de remédios. No entanto, Carolina Carvalho, ginecologista, altera para as contra-indicações. “A reposição hormonal deve ser questionada para manutenção das características físicas femininas, como corpo arredondado e a voz”, explica, acrescentando que os hormônios também podem provocar o ressecamento da pele e dos cabelos.

Outra forma de melhorar a vida sexual das mulheres é o uso de lubrificantes. “Como nessa fase a mulher fica com a vagina seca, é preciso o uso de algum tipo de lubrificante e também muita paciência, já que o desejo não é tanto”, indica a ginecologista.

Para a psicóloga Mara Pusch, é recomendável procurar um profissional especializado em sexualidade humana para fazer uma avaliação. “Em primeiro lugar, será necessário examinar se o problema não é orgânico. Depois, uma revisão será feita para ver se existe alguma medicação que possa ser usada para aliviar os sintomas. Em alguns casos, certas medicações podem ajudar muito”, explica.

Segundo a psicóloga, as opções de tratamento são variadas, considerando não somente os aspectos físicos, mas também biológicos e emocionais da mulher. “Além da medicação, também trabalhamos com palestras, sessões de psicoterapia (individual, de casal ou em grupo) e exercícios de fisioterapia”, esclarece.

Outro fator que pode influenciar no desejo sexual é o horário e a maneira de como procurar o parceiro. “Aproveite o maior estímulo sexual de seu parceiro, procurando-o pela manhã (cedo), pois a maior disposição dele para o sexo pode ajudá-la a ter mais desejo e a ser mais estimulada”.

Caso surjam sintomas de tristeza, desânimo intenso, fadiga, irritabilidade, baixa auto-estima procure imediatamente uma orientação com psiquiatra, pois nesta fase, com as alterações hormonais, os Transtornos de Humor (Depressão) não são raros.

domingo, 20 de julho de 2008

CACHUPA

INGREDIENTES:
1 l de milho (cochido)2,5 dl de favona (espécie de feijão-branco grande, com as pontas vermelhas.)2,5 dl d feijão-pedra (feijão-vermelho)2 l de água 150 g de toucinho 2 cebolas grandes 4 dentes de alho 1 chouriço médio 6 folhas de couve-portuguesa ou couve lombarda 1 kg de entrecosto de porco 400 g de batata doce 400 g de abóbora 1 chispe de porco, sal e piripiri


PREPARAÇÃO:
O milho é preparado num almofariz (pilão de madeira). Coloca-se aí o milho bem molhado, e com um pau vai-se pilando até ficar sem pele. Depois desta operação vai ao sol secar. Em seguida, deita-se num balai (cesto do género de bandeja redonda, em verga, que serve para peneirar). Estando limpo, põe-se em água a cozer a favona, o feijão-pedra, o toucinho, as cebolas, os dentes de alhos picados, o chouriço e o chispe. Quando o milho estiver quase cozido, mete-se o entrecosto, a couve cortada aos bocados, a abóbora e o piripiri.Juntam-se as batatas doces, que são cozidas à parte. É preciso verificar para que o caldo não seque. Fica com bastante molho. Serve-se em pratos fundos.
A cachupa é a base da alimentação em Cabo Verde. Cochido é o mesmo que pisado.