segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Pratique Corrida

A corrida faz bem para o corpo e para a mente. Não tem limite de idade para praticar e sempre é hora de começar. Sem dúvida é um esporte que traz muitos benefícios à saúde.

Entre os principais efeitos benéficos causados pela prática da corrida estão:

- diminuição do peso corporal;
- aumento da massa muscular;
- aumento da capacidade cardiorrespiratória;
- melhor controle dos níveis de colesterol;
- melhor controle da pressão arterial de repouso;
- redução dos riscos de infarto;
- auxílio para regular a glicemia (taxa de açúcar no sangue);

P

A prática da corrida realizada de maneira correta conserva a reserva funcional do indivíduo, ou seja, na transição dos 30 para os 40 anos de idade os órgãos ou sistemas tornam-se menos capacitados para responder ao aumento da demanda.

Pessoas que correm com regularidade conseguem manter esta reserva num nível mais elevado e a resposta de seu organismo consegue ser semelhante a uma faixa etária mais jovem. Levando isto em consideração, podemos dizer que correr é bom para o:

Sono: neste momento o corpo relaxa e absorve melhor os ganhos fisiológicos do exercício;

Peso: uma pessoa com 70 kg consegue queimar 450 calorias a cada hora de corrida;

Ossos: a corrida estimula a formação de massa óssea, ajuda na prevenção e ou redução da osteoporose e também de lesões;

Coração: aos poucos o atleta é capaz de bombear mais sangue com menor esforço (batimentos cardíacos) devido ao fortalecimento do órgão e a melhora da sua eficiência;

Pulmão: com a corrida, a função do pulmão é maximizada e assim corredores têm menos risco de contrair infecções respiratórias;

Cérebro: aumenta os níveis de serotonina , neurotransmissor associado à depressão;

Estresse: o hormônio cortisol, liberado quando a pessoa está estressada, é queimado durante a corrida;

Circulação: o sangue circula melhor pelo corpo oxigenando os tecidos e melhorando a função dos órgãos;

Glicemia: há uma redução dos níveis de açúcar no sangue devido a queda das taxas de glicose, tornando as células mais sensíveis a insulina;

Pressão: ajuda a manter a pressão baixa devido à maior elasticidade dos vasos sanguíneos.

A corrida pode ser praticada em vários níveis de intensidade, dependendo do terreno, clima, objetivos e nível de aptidão.

Polenta com Ragu de Músculo



Ingredientes:
- 4 colheres (sopa) de óleo
- 1 kg de músculo limpo, cortado em cubos médios e temperados com sal e pimenta-do-reino a gosto

- 2 colheres (sopa) de farinha de trigo torrada
- 2 garrafas de vinho tinto seco
- Meio tablete de caldo de carne esfarelado

- 250 g de polenta pré-cozida
- 2 litros de caldo de carne (4 tabletes de caldo de carne dissolvidos em 2 litros de água)
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 1 colher (sopa) de manteiga
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 100 g de queijo parmesão ralado grosso
- 300 g de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:
1º - Numa frigideira com o óleo doure 1 kg de músculo limpo, cortado em cubos médios e temperados com sal e pimenta-do-reino a gosto.

2º - Coloque uma panela de pressão para aquecer em fogo médio e coloque a carne já dourada (acima). Polvilhe a farinha de trigo torrada e mexa para envolver bem a carne. Acrescente as garrafas de vinho tinto seco e o tablete de caldo de carne esfarelado,tampe a panela e cozinhe na pressão por +/- 1 hora (conte após a panela começar a chiar). Retire a carne da panela e
desfie-a. (OBS: o ponto certo do cozimento da carne é quando você conseguir desfiá-la só com o auxílio de 2 garfos). Depois de desfiada, volte a carne para a panela onde está o molho e reserve.

3º - Numa outra panela fora do fogo misture a polenta pré-cozida com os litros de caldo de carne (4 tabletes de caldo de carne dissolvidos em 2 litros de água) e o azeite. Leve a panela para o
fogo médio e deixe até engrossar (+/- 20 a 25 minutos). Desligue o fogo e adicione 1 colher (sopa) de manteiga, o queijo parmesão ralado grosso, sal e pimenta-do-reino a gosto e mexa vigoramente para dar brilho na polenta. Reserve.

MONTAGEM
4º - Num refratário untado com manteiga faça camadas da seguinte maneira: coloque no fundo metade do molho com a carne desfiada, depois faça uma camada com metade da polenta (DICA: se quiser passe uma espátula untada com azeite sobre a polenta para deixar a superficie bem lisinha) e polvilhe metade do parmesão ralado.
Repita as camadas na mesma ordem e termine polvilhando mais queijo parmesão ralado. Leve o refratário ao forno pré-aquecido a 200º C por uns 5 minutos para gratinar.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A vida em sociedade



Há duas tendências muito fortes no ser humano: uma para buscar a autonomia, a auto-suficiência, a independência; e outra para fazer parte e pertencer a uma unidade maior.

Essa unidade maior pode ser definida como a família, a nação, uma ideologia, ou seja, um universo maior que tenha um significado importante. Dessa forma o indivíduo se desenvolve, ultrapassa sua individualidade e busca a integração com os outros.

Para se desenvolver de forma equilibrada, a pessoa precisa se comprometer, se adaptar, ceder. Tudo isso não é muito fácil, pois sempre haverá conflitos entre o eu e o outro, entre o querer tudo para si e precisar fazer algo para o outro. A vida em sociedade fica mais fácil quando entendemos que dependemos uns dos outros para viver melhor, e que juntos somos


mais fortes.

Os seres humanos não vivem juntos apenas por escolha, mas porque a vida em sociedade é uma necessidade. Se alguém, por livre vontade, se isolasse numa ilha, com todos os recursos para sobrevivência, em pouco tempo sentiria falta de companhia e sofreria com a solidão, por não ter com quem compartilhar idéias, dar e receber afeto. Poderia até mesmo enlouquecer. Portanto, as pessoas satisfazem suas próprias necessidades vivendo em sociedade.

“Muitas pessoas se queixam de que a sociedade define muitas regras e que sem elas a vida poderia ser melhor. A verdade é que cada um deve definir seu limite, respeitar a sua individualidade e também a do outro. Aí surge a pergunta: isso também não é uma regra?”

Quando a auto-estima – a visão que a pessoa tem de si mesma – é positiva, o relacionamento em sociedade torna-se mais fácil, mais saudável e mais satisfatório. O inverso também é verdadeiro, isto é, um bom relacionamento social alimenta a auto-estima positiva.


Para manter um bom relacionamento com as outras pessoas são necessárias algumas condições básicas: sermos autônomos, assertivos, confiantes e termos auto-estima elevada. Sem essas condições, atribuiremos aos outros a causa das dúvidas, fraquezas, incertezas e desconfianças que temos a respeito de nós mesmos.

Em sociedade o eu e o outro sempre se relacionam, e as necessidades sociais vão sendo estabelecidas. Elogiamos e somos elogiados; compreendemos e somos compreendidos; amamos e somos amados; vemos e somos vistos; valorizamos e somos valorizados. Até as frustrações são mútuas: rejeitamos e somos rejeitados; causamos dor no outro e ele em nós; discriminamos e somos discriminados. O certo é que para o bem e para o mal, querendo ou não, o outro é parte de nossa vida e nossa vida é parte do outro.

Muitas pessoas se queixam de que a sociedade define muitas regras e que sem elas a vida poderia ser melhor. A verdade é que cada um deve definir seu limite, respeitar a sua individualidade e também a do outro. Aí surge a pergunta: isso também não é uma regra?

A necessidade de nos mantermos unidos a outros seres humanos não é um capricho ou um desejo individual, é uma questão de sobrevivência orientada pelo instinto e referendada pela razão.

Aproveite para crescer, melhorar e aperfeiçoar-se como ser humano. Assim, você estará sempre motivado para praticar o bem e para o bem-estar de si mesmo e de todos os que convivem com você em sociedade.

Massa básica de pizza

Ingredientes:
Ingredientes:
1 tablete de fermento biológico
2 ½ xícaras de chá de farinha de trigo
sal, óleo, leite (opcional)

Modo de Preparo:
Coloque o fermento em uma tigela, junte ½ xícara de chá de água morna e mexa para dissolver bem o fermento.Coloque a farinha de trigo peneirando-a sobre uma superfície, faça um buraco no meio e tempere com um pouco de sal. Acrescente o fermento e misture com um garfo ou com as mãos. Não pare de mexer juntando aos poucos ½ xícara (chá) de água morna.
Feito isso, trabalhe a massa até ela ficar consistente e elástica. Faça uma cruz na superfície, cubra com um pano e deixe descansar por mais ou menos umas 2 ou 3 horas, dependendo da temperatura ambiente. Após esse tempo, coloque a massa, de preferência, sobre uma pedra polvilhada de farinha de trigo amassando-a ligeiramente com o rolo de macarrão. Unte uma assadeira com manteiga ou azeite e abra a massa empurrando-a bem para que não fique um bolo (grossa demais).
Observação:
Está porção dá para umas 4 pessoas.
Leva-se uns 15 minutos para fazer, e 3 horas de esperar. Por isso faça com bastante antecedência.

Torresmo

Ingredientes:
- 500 g de toucinho fresco de porco
- Sal a gosto
- 1 colher (café) de bicarbonato de sódio
- Óleo para fritar

Modo de Preparo:
Corte o toucinho para aperitivo (3 x 2 cm - para vender: 3 x 15 cm).
Coloque o sal e, se necessário, o bicarbonato.
Frite em óleo fervente, passando de uma panela para outra, até que fiquem tostados e crocantes.
Este procedimento leva cerca de 1 hora.
Mexa sempre durante a fritura.

Obs.: Se quiser, tempere a gosto.

MOUSSE DE COCO

Ingredientes:
01 LATA DE CREME DE LEITE SEM SORO
1/2 XICARA DE CHA DE LEITE
100 G DE COCO RALADO OU 1 XICARA DE CHA DE COCO EM PO
01 ENVELOPE DE GELATINA INCOLOR DISSOLVIDA EM 4 COLHERES DE CHA DE AGUA
04 CLARAS BATIDAS EM NEVE
08 COLHERES DE AÇÚCAR


MODO DE PREPARO:
COLOQUE EM UM RECIPIENTE O CREME DE LEITE, O LEITE COMUM, O COCO RALADO OU COCO EM PO. DISSOLVA A GELATINA EM BANHO MARIA, BATA AS CLARAS EM NEVE.
ACRESCENTE O AÇÚCAR AOS POUCOS E MISTURE TUDO LEVEMENTE. DEPOIS LEVE A GELADEIRA POR 2 HORAS, SE QUISER SIRVA COM CALDA DE SUA PREFERÊNCIA.

Distúrbio do Pânico

Reprimir o choro pode agravar crise, diz fitoterapeuta

O fígado, como todos os outros órgãos, tem uma função yin e outra yang. Quando falamos no fígado, do ponto de vista energético, estamos falando do fígado propriamente, da vesícula biliar, dos olhos, dos ombros, dos joelhos, dos tendões, das unhas, dos seios, e todo o aparelho reprodutor feminino, desde ovários, trompas, útero e vagina. Por esse motivo, na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim é para o homem.

A energia do fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo. Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual. Mas o papel mais importante, sem dúvida é sobre o equilíbrio emocional, é a energia do fígado quem vai nos fazer responder a todos os estímulos emocionais, 24 horas por dia sem parar; daí já se deduz o desgaste intenso ao qual é submetido este sistema, e pouquíssimas atitudes são tomadas para auxiliar o fígado nesta tarefa, pelo contrário a nossa cultura parece fazer tudo para impedir o equilíbrio. Como todas as emoções boas ou más passam pelo fígado, não devemos reprimi-las a todo momento. A repressão das emoções provoca um bloqueio da energia que vai levar à formação de calor no fígado. Este desequilíbrio energético pode se manifestar de várias formas. Dependendo da sua localização, podemos ter uma insônia, uma enxaqueca, uma precordialgia, uma hipertensão, uma gastrite, uma tensão pré menstrual, e por aí vai.



Os adoecimentos podem ser de dois tipos, por falta ou por excesso de energia, ou usando um termo mais técnico, por vazio ou plenitude. Em relação às emoções que lesam mais especificamente o fígado vamos ter, num quadro de plenitude, a raiva, mais exatamente a raiva reprimida e, num quadro de vazio, o pânico, que agora virou síndrome de pânico.

Cabe aqui fazermos uma distinção entre sentimento e emoção. Os sentimentos geralmente fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o nosso organismo. Por exemplo, uma sensação de apreensão é diferente do medo. A primeira nos coloca num estado de alerta diante de uma certa situação, sem nos limitar em nada, nos protegendo dos perigos. O medo por sua vez nos limita e nos paralisa. A mesma coisa em relação a uma certa irritação que nos leva a reagir quando somos atacados ou nos sentimos lesados, que é diferente da raiva que tem um grau mais intenso. O importante é entender que todos os sentimentos atuam bem no organismo, tudo depende da intensidade e por quanto tempo. Da mesma forma que o sal, o orégano e a pimenta são temperos usados na alimentação, os sentimentos são o tempero da nossa existência. A qualidade de nossa vida dependerá da quantidade e da forma com que serão usados.

Como já foi dito, o fígado rege praticamente todo o sistema reprodutor feminino e é responsável por alterações no seu funcionamento que vão desde alterações no ciclo menstrual, os cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos vaginais, prurido vaginal, alterações da libido, como frigidez e impotência. Em algumas doenças só a energia do fígado está em desarmonia, e em outras existe também desequilíbrio de outros órgãos.



O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e as dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos freqüentes também estão neste grupo.

Os olhos são a manifestação externa do fígado, e suas patologias também vão nos indicar algumas alterações no fígado, as mais comuns são as conjuntivites, os olhos vermelhos sem processo inflamatório, os terçóis, os pontos brilhantes que aparecem no campo visual e outros.

As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose vão nos sugerir algum comprometimento na estrutura yin do fígado, ou desequilíbrio prolongado da energia do fígado.

Para concluir, o fígado comanda o funcionamento do sistema nervoso e é o responsável pelas alterações funcionais como as várias formas de epilepsia, as alterações no raciocínio, os desmaios e as perdas de consciência de modo geral, e as doenças degenerativas como o Parkinson.

Todo órgão está acoplado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar, que em geral tem um papel secundário para o funcionamento do sistema. Resumidamente, a vesícula atua mantendo o nosso equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela. Rege a articulação têmporo-mandibular (ATM). Todas as tensões que ficaram retidas no fígado podem descarregar nesta região e produzir um quadro de ranger os dentes (bruxismo), que se manifesta mais freqüentemente durante o sono. A nível emocional a vesícula biliar comanda o nosso processo de decisão, e seus desequilíbrios vão se apresentar na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo.

A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado. Deste fato vem a importância de não se reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, pode acreditar, conter o choro faz mal à saúde.

Agora que já temos uma idéia de como é estar com a energia do fígado desequilibrada, vamos fazer alguma coisa para ajudar. O mais importante é a harmonia das emoções, isto é, as emoções não devem ser reprimidas. Nós devemos senti-las e deixá-las fluir, evitando o apego emocional. Depois, evitar os medicamentos químicos, as bebidas alcoólicas, os temperos picantes, se não puder evitar, usá-los com moderação. Na alimentação, optar pelas coisas de cor verde, e usar de preferência verduras cruas.

Fábio Miranda Pisani
Acupuntura, Fitoterapia, Homeopatia
CRM: 43711
Tel: +55 (19) 3254 4012 e 3254 0747
Cel: +55 (19) 81463081
+55 (19) 3384-0861(direto)
R Dr Vieira Bueno, 142, Cambuí
Campinas, SP, Cep: 13024-040
E-mail: fpisani@uol.com.br
Blog: http://outrasmedicinas.blogspot.com

Vivemos julgando as pessoas

Como expectadores da vida alheia, julgamos diariamente os gestos e atitudes do nosso próximo.
Quem diz que nunca julga, não é honesto consigo mesmo. Quando fazemos um comentário, qualquer que seja, estamos julgando.
Cada vez que exprimimos uma opinião pessoal sobre alguma coisa, fato ou alguém, estabelecemos um julgamento, justo ou injusto.
E quando somos nós o centro da platéia, pedimos clemência, tolerância, imploramos interiormente para que se coloquem no nosso lugar e tentem entender nossas ações ou reações.
Colocar-se no lugar do outro para entendê-lo, seria entrar no seu coração e alma, sentir suas emoções, vestir sua pele. Impossível...
Cada um de nós é único e mesmo aquelas pessoas que mais amamos não nos transferem suas dores tais e quais. Sentimos sim, quando sofrem, mas por nós, porque nossa própria alma se entristece.

Deveríamos, todos, possuir um espelho da alma, para que pudéssemos nos olhar interiormente antes de julgarmos outras pessoas. Sentiríamos, provavelmente, vergonha dos nossos pensamentos. Por que nosso próximo é tão exposto às imperfeições, falhas, pecados, más ou boas decisões, quanto nós.
Se houvesse uma câmera capaz de revelar aos outros nossos pensamentos diários, iríamos estar sempre fugindo dela... Por quê?
Porque ante a possibilidade de que seja revelado nosso eu, seríamos muito mais honestos conosco. Isso nos tornaria, talvez, mais tolerantes e mais humildes.

Quando alguém sofre porque está atravessando por um caminho pedregoso, dói nessa pessoa não somente a passagem por esse caminho, mas também o olhar dos outros, que condenam sem piedade, as línguas ferem mais profundamente que facas e punhais.

As pessoas se esquecem facilmente que tiveram um passado que, mesmo se correto, nunca foi um lago de água transparente, porque puras, só as criancinhas...
E ninguém pode dizer o que virá amanhã, se houver amanhã.

Ninguém está ao abrigo das chuvas repentinas da vida, das torrentes que podem levar tudo, dos males que podem atingir o corpo e, às vezes, a mente.
Apenas um minuto e tudo pode se transformar.
Então... Melhor exercer a tolerância, a bondade, a compaixão, antes de julgarmos se outros estão certos ou errados, se têm ou não razão.

E quando a tentação for grande de olhar o que se passa com outros, bom mesmo é se lembrar do espelho que deveria retratar nossa imagem interior que pediria, certamente, compreensão.

E como não sabemos o que o amanhã nos reserva, vivamos o dia de hoje com sabedoria, coração amoroso para com o próximo e olhar voltado para o alto.
(Texto de Letícia Thompson)

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Manjar de côco

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
2 medidas (lata) de leite de vaca
1 lata de leite de côco
1 pacote de côco ralado e ou um côco fruta ralado
4 colheres de sopa de maizena

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo brando mexendo até engrossar. Deixe cozinhar por alguns minutos.
Coloque em uma fôrma e leve à geladeira.

A calda caramelada é opcional pode ser colocada antes na forma e ou depois de desenformar ele.

Sugestões: Fazer a calda com ameixas preta, ou calda de morangos.

Sentimento de raiva pode prejudicar


É normal sentir raiva. A raiva é um sentimento de protesto, insegurança, timidez ou frustração, contra alguém ou alguma coisa, que as pessoas demonstram quando se sentem ameaçadas.

Varia de intensidade e de pessoa para pessoa, podendo ser uma simples irritação ou uma demonstração de fúria. A maneira como cada pessoa interpreta um fato corresponde ao modo com que ela percebe o mundo e a si mesmo.

O sentimento de raiva tem origem na idéia de que fomos injustiçados ou maltratados, tendo como base vivências do passado. Se no passado a pessoa foi muito maltratada ou punida, há uma tendência de se manter “alerta” contra futuras ameaças, de maneira desproporcional ao evento. Torna-se conhecida como uma pessoa de “pavio curto” e


suas explosões são uma tentativa de se proteger do que acredita ser uma agressão.

Quando são muito freqüentes, ou intensas, ou mesmo quando ausentes, podem ser um problema para as relações sociais e para a saúde física. Por outro lado, há as pessoas que se sentem incapazes de reagir frente a uma situação de maltrato, podendo gerar sentimentos de frustração e de depressão.

Na raiva, como em todos os estados do humor, há alterações no comportamento e no funcionamento físico. Em nossa sociedade, a raiva ou irritação é até mesmo confundida com determinação.

“O sentimento freqüente de raiva é tão ruim para o coração como fumar, comer muita gordura saturada, engordar e não fazer exercício físico”

Estudos comprovaram que expressões de raiva transmitem a impressão de que o raivoso é uma pessoa mais competente. Grande engano, é só impressão. A maior competência é na verdade, para desenvolver doenças, principalmente as do coração.


Janice Willians, pesquisadora da Universidade da Carolina do Norte, EUA, estudou durante seis anos o comportamento de 13 mil homens e mulheres com idade entre 45 e 64 anos. Classificou as pessoas em níveis de alta, média e baixa disposição à raiva. As com alta tendência, que se irritam com freqüência, possuem três vezes mais possibilidades de sofrer infarto que as pessoas que enfrentam as dificuldades com mais tranqüilidade.

Significa dizer que o sentimento freqüente de raiva é tão ruim para o coração como fumar, comer muita gordura saturada, engordar e não fazer exercício físico. Pode também causar distúrbios no aparelho digestivo, sem dizer que pode ser considerado um desequilíbrio psicológico.

O comportamento agressivo do raivoso pode se expressar através de violência verbal e até mesmo através de violência física. Quem dá vazão ao sentimento de raiva, apenas para se libertar dele, como uma evidente prova de desequilíbrio emocional pode se dar mal, pois não é possível prever como isso irá terminar.

O trânsito é na atualidade, uma fonte que parece instigar a ira de motoristas uns contra os outros e contra os pedestres. Não raro temos notícias de motoristas que se matam por fatos banais.

O mês de agosto é conhecido como o mês do “cachorro louco”. A raiva canina é uma doença cruel para o animal, pois leva à morte. A vacina aplicada como prevenção e na hora certa é a solução. Pena que a raiva psicológica das pessoas não possa ser combatida de forma tão eficaz e simples.
É sempre bom lembrar que “a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura sucita a ira”.

Os amigos e seu próprio corpo agradecem!

Superação


Você deseja se desenvolver, crescer como pessoa, e, quem sabe, contribuir para a sociedade? Então o seu foco deve ser a superação dos limites impostos pela rotina e pela falta de motivação para vencer dificuldades.

Conseguir melhores resultados depende da forma de agir, de perseverança e de compromisso com os objetivos almejados. Não há uma receita mágica ou um segredo que só poucos conhecem. Quem já percorreu uma trajetória de sucesso garante que apenas o talento e a genética não bastam para ultrapassar limites rotineiros e superar os grandes desafios. Para vencer, é preciso atitudes corretas, muito trabalho e metas bem definidas.

Superar-se não precisa estar relacionado com algo grandioso. Na verdade, todos nós construímos uma história de superação quando


levantamos a cabeça para enfrentar uma crise. É essa atitude que faz a diferença.

Outra forma de superação é a contínua aprendizagem para melhorar, estabelecendo metas mensuráveis e desafiadoras. A abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim ficará na história pelo seu caráter espetacular, pois foi a maior e mais grandiosa festa já realizada por uma cidade-sede das Olimpíadas. Aquele espetáculo maravilhoso foi um exemplo de superação, pois através dele revelou-se uma China próspera e comprometida com o progresso, que deixou de lado uma pesada herança de submissão à pobreza e a líderes autoritários do passado.

Inúmeras críticas foram feitas, mas é preciso reconhecer que o sofrido povo chinês superou-se, dando um show de beleza, disciplina, tecnologia e civilidade.

“Para vencer, é preciso atitudes corretas, muito trabalho e metas bem definidas”

Na ânsia de subir ao podium, muitos atletas adotam um estilo de vida restrito às suas atividades esportivas, exclusivamente direcionado para competir e vencer.


Atividades normais e prazerosas muitas vezes são proibidas, para não quebrar a rotina de treinamento e prejudicar o desempenho esportivo do atleta. Mas antes do atleta existe a pessoa, com todas as suas necessidades.

Na China, por exemplo, as crianças de uma escola governamental para formação de ginastas só podem ir para casa num único final de semana por mês. Não é permitido aos adolescentes namorar e eles são submetidos a um controle muito rígido o tempo todo. Como essas pessoas se comportarão quando a habilidade física para a qual foram intensamente treinadas estiver em seu declínio natural? Terão equilíbrio suficiente para mudar o seu foco de vida e serem felizes?

O vitorioso nadador Michael Phelps, segundo especialistas, possui uma conjunção de características físicas que lhe dão vantagens diante de seus adversários. Apesar disso, ele próprio atribui seu sucesso e sua história de superação a muito esforço, disciplina e treinamento. Entretanto, segundo reportagem da revista Veja, ele come feito um boi.

Sua ingestão diária de colesterol é de 2.975 mg – quatorze vezes maior que a recomendada. O consumo de gordura saturada, de sódio e de cálcioé também muitas vezes maior que o ideal para uma vida saudável. No total, são 12.000 calorias diárias! Tudo isso para compensar o treinamento de 80.000 metros por semana.

Mas a pergunta que fica é: como todos esses excessos agem em seu organismo e quais serão as conseqüências no futuro? Como ficará seu corpo e sua mente quando a natação não mais for a sua prioridade? Quantas coisas importantes ele deixou de realizar em sua adolescência e juventude em nome da superação?

A alimentação balanceada é muito importante para quem deseja viver com saúde. Algumas pessoas exageram, tentam realizar o desejo de conquistar o corpo que idealizam. Reduzem cada vez mais a alimentação para conseguir emagrecer. Acabam doentes, com sintomas de anorexia e bulimia. Nesse caso, a superação será um caminho inglório e de muito sofrimento.

Por isso é preciso equilíbrio para saber dar o passo além, e entender que é necessário um esforço adicional para a superação, mas sem esquecer a importância de respeitar os limites do corpo e da mente. Trabalhe duro, mas não deixe de vivenciar o que é realmente importante para ser feliz.

As verdadeiras mulheres felizes

Acabo de ler um livro de Eliette Abecassis, uma francesa que eu não conhecia. O nome da obra, no original, é Un Heureux Événement, que pode ser traduzido para Um Feliz Acontecimento, mas é um título irônico, pois o livro trata sobre o fator que, segundo a autora, destrói as relações amorosas: o nascimento de um filho. Num tom exageradamente desesperado, a personagem narra o fim do seu casamento depois que dá à luz. Concordo que a chegada de uma criança muda muita coisa entre o casal, mas a escritora carrega nas tintas e cria um quadro de terror para as mães de primeira viagem. Se o nascimento de um filho é sempre desconcertante, é preciso lembrar que é, ao mesmo tempo, uma emoção sem tamanho. De minha parte, só tenho bons momentos a recordar, nada foi dramático. Mas mesmo que, por experiência própria, eu não compartilhe com a desolação da autora, ainda assim ela diz no livro uma frase muito interessante. Ao enumerar as diversas mazelas por que passam as criaturas do sexo feminino, ela me veio com esta: "os homens são as verdadeiras mulheres felizes".

Atente para a sutileza da frase. O que ela quis dizer? Que os homens saem pela porta de manhã e vão trabalhar sem pensar se os filhos estão bem agasalhados ou se fizeram o dever da escola. Os homens não menstruam, não têm celulite, não passam por alterações hormonais que detonam o humor. Os homens não se preocupam tanto com o cabelo e não morrem de culpa quando não telefonam para suas mães. Os homens comem qualquer coisa na rua e o cardápio do jantar não é da sua conta, a não ser quando decidem cozinhar eles próprios, e isso é sempre um momento de lazer, nunca um dever. Os homens não encasquetam tanto, são mais práticos. Eu, que estou longe de ser uma feminista e mais longe ainda de ser ranzinza, tenho que reconhecer o brilhantismo da frase: os homens são mulheres felizes. Eles fazem tudo o que a gente gostaria de fazer: não se preocupam em demasia com nada.
Porque nosso mal é este: pensar demais. Nós, as reconhecidas como sensíveis e afetivas, somos, na verdade, máquinas cerebrais. Alucinadamente cerebrais. Capazes de surtar com qualquer coisa, desde as mínimas até as muito mínimas. Somos mulheres que nunca estão à toa na vida, vendo a banda passar, e sim atoladas em indagações, tentando solucionar questões intrincadas, de olho sempre na hora seguinte, no dia seguinte, planejando, estruturando, tentando se desfazer dos problemas, sempre na ativa, sempre atentas, sempre alertas, escoteiras 24 horas.

Os homens, mesmo quando muito ocupados, são mais relax. Focam no que têm que fazer e deixam o resto pra depois, quando chegar a hora, se chegar. Não tentam salvar o mundo de uma tacada só. E a chegada de um filho, ainda que assuste a eles, como assusta a todos, é algo para se lidar com calma, é um aprendizado, uma curtição, nada de muito caótico. Eles não precisam dar de mamar de duas em duas horas, não ficam fora de forma, não enlouquecem. Isso é uma dádiva: os homens raramente enlouquecem.

Nós, nem preciso dizer. Nascemos doidas. Por isso somos tão interessantes, é verdade, mas felicíssimas, só de vez em quando, nas horas em que não nos exigimos desumanamente. Homens, portanto, são realmente as verdadeiras mulheres felizes. Que isso sirva de homenagem aos queridos, e sirva pra rir um pouco de nós mesmas, as que se agarram com unhas e dentes ao papel de vítimas porque ainda não aprenderam a ser desencanadas como eles.
(Martha Medeiros)

Produtos Diet e Light



Todos os dias são lançados no mercado alimentos diet e light que prometem sabor sem comprometer a sua dieta e saúde. Muitos deles dão a garantia que contém menos calorias, não engordam e são mais saudáveis. Mas saiba que muitas vezes isso não acontece.

Por que Light?

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) um alimento é considerado light quando em sua formulação tem pelo menos 25% a menos de algum nutriente, podendo ser ele gordura, colesterol, sódio, açúcar, etc ou 25% menos calorias se comparados com o produto tradicional.

Com isso, muitas pessoas se iludem quando observam um produto light e levam para casa achando que podem comer a vontade, que não vão engordar e nem prejudicar a sua saúde.



Pessoas em dietas com restrição de calorias são as que mais podem se beneficiar desses produtos, uma vez que a maioria deles apresenta menos calorias que os produtos tradicionais. Mas ainda assim, existem alimentos que são considerados light por conterem menos sódio, desta maneira não há redução de calorias.

Hipertensos, diabéticos e pessoas com colesterol elevado são as que mais necessitam ficar atentas a esses produtos. Muitos alimentos possuem redução de gordura, mas contém açúcar, ou seja, não são indicados para diabéticos. Outros têm menos açúcar, mas contém muito sódio, não indicados para hipertensos. Outros ainda têm valor reduzido de açúcar, mas contém gordura, não indicados para quem tem colesterol elevado.

“Os produtos light são mais indicados para pessoas em dietas de controle de calorias e os diet para pessoas com restrição de algum nutriente (carboidrato, gordura, colesterol, açúcar, etc)”

Por isso, antes de colocar no seu carrinho alimentos light, leia o rótulo e veja se realmente ele tem redução de calorias ou do nutriente que poderá ser prejudicial a sua saúde.


Por que Diet?

Produtos diet são aqueles isentos de algum nutriente (açúcar, gordura, sódio, proteína, colesterol, etc), mas não necessariamente com redução de calorias. Eles foram desenvolvidos, principalmente, para pessoas que têm restrição a um determinado nutriente.

Pessoas que desejam eliminar peso devem ficar atentas a esses produtos, pois muitos deles têm mais calorias que o produto tradicional. Um exemplo disso é o chocolate diet, ele é assim chamado por não ter açúcar em sua composição, mas em contrapartida ele contém mais gordura que o chocolate comum, portanto possui mais calorias. Esses chocolates são indicados somente para diabéticos.

Os diabéticos também devem tomar cuidado com os alimentos diet, muitos são considerados diet por não conterem gordura em sua composição, mas tem açúcar e devem ser evitados.

Resumidamente, os produtos light são mais indicados para pessoas em dietas de controle de calorias e os diet para pessoas com restrição de algum nutriente (carboidrato, gordura, colesterol, açúcar, etc). Por isso é essencial sempre ler o rótulo do produto e verificar se vale a pena levá-lo no lugar do produto tradicional e se ele atende as suas necessidades.

Mas vale ressaltar que nenhum desses alimentos podem ser consumidos a vontade, assim como os alimentos tradicionais, eles devem ser consumidos com moderação.

Consumir apenas alimentos light não é suficiente para quem quer eliminar peso. Uma alimentação saudável, balanceada, além da prática de atividade física regularmente também é importante. E as pessoas diabéticas, hipertensas ou com qualquer outra doença com restrição de nutrientes devem consultar um médico ou nutricionista e seguir sua orientação.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Trouxinha de Maçã



Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 150 g de manteiga
- 1 ovo
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (sopa) de água gelada

- 2 maçãs verdes descascadas e cortadas em cubinhos (você pode fazer também com banana ou pêra)
- suco de meio limão
- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de canela em pó

- 2 gemas para pincelar
- açúcar cristal para polvilhar
- manteiga para untar

Modo de Preparo:
1º - Numa tigela coloque a farinha de trigo, a manteiga, o ovo, o açúcar e a água gelada e amasse com as pontas dos dedos até obter uma massa de textura lisa e homogênea.

2º - Abra a massa com o rolo, mantendo uma espessura média e corte disquinhos com um cortador (aro) redondo com 8 cm de diâmetro. Faça isto com toda massa, tendo o cuidado de separar cada disquinho com um pedaço de saco plástico.

3º - Numa tigela misture muito bem as maçãs verdes descascadas e cortadas em cubinhos, suco do limão, o açúcar e acanela em pó.

4º - Coloque um pouco do recheio de maçã no centro de cada disco de massa e una as laterais formando uma trouxinha. Pincele gema e polvilhe açúcar cristal a gosto.

5º - Coloque as trouxinhas separadamente numa assadeira previamente untada com manteiga e leve para assar em forno pré-aquecido a 200º C por 25 minutos. Retire do forno e sirva quente ou frio.

Acabe com o estresse

Um certo grau de estresse é inerente ao ser vivo e pode ser provocado por acontecimentos bons e ruins. Contudo, se os seus efeitos comprometerem a saúde, a qualidade de vida e os momentos felizes, é fundamental encontrar uma saída para aliviar seus sintomas.



Escolha as estratégias que funcionam melhor para você, pois a prevenção é mais eficaz e muito mais simples que o tratamento para combater o estresse.

1. Faça refeições saudáveis e regulares, a começar pelo café da manhã. Tenha sempre frutas secas à mão, como uva-passa, maçã desidratada ou banana-passa. Esse tipo de alimento melhora o humor.

2. Diminua a briga com o relógio. Evite assumir compromissos em horários muito próximos uns dos outros. Estabeleça prioridades e respeite o planejamento estabelecido para aquele dia. Não

faça mais do que você é capaz.

3. Lute pelos seus sonhos e ideais, mas não se desgaste comparando suas conquistas e perdas com as dos outros.

4. Procure se relacionar bem com seu companheiro e sua família, com os amigos próximos e com todos aqueles com quem convive de maneira geral. É muito importante sentir-se querido e aceito. Para isso pode ser preciso implantar algumas mudanças no seu modo de viver.

“Não fique preso à velha rotina de costume. Abra sua mente e procure melhores maneiras de fazer as coisas”
5. Livre-se das defesas inúteis, para se aproximar mais das pessoas e estabelecer laços afetivos.



6. Noites mal dormidas não dão ao organismo a oportunidade de eliminar toxinas e secretar os hormônios responsáveis para o seu bom funcionamento. Para dormir bem, os especialistas recomendam:

- Procure dormir e acordar sempre no mesmo horário, inclusive nos fins de semana.
- Bebidas alcoólicas podem até ajudar a adormecer, mas evite-as, pois o sono, assim induzido, é de péssima qualidade.
- Evite também café, chá, chocolate, comidas apimentadas e outros estimulantes à noite.
- Exercícios físicos devem ser praticados até no máximo quatro horas antes de dormir, pois aumentam a produção de substâncias associadas à vigília.
- Para muitas pessoas, assistir televisão, ou ler na cama, atrasa a chegada do sono. Verifique se esse é o seu caso e evite essa situação.
- O melhor horário para o descanso diurno é depois do almoço, entre 13 e 15 horas.

7. Não fique preso à velha rotina de costume. Abra sua mente e procure melhores maneiras de fazer as coisas. Se necessário, use o plano B.

8. Lembre-se que relaxar pode ser aprendido. Experimente respirar profundamente, soltando os músculos da face, dos ombros e do abdome. Espreguice-se. Aprecie a natureza. Tome um banho morno tranqüilamente. Faça massagens.

9. Exercite-se regularmente, pois, além dos muitos benefícios para o corpo, o exercício físico facilita a descarga das tensões acumuladas e diminui os efeitos do estresse.

10. Valorize o lado alegre da vida. O bom humor é um grande alívio para o estresse. Ria todos os dias e ria de si mesmo.

11. Também não tenha medo de chorar. Todos nós temos momentos de tristeza e de perda, e as lágrimas dão vazão às emoções.

12. Tenha um hobby. Não importa se é costura, dança, jardinagem ou pintura. O importante é reservar um tempo para exercitar sua mente e enriquecer sua vida. Lembre-se que ele deve ser apenas para sua diversão.

Faça com que cada dia seja prazeroso. Não deixe para ser feliz apenas nos dias reservados às férias.

Atividade física para tratar a obesidade

A obesidade é considerada hoje em dia uma doença crônica, que provoca ou acelera o desenvolvimento de muitas doenças e pode causar a morte precoce, portanto deve ser tratada. Geralmente é definida como a condição de pesar 20% ou mais acima do seu peso ideal.

O tratamento básico da obesidade apóia-se na modificação do comportamento alimentar e na prática de atividades físicas.

Mas é sempre bom lembrar que os efeitos benéficos da atividade física acontecem somente para quem se exercita com certa regularidade. Por isto é importantíssimo realizar atividades físicas pelo menos cinco vezes na semana.

Sabendo-se do alto número de pessoas obesas numa sociedade, é imprescindível um maior estímulo para a prática de atividades físicas. Esta atividade deve então ser


individualizada e respeitar as características físicas e clínicas de cada um, considerando suas individualidades.

O objetivo é eliminar peso. Os exercícios físicos associados à alimentação adequada devem tornar-se permanentes neste programa de redução de peso e estilo de vida saudável.

Como principais benefícios da prática da atividade física têm:

- redução de apetite e diminuição do peso;
- queima de calorias;
- prevenção de doenças como a diabetes, hipertensão e colesterol;
- redução do estresse e da depressão;
- melhora da aparência e da auto-estima;
- melhora das funções cardíacas e pulmonares;
- manutenção da tonificação dos músculos.

“É bom lembrar que os efeitos benéficos da atividade física acontecem somente para quem se exercita com certa regularidade”

Muitos conhecem pessoas que eliminaram peso por si próprio, mas o correto é procurar a ajuda de um nutricionista e de um profissional de educação física para orientação.


Se você é daqueles que não consegue freqüentar uma academia por causa do ambiente de “culto ao corpo”, poderá iniciar sua atividade física, obviamente depois de passar por um médico e verificar que está tudo bem, adaptando-se:

- caminhe sempre que possível e ao ar livre;
- troque os elevadores pelas escadas;
- ande de bicicleta;
- dance em casa ou em clubes;
- exercite-se em casa com a ajuda de vídeos;
- patinar pelos parques e praças também vale.

Dicas importantes para não desistir:

- O ideal é que escolha sempre algo que goste e te dê prazer;
- Procure exercitar-se diariamente por pelo menos 30 minutos com intensidade
moderada;
- encontre amigos ou familiares para acompanhá-la (o) durante os exercícios;
- faça amizades e saiam para um simples passeio a pé;
- evite ter grandes expectativas e não estipule em quanto tempo pretende atingir seus objetivos, o importante é atingí-lo;
- não se compare com o desempenho de outra pessoa, cada um tem seu ritmo;

Lembre-se que atividades físicas devem durar por toda a vida. Não tente ser muito intenso e divirta-se ficando saudável.

MARAVILHOSO!!!!



Não quero alguém que morra de amor por mim...

Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.

Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.

Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...

Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...

E que esse momento será inesquecível...

Só quero que meu sentimento seja valorizado.

Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...

E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.

Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém... e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.

Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...

Que a esperança nunca me pareça um 'não' que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como 'sim'.

Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros...

Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena!!'

(Mário Quintana)

Piada

Um comboio destruiu um autocarro que transportava um grupo de freiras num terrível acidente. Não houve sobreviventes.
Dada a sua vocação, é evidente que todas foram parar ao céu e foram recebidas por São Pedro.

O guardião do céu chamou a primeira das freiras e perguntou-lhe:
" Irmã Carolina, você nunca teve o menor contacto com um pénis pois não? "A monja corou e respondeu:
" Sim, uma vez, toquei num com a ponta do indicador mas foi absolutamente tudo."São Pedro:
" Mergulhe a ponta do seu indicador na água-benta e pode franquear as portas do céu".

São Pedro colocou a mesma questão à freira seguinte :
" E você irmã Isabel, alguma vez tocou num pénis ? "A irmã Isabel muito envergonhada retorquiu :
"Para dizer a verdade, uma vez agarrei num, acariciei-o e esfreguei-o..."São Pedro :
"Mergulhe a mão inteira na água-benta e depois franqueie as portas do ceu"!

Repentinamente houve uma grande agitação na fila de freiras.Uma delas empurrava as outras para abrir caminho e chegar em primeiro à frente de São Pedro.Então São Pedro um pouco inquieto:

" Vejamos irmã, mas porquê essa pressa toda? "E a freira respondeu: - "É que se eu tiver que gargarejar com a água-benta, preferia fazê-lo antes que a irmã Joaquina lá metesse o cu!"

Lipoaspiração não é regime



Embora possa retirar de 5 a 10% da gordura total do corpo, a cirurgia estética não deve ser vista como uma medida terapêutica de emagrecimento

Os profissionais costumam receber em seus consultórios muitas mulheres, e homens também, dispostos a "emagrecer" por meio de cirurgia estética. De acordo com o cirurgião-plástico Helio Caprio, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Ordem Médicos Italiana, a lipoaspiração, embora possa retirar de cinco a dez por cento da gordura total do corpo, não deve ser vista como uma medida terapêutica de emagrecimento.

“Após a retirada de gordura, o número de células adiposas diminui drasticamente, mas a lipo não altera o processo metabólico do organismo. O que ocorre é que o paciente recém-operado, por estar mais em forma, fica mais à vontade de se expor em academias e ao ar livre para a prática de exercícios físicos, e se engaja com mais estímulo em programas de reeducação alimentar. Mas ele deve ter consciência de que, se não mudar esses hábitos, ele vai voltar a ganhar peso”, afirma.

Segundo o médico, duas situações justificam a necessidade de uma lipoaspiração. A primeira seria relacionada ao índice de massa corporal, resultado do peso da pessoa dividido por sua altura, elevado ao quadrado, e que deve ser inferior a 30.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Hoje organizei meus sonhos em seqüência e prioridades...

HOJE ORGANIZEI MEUS SONHOS EM SEQÜÊNCIA E PRIORIDADES
DESCARTEI AMORES DUVIDOSOS, AMORES FEITOS DE PROMESSAS
CAMUFLADOS SOB O MANTO DO AMANHÃ QUE NUNCA ACONTECE
POR MEDO, COVARDIA, COMODISMO, INSEGURANÇA OU... SEI LÁ.

NÃO QUERO MAIS ENIGMAS QUE DEVORAM MINHAS EXPECTATIVAS
NEM A FACE ENRUGADA DA TRISTEZA REFLETIDA NO MEU ESPELHO.
QUERO RECRIAR A CANÇÃO DA MINHA VIDA EM NOTAS DE ALEGRIA
E RESGATAR O PROJETO ORIGINAL DA MENINA QUE ERA FELIZ E SABIA.

HOJE EU DISSE ADEUS ÀS PROMESSAS CONSTRUÍDAS EM SÉRIES
E ABANDONEI AS UTOPIAS FEITAS EM CERÂMICA QUE TRINCARAM./
NÃO MAIS EMPRESTAREI MINHA ALMA A MOLDES DISFORMES
NEM USAREI AS LÁGRIMAS PARA UMEDECER O BARRO SEM ARTE.

NÃO QUERO O MARTÍRIO DE UM PARAÍSO DO OUTRO LADO DO MURO
NEM O MAPA PARA QUE EU SIGA PISTAS DE POTENCIAL VITÓRIA
QUERO A FELICIDADE BEIJANDO MINHA BOCA COM SOFREGUIDÃO
E O AMOR PRESENTE FAZENDO BAGUNÇA NO MEU CORAÇÃO.

(Texto "Decisão", de Lady Foppa)

Delicioso Rigattone à Carbonara

Ingredientes:
- 150 g de manteiga

- 2 cebolas cortadas a juliana bem fininha

- 150 g de pancetta cortada em cubos pequenos(pode substituir por bacon)

- 400 g de rigattone

- 6 gemas

- 100 g de queijo parmesão

- 2 colheres (sopa) da água do cozimento da massa

- pimenta-do-reino moída na hora e sal a gosto

Modo de Preparo:
1º - Numa frigideira em fogo médio derreta metade da manteiga e coloque metade da cebola cortada em juliana bem fininha. Abaixe o fogo e deixe a cebola caramelizar por 40 minutos. Reserve.

2º - Numa outra frigideira, coloque o restante da manteiga e a pancetta cortada em cubos pequenos. Deixe dourar por +/- 4 minutos. Retire a pancetta e reserve a gordura restante na frigideira.

3º - Numa panela com bastante água e sal cozinhe o rigattone por +/- 8 minutos, até ficar al dente. Transfira a massa cozida para a frigideira com a gordura da pancetta e volte e frigideira para o fogo. Acrescente a cebola e vá mexendo a frigideira até o rigattone absorver bem os ingredientes.

4º - Retire a frigideira do fogo, junte 6 gemas inteiras e mexa com uma colher. Acrescente o queijo parmesão ralado e volte a frigideira rapidamente ao fogo baixo, mexendo sempre, por um minuto, sem deixar ferver. Acrescente 2 colheres (sopa) da água do cozimento da massa, tempere com pimenta-do-reino moída na hora e sal a gosto e sirva em seguida.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Meditação



Há muitas maneiras de meditar, todas elas relativamente simples. Porém, como tudo que é simples, existe uma extrema dificuldade em manter a constância.

As coisas simples da vida são difíceis, pois exigem coragem, confiança, perseverança e tranquilidade. Meditar é simples, mas muitos outros interesses nos tiram a atenção de nós mesmos. Na vida moderna, temos sempre um motivo para não conseguir meditar: falta de tempo, um programa interessante na TV, um jantar na casa de amigos, sono, etc. Mas será que, de fato, não podemos dispor de alguns minutos diários, para praticar algo que realmente nos faz bem ?

Outra questão importante é que nem todos os dias a meditação será tranquila e relaxante.
Muitas vezes será uma luta, pois nossa mente, tão inundada de pensamentos, ficará fugindo da concentração. Não há nada de errado nisso, pois nem todos os dias nossa vida são bons ou fáceis e a meditação não poderia ser diferente. Apenas o fato de sentarmos e nos darmos esse tempo, já faz uma diferença importante. Nem sempre temos fome, mas comemos diariamente, pois sem alimento, o corpo não fica de pé. A meditação é um alimento para o espírito.



PARA QUE MEDITAR ?

A meditação está na moda. Hoje em dia, quem não pratica, ao menos já ouviu falar a respeito. Muitas pessoas procuram a meditação como espécie de relaxamento; outras buscam na meditação um caminho espiritual ou até mesmo prática religiosa como, por exemplo, o budismo. Há quem procure a meditação para melhorar a saúde. Como no caso do Tchi-Kung-técnica chinesa que se utiliza para o tratamento de doenças imunes, mentais e câncer, utilizado em alguns hospitais da Europa.

Então, seria em busca desses benefícios que deveríamos meditar ?



Meditar é uma pratica em si e não deve ser feita em busca de algum objetivo que não o da própria experiência. Quem medita procura estar atento no aqui e no agora, na respiração, no momento em que se está vivendo. Portanto, meditar para obter algum benefício foge desse espírito de entrega. É verdade que a meditação pode trazer uma série de ganhos, tais como uma mente mais alerta e ágil, maior clareza de idéias, possibilidade de expressão da criatividade , relaxamento, tranquilidade interior e melhora de sintomas e de doenças físicas e mentais. Mas nem por isso deve-se meditar buscando benefícios. Eles vêm naturalmente ; fazer força para obtê-los significa gastar energia tolamente.

A meditação é um caminho em si mesmo. Se vivermos em busca de um proveito, também perderemos o sentido da prática meditativa. Meditar significa estar presente. Ser capaz de viver o momento presente é essencial, pois o passado já não existe e o futuro é apenas uma ilusão.

AÇÕES NO CORPO HUMANO

Meditação é uma pratica que visa à concentração e a atenção e, por meio delas, ao desenvolvimento da consciência. Mas, afinal, de que tipo de concentração e atenção e de qual consciência se trata ?

A atenção pode fixar-se em uma parte do corpo ou em um mantra, concentrando-se no ritmo da respiração e tomando cuidado para mantê-la constante, sem divagar. A atenção é o modo pelo qual pratica-se a meditação, focando-a para dentro . A manutenção de atenção é a concentração que nos permite estar em contato com o nosso centro, independente do mundo externo

Ao meditar com regularidade, pode-se obter efeitos como a estabilização da pressão arterial e dos ritmos cardíaco e respiratório, além do melhor funcionamento dos orgãos e da mente. Hoje em dia, já existe uma série de estudos que procuram aliar a meditação ao tratamento de pacientes enfartados ( pois há uma melhora no funcionamento do coração ), bem como em pacientes em fase pré e pós-operátoria. Muitas pessoas relatam que com a prática constante da meditação suas dores melhoram ou desaparecem, sejam elas dores articulares, dores de cabeça, de estômago, etc.

Atualmente, existe uma área da medicina que observa a interação dos fenômenos psíquicos e físicos: a neuroimunopsícologia. Sabe-se, por exemplo, que pacientes deprimidos têm uma queda no sistema imunológico, ficando mais suscetíveis a infecções outras doenças.

Doenças crônicas levam a alterações dos estados de humor. Não se pode esperar de alguem que esteja com uma forte dor de cabeça, a mesma alegria e clareza para tomar decisões de alguem que goza de uma boa saúde. A antiga Medicina Chinesa já apresentava o ser humano como um ser indivisível, em que não há a dualidade mente corpo. MENTE E CORPO ADOECEM E RECUPERAM-SE JUNTOS, pois são uma só entidade.

Por promover um olhar de atenção para dentro de si, a meditação ajuda a mente a se acalmar, possibilitando ao corpo a descoberta de novos caminhos para funcionar bem. Não existe apenas um modo de funcionar, mas cada um tem seu próprio ritmo e sua maneira.

Meditar é procurar esse ritmo e esse caminho, é ir ao encontro do funcionamento ótimo de cada um.

COMO MEDITAR ?

As técnicas são muitas e cabe a cada um de nós procurar o caminho em que há maior ressonância interna. Apesar de a meditação requerer disciplina, não adianta forçar um modo que faça sentido para nós. Inicialmente, associa-se meditação com prática oriental, mas também se encontra a meditação cristã e a judaica (associada à cabala ), como práticas meditativas ocidentais. A meditação não é uma prática exclusiva de uma religião, de um grupo ou uma seita, ele é universal e não importa a religião de origem.

De maneira geral, para meditar, é necessário encontrar um local calmo, onde se possível sentar ( nunca deitar ! )no chão ou em uma cadeira , sem recostar, por cerca de 20 a 30 minutos.

A meditação ajuda no desenvolvimento do silêncio interno e da quietude, portanto um ambiente silencioso e tranquilo é o ideal. Mesmo ao achar um lugar privativo, muitas vezes os ruídos em volta não cessam. A MEDITAÇÃO NÃO É UMA PROPOSTA DE SE ISOLAR DO MUNDO, MAIS SIM DE PODER ESTAR DENTRO DELE. Portanto os barulhos externos fazem parte da vida normal e devemos treinar manter o silêncio interno, independentemente do que ocorra ao redor.

É importante que a meditação não seja interrompida pelo felefone, bip ou alguém da casa.
Quando isso não for possível, avise seus familiares, peça respeito por esses minutos de silêncio e, em último caso, medite antes de sair do quarto, ao acordar, ou mesmo no banheiro.

Inicialmente, pode-se meditar por menos tempo, aumentando-o aos poucos. É interessante acionar um alarme para que ao fim do tempo programado, já que a mente deve estar tranquila, livre de preocupações de controlar o tempo.

As roupas devem ser confortáveis e soltas. A postura deve ser de lótus, meio-lótus, de pernas cruzadas ou sentada numa cadeira, em posição confortavel, que deve ser mantida durante o tempo de meditação. A ponta do queixo fica em direção ao pescoço e á coluna, mais ereta possível, como e um fio de linha puxasse o alto da cabeça para o céu. Coluna ereta não significa rígida : é importante perceber se uma vértebra se acomoda em cima de outra sem tensões. Devese focalizar a atenção nos locais em que haja tensão e observar se há possibilidade de relaxar.

MEDITANDO ...

Sente-se confortavelmente, sobre uma almofada, uma cadeira, no chão ou em um colchão, mas sem encostar as costas e sem deitar. Relaxe os ombros, deixe a coluna ereta e a ponta do queixo em direção ao pescoço. As mãos podem ficar sobre os joelhos ou na região do umbigo ( Dantien- centro de energia do corpo ). Olhe em direção ao chão, com a visão na altura dos olhos. Focalize a atenção na sua respiração ; em cada inspiração e expiração. Caso voçe se desconcentre e comece a ter pensamentos variados, volte a fixar-se na respiração, contando cada inspiração e expiração até dez, depois, faça a contagem regressiva. Ao focar novamente , pode deixar a contagem de lado.

Outro modo de manter a concentração é prestar atenção na região abaixo das narinas, entre o nariz e a boca, percebendo a respiração e o ar que entra e sai.

Quando pensamentos vierem, não é preciso evitá-los, basta deixá-los entrar e sair junto com a respiração. Se pensar no supermercado que terá de fazer, não fique listando os itens para comprar, não entre na fila nem escolha seus produtos mentalmente. Simplismente deixe o pensamento ir embora , sem se envolver com ele nem ser levado por ele.

Se tiver vontade de coçar alguma parte do corpo ou mudar de posição, conte até dez, focando na respiração e, depois, observe se a vontade passou. Se ela ainda estiver lá, coce ou mude de posição sem fazer muito alarde e, logo após, retome sua concentração.


Não utilize música no fundo ; ele pode atrapalhar sua atenção. Deixe um despertador programado para tocar após 20 minutos; assim você não precisa ficar controlando quantos minutos já passaram.

Essas regras valem para todas as meditações.

Por que a respiração ? Poder-se-ia prestar atenção em tantas coisas diferentes, mas a maior partes das linhas meditativas dá ênfase à respiração . Ela contém um novo nascimento e uma nova morte ; o ciclo completo da vida a cada inspiração e expiração. No nascimento, respira-se pela primeira vez, dando fim á vida intra-uterina e início à vida na terra, que só terminará após expirar pela ultima vez. Respirar significa a possibilidade de troca, saindo o velho, entrando o novo. É poder renunciar ao que está dentro, para que haja espaço para receber o que está fora. A respiração é um movimento contínuo e ritmado que traduz a essência da própria vida.

CONCLUSÃO

A meditação é o alimento do espírito. Para alimentar o espírito, devemos meditar todos os dias, mesmo quando estamos cansados. É melhor meditar 5 minutos que não meditar, assim como é melhor comer pouco que não comer. Mas é preferível que comamos e meditemos na medida certa. Recomendo para os meus pacientes, que seja feita duas vezes ao dia : pela manhã e á noite, por 20 a 30 minutos.

Ter consciência de nós mesmos é poder conhecer nosso coração. A meditação nos traz serenidade necessária para possamos olhar para dentro e enxergar quem de fato somos. Só então podemos ajudar realmente os que nos rodeiam. A teoria é bela, mas precisa de olhos para não se tornar uma ilusão. Ajudar o próximo é uma bela forma de estar no mundo, que possibilita crescimento pessoal e coletivo. Ao enxergarmos com clareza nossas dificuldades, teremos mais compaixão e mais humildade para oferecer.


O real conhecimento só ocorre com a pratica. Aquele que passa somente pelo intelecto não cria raizes e parece, muitas vezes, não provocar mudanças significativas. Por exemplo, falar sobre amor, mas não praticá-lo, torna as palavras vazias. A Meditação é uma prática nunca uma teoria. Quem não pratica não medita, portanto chega de teorias.

" AFINAL FELICIDADE É A CERTEZA DE QUE A NOSSA VIDA NÂO ESTÁ SE PASSANDO INUTILMENTE "

Rabada

Ingredientes:
2 litros de água
- 1 kg e meio de rabo de boi limpo e cortado nas juntas (1 peça)
- 1 bouquet garni (feito com um galhinho de cada: salsinha, louro, sálvia e alecrim)

- 250 g de bacon fatiado
- 2 cebolas bem picadas
- 1 cabeça de alho descascada e picada
- 2 tomates sem pele e sem sementes cortados em cubinhos
- 1 talo de salsão cortado em cubos
- 1 talo de alho poró cortado em rodelas
- 1 colher (sopa) de extrato de tomate
- cheiro verde picado a gosto
- 2 colheres (sopa) de vinagre
- noz-moscada ralada a gosto
- 1 colher (chá) de cada tempero: orégano e cominho em pó
- sal a gosto
- 250 g de grão de bico
- 1 litro e meio de caldo de carne (2 tabletes de caldo de carne dissolvidos em 1 litro e meio de água)

Modo de Preparo:
1 - Numa panela em fogo alto com a água coloque o rabo de boi limpo e cortado nas juntas (1 peça) e 1 bouquet garni (feito com um galhinho de cada: salsinha, louro, salvia e alecrim) e afervente por 15 minutos. Transfira para uma tigela (rabo e água)
e deixe esfriar. Cubra com papel filme e leve para a geladeira de um dia para outro.

2 - Retire a tigela da geladeira e o papel filme e com uma colher, retire a gordura que se formou na tigela. Com isso você estará retirando a gordura do rabo. Reserve o rabo.

3 - Numa panela de pressão faça camadas na seguinte ordem: fatias de bacon, rabo escaldado e escorrido, as cebolas bem picadas, a cabeça de alho descascada e picada, os tomates sem pele e sem sementes cortados em cubinhos, 1 talo de salsão cortado em cubos, o talo de alho poró cortado em rodelas, o extrato de tomate, cheiro verde picado a gosto, o vinagre, noz-moscada ralada a gosto, 1 colher (chá) de cada tempero: orégano e cominho em pó, sal a gosto, o grão de bico e o caldo de carne.

4 - Leve a panela para o fogo médio por 50 a 60 minutos após pegar a pressão.

5 - Retire a pressão imediatamente e sirva o rabo acompanhado de arroz, farinha, banana da terra frita e um bom molho de pimenta.

Texto (Clarice Lispector)

"Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.

Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de
nem sentir minhas mãos.

Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.

Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao
ponto de nem conseguir fechar os olhos.

Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.

Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me
amaram.

Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive
tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.

Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.

Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar
quieta em meu canto.

Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas
que realmente valiam.

Já tive crises de riso quando não podia.

Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.

Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.

Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.

Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes
falei o que não pensava para magoar outros.

Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou
para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para
ver um amigo feliz.

Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.

Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do
escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".

Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui
inúmeras vezes achando que não cairia mais.

Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente
queria.

Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.

Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não
apareceu e foi um pesadelo maior ainda.

Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas
pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais
para mim.

Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.

Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!

Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque
sinceramente sou diferente!

Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os
pés no chão.

Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!

Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais
poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos
sentimentos mais fortes.

Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.

Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:

- E daí? EU ADORO VOAR!!!!!"


Clarice Lispector

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Pudim de Abacaxi

Ingredientes:
- 1 abacaxi pérola descascado
- 150 g de açúcar de confeiteiro
- 100 g de açúcar mascavo
- 50 ml de água
- 6 ovos
- Meia xícara (chá) de rum
- 1 colher (sopa) de farinha de trigo

Modo de Preparo:
1º - Corte duas rodelas grossas de 1 abacaxi pérola descascado e depois em cubinhos (+/- 250g ). Reserve. Bata o restante do abacaxi no liquidificador e coe.

2º - Numa panela FORA DO FOGO coloque os cubinhos do abacaxi, o abacaxi batido e o açúcar de confeiteiro. Misture para dissolver o açúcar de confeiteiro e leve a panela ao fogo médio. Quando
começar a ferver conte 15 minutos e desligue o fogo. Deixe esfriar esta calda de abacaxi.

3 º - Numa outra panela faça um caramelo com o açúcar mascavo e a água, distribua somente no fundo das forminhas. Reserve.

4 - Num liquidificador coloque os ovos, o rum, a farinha de trigo e a calda de abacaxi já fria. Bata bem e distribua em forminhas caramelizadas. Cozinhe as forminhas em banho-maria em forno
previamente aquecido a 220 graus durante 40 minutos. Desenforme morno e sirva gelado.

PAÇOCA DE CARNE SECA

Ingredientes:
"-1KG DE CARNE SECA
-1 MAçO DE CHEIRO VERDE AMARRADO PARA COZINHAR A CARNE
-1 CEBOLA ROXA PICADA
-1 XíCARA (CHá) CHEIRO VERDE PICADO PARA REFOGAR
-1 PIMENTA VERMELHA FRESCA (DEDO DE MOçA)
-1 XíCARA (CHá) DE óLEO DE MILHO
-APROXIMADAMENTE 150G DE FARI

Modo de Preparo:
"DEIXE A CARNE DE MOLHO NO DIA ANTERIOR. RETIRE DA áGUA E CORTE EM CUBOS NãO MUITO GRANDES. COZINHE A CARNE COM O MAçO DE CHEIRO VERDE DURANTE 20 MINUTOS. A PARTE, PIQUE A CEBOLA, O CHEIRO VERDE E A PIMENTA VERMELHA SEM AS SEMENTES. COLOQUE NUMA FRIGIDEIRA COM UMA COLHER (SOPA) DE óLEO E REFOGUE. RESERVE. ESCORRA BEM A CARNE SECA E FRITE NUMA PANELA DE FERRO COM O óLEO. QUANDO ESTIVER BEM FRITA JOGUE OS TEMPEROS REFOGADOS E MEXA. DESLIGUE O FOGO. JOGUE UM PUNHADO DE FARINHA DE MANDIOCA NO PILãO, ALGUNS PEDAçOS DE CARNE SECA MISTURADA AOS TEMPEROS, MAIS UM PUNHADO DE FARINHA E Vá PILANDO (SOCANDO) COM ENERGIA. A MEDIDA QUE A CARNE DESFIA E SE MISTURA A FARINHA, COLOQUE MAIS CARNE E MAIS FARINHA. PROVE A CONSISTêNCIA DA PAçOCA PARA QUE NãO FIQUE MUITO MOLHADA NEM MUITO SECA. O PONTO IDEAL é QUANDO ESTá úMIDA E BEM DESFIADA.

DICA: PARA PROVAR O PONTO IDEAL PONHA UMA PORçãO NUM PRATO E FAçA UM PEQUENO BOLINHO COM A PONTA DOS DEDOS, DEVE FICAR LIGADO PORéM NãO MOLHADO.

ACOMPANHAMENTOS
ARROZ, FEIJãO OU VERDURA COZIDA.

Por que as pessoas gritam


Um dia,
um pensador indiano
fez a seguinte pergunta
a seus discípulos:

Por que as pessoas gritam
quando estão aborrecidas?

- Gritamos porque
perdemos a calma,
disse um deles.

Mas, por que gritar
quando a outra pessoa
está ao seu lado?
Questionou novamente
o pensador.

Bem, gritamos porque
desejamos que a outra pessoa
nos ouça,
retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar:

- Então não é possível
falar-lhe em voz baixa?
Várias outras respostas
surgiram,
mas nenhuma
convenceu o pensador.
Então ele esclareceu:

Vocês sabem porque se grita
com uma pessoa
quando se está aborrecida?
O fato é que,
quando duas pessoas
estão aborrecidas,
seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância
precisam gritar
para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem,
mais forte terão que gritar
para ouvir um ao outro,
através da grande distância.

Por outro lado,
o que sucede
quando duas pessoas
estão enamoradas?
Elas não gritam.
Falam suavemente.
E por quê?
Porque seus corações
estão muito perto.
A distância entre elas
é pequena.
Às vezes estão tão próximos
seus corações, que nem falam,
somente sussurram.

E quando o amor
é mais intenso,
não necessitam sequer
sussurrar,
apenas se olham,
e basta.
Seus corações se entendem.
É isso que acontece
quando duas pessoas
que se amam
estão próximas.
Por fim,
o pensador conclui,
dizendo:
"Quando vocês discutirem,
não deixem que
seus corações se afastem,
não digam palavras
que os distanciem mais,
pois chegará um dia
em que a distância
será tanta
que não mais encontrarão
o caminho de volta"
(Mahatma Gandhi)

Automedicação


ANVISA cancela registro de dois antiinflamatórios

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária cancelou o registro de dois dos antiinflamatórios mais usados por quem se recupera de pós-operatórios ou sofre de dor aguda, artrite, reumatismo, gota e cólica menstrual.
A ANVISA retirou do mercado esses remédios porque concluiu que os riscos provocados pelo seu uso são maiores que os benefícios que eles podem trazer.

São eles:

- Prexige de 400 mg
- Arcoxia de 120 mg, mas a de 60mg continua disponível nas farmácias

A resolução da ANVISA também restringe o uso de outros remédios: o Bextra só poderá ser consumido em ambientes hospitalares. Já o Celebra terá a bula alterada, com orientação de que não pode ser usado por gestantes ou mulheres que estejam amamentando e trará ainda recomendação para que os pacientes não tomem por muito tempo.

No ano passado, medicamentos comuns, como antigripais e resfriados, que não precisam de prescrição médica, também foram recolhidos do mercado. Uma substância encontrada neles - fenilpropanolamina - poderia aumentar os riscos de infarto a pessoas que têm pressão alta, por exemplo.
Os laboratórios se manifestaram: a Merck Sharp & Dohme lamenta a decisão da ANVISA de interrupção da comercialização do Arcoxia de 120 mg e diz que essa decisão não reflete os estudos que comprovam os benefícios do remédio apesar dos riscos.

Em nota, a Novartis afirmou que vai recolher o Prexige e devolver o dinheiro ao consumidor.
Um estudo de uma empresa auditora americana (Nielsen Company) em vários países mostra que o número de pessoas que se automedicam aqui é enorme. No Brasil, 57% das pessoas costumam tomam remédios sem ir ao médico, correndo graves riscos.

Pedaladas dentro d`água


O spinning, a concorrida aula em bicicletas nas academias, tem versão aquática, prometendo os mesmo benefícios do spinning indoor para quem quer manter a forma, com menos riscos de lesão

O verão começa se aproximar e é fácil perceber as mudanças que a estação provoca, uma delas é a procura por atividades físicas para recuperar a forma e perder os quilos adquiridos no inverno. Com isso, as academias voltam a ficar lotadas de alunos e estas, por sua vez, buscam modalidades novas para conquistar seus clientes.

Uma das novidades deste mercado é a aula de ciclismo aquático, que além de trabalhar o condicionamento físico e cardiovascular, fortalece a musculatura, principalmente das pernas e glúteos. É indicado também para quem quer perder caloria: se gasta em média 500 calorias em 45 minutos de pedaladas.

A modalidade virou febre nas academias do Rio de Janeiro e começa a ter força em outras capitais como São Paulo, Brasília e Salvador. A Hidrobike está presente em mais de 250 academias espalhadas pelo país, nos programas de treinos de mini-circuitos, triathlon aquático e aulas coletivas.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Atividade física para tratar a obesidade

A obesidade é considerada hoje em dia uma doença crônica, que provoca ou acelera o desenvolvimento de muitas doenças e pode causar a morte precoce, portanto deve ser tratada. Geralmente é definida como a condição de pesar 20% ou mais acima do seu peso ideal.

O tratamento básico da obesidade apóia-se na modificação do comportamento alimentar e na prática de atividades físicas.

Mas é sempre bom lembrar que os efeitos benéficos da atividade física acontecem somente para quem se exercita com certa regularidade. Por isto é importantíssimo realizar atividades físicas pelo menos cinco vezes na semana.

Sabendo-se do alto número de pessoas obesas numa sociedade, é imprescindível um maior estímulo para a prática de atividades físicas. Esta atividade deve então ser


individualizada e respeitar as características físicas e clínicas de cada um, considerando suas individualidades.

O objetivo é eliminar peso. Os exercícios físicos associados à alimentação adequada devem tornar-se permanentes neste programa de redução de peso e estilo de vida saudável.

Como principais benefícios da prática da atividade física têm:

- redução de apetite e diminuição do peso;
- queima de calorias;
- prevenção de doenças como a diabetes, hipertensão e colesterol;
- redução do estresse e da depressão;
- melhora da aparência e da auto-estima;
- melhora das funções cardíacas e pulmonares;
- manutenção da tonificação dos músculos.

“É bom lembrar que os efeitos benéficos da atividade física acontecem somente para quem se exercita com certa regularidade”

Muitos conhecem pessoas que eliminaram peso por si próprio, mas o correto é procurar a ajuda de um nutricionista e de um profissional de educação física para orientação.


Se você é daqueles que não consegue freqüentar uma academia por causa do ambiente de “culto ao corpo”, poderá iniciar sua atividade física, obviamente depois de passar por um médico e verificar que está tudo bem, adaptando-se:

- caminhe sempre que possível e ao ar livre;
- troque os elevadores pelas escadas;
- ande de bicicleta;
- dance em casa ou em clubes;
- exercite-se em casa com a ajuda de vídeos;
- patinar pelos parques e praças também vale.

Dicas importantes para não desistir:

- O ideal é que escolha sempre algo que goste e te dê prazer;
- Procure exercitar-se diariamente por pelo menos 30 minutos com intensidade
moderada;
- encontre amigos ou familiares para acompanhá-la (o) durante os exercícios;
- faça amizades e saiam para um simples passeio a pé;
- evite ter grandes expectativas e não estipule em quanto tempo pretende atingir seus objetivos, o importante é atingí-lo;
- não se compare com o desempenho de outra pessoa, cada um tem seu ritmo;

Lembre-se que atividades físicas devem durar por toda a vida. Não tente ser muito intenso e divirta-se ficando saudável.

Superação

Você deseja se desenvolver, crescer como pessoa, e, quem sabe, contribuir para a sociedade? Então o seu foco deve ser a superação dos limites impostos pela rotina e pela falta de motivação para vencer dificuldades.

Conseguir melhores resultados depende da forma de agir, de perseverança e de compromisso com os objetivos almejados. Não há uma receita mágica ou um segredo que só poucos conhecem. Quem já percorreu uma trajetória de sucesso garante que apenas o talento e a genética não bastam para ultrapassar limites rotineiros e superar os grandes desafios. Para vencer, é preciso atitudes corretas, muito trabalho e metas bem definidas.

Superar-se não precisa estar relacionado com algo grandioso. Na verdade, todos nós construímos uma história de superação quando


levantamos a cabeça para enfrentar uma crise. É essa atitude que faz a diferença.

Outra forma de superação é a contínua aprendizagem para melhorar, estabelecendo metas mensuráveis e desafiadoras. A abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim ficará na história pelo seu caráter espetacular, pois foi a maior e mais grandiosa festa já realizada por uma cidade-sede das Olimpíadas. Aquele espetáculo maravilhoso foi um exemplo de superação, pois através dele revelou-se uma China próspera e comprometida com o progresso, que deixou de lado uma pesada herança de submissão à pobreza e a líderes autoritários do passado.

Inúmeras críticas foram feitas, mas é preciso reconhecer que o sofrido povo chinês superou-se, dando um show de beleza, disciplina, tecnologia e civilidade.

“Para vencer, é preciso atitudes corretas, muito trabalho e metas bem definidas”

Na ânsia de subir ao podium, muitos atletas adotam um estilo de vida restrito às suas atividades esportivas, exclusivamente direcionado para competir e vencer.


Atividades normais e prazerosas muitas vezes são proibidas, para não quebrar a rotina de treinamento e prejudicar o desempenho esportivo do atleta. Mas antes do atleta existe a pessoa, com todas as suas necessidades.

Na China, por exemplo, as crianças de uma escola governamental para formação de ginastas só podem ir para casa num único final de semana por mês. Não é permitido aos adolescentes namorar e eles são submetidos a um controle muito rígido o tempo todo. Como essas pessoas se comportarão quando a habilidade física para a qual foram intensamente treinadas estiver em seu declínio natural? Terão equilíbrio suficiente para mudar o seu foco de vida e serem felizes?

O vitorioso nadador Michael Phelps, segundo especialistas, possui uma conjunção de características físicas que lhe dão vantagens diante de seus adversários. Apesar disso, ele próprio atribui seu sucesso e sua história de superação a muito esforço, disciplina e treinamento. Entretanto, segundo reportagem da revista Veja, ele come feito um boi.

Sua ingestão diária de colesterol é de 2.975 mg – quatorze vezes maior que a recomendada. O consumo de gordura saturada, de sódio e de cálcio é também muitas vezes maior que o ideal para uma vida saudável. No total, são 12.000 calorias diárias! Tudo isso para compensar o treinamento de 80.000 metros por semana.

Mas a pergunta que fica é: como todos esses excessos agem em seu organismo e quais serão as conseqüências no futuro? Como ficará seu corpo e sua mente quando a natação não mais for a sua prioridade? Quantas coisas importantes ele deixou de realizar em sua adolescência e juventude em nome da superação?

A alimentação balanceada é muito importante para quem deseja viver com saúde. Algumas pessoas exageram, tentam realizar o desejo de conquistar o corpo que idealizam. Reduzem cada vez mais a alimentação para conseguir emagrecer. Acabam doentes, com sintomas de anorexia e bulimia. Nesse caso, a superação será um caminho inglório e de muito sofrimento.

Por isso é preciso equilíbrio para saber dar o passo além, e entender que é necessário um esforço adicional para a superação, mas sem esquecer a importância de respeitar os limites do corpo e da mente. Trabalhe duro, mas não deixe de vivenciar o que é realmente importante para ser feliz.

Você assume a responsabilidade pelos erros e acertos?



Pare por alguns segundos e observe tudo o que você tem e tudo o que você gostaria de ter.... O que te impede de chegar onde você deseja e realizar seus sonhos?

Você já parou para analisar que estamos sempre, atribuindo razões ao externo para justificar nossas falhas e colocar no outro uma responsabilidade que corresponde única e exclusivamente a cada um de nós?

Pois bem, o motivo deste artigo é esse mesmo, proporcionar em você o “start”, o primeiro passo, a iniciativa de lutar e se responsabilizar por todas as suas ações, sonhos e objetivos.

Você está infeliz, colhendo maus frutos? Procure pensar como foi seu passado, nossas escolhas geram uma ação contínua a nosso favor, mesmo você não percebendo que o Universo está a seu favor, e que muitas das suas escolhas não condizem com aquilo que você realmente quer.

A gente sempre culpa o outro, dando as outras pessoas a responsabilidade delas definirem como será a nossa vida, sendo que esta tarefa corresponde a você, a gente sempre valoriza maus momentos e esquece de agradecer e aprender com os bons momentos, para com discernimento e bom senso não errarmos mais.

Antes de tudo, você precisa saber que, você está colhendo o fruto de suas ações do passado, você não pode fazer nada por isso, a não ser que você mude suas ações para com o presente, que resultarão bons frutos no futuro.

Pare!!! Agora mesmo de responsabilizar as outras pessoas pelas falhas de sua vida, você é inteiramente responsável por cada um dos seus dias... Afinal de contas, somos dotados do livre arbítrio e da consciência para escolhermos se estamos ou não no melhor caminho, que achamos ser para nós no momento.

Não adianta tentar fugir do sofrimento, pois ele é inevitável ao longo da vida, mas quando temos bom senso, auto-consciência e auto-estima, os erros nos abalam menos e aprendemos a ser mais seguros e felizes em nossas escolhas, porque assumimos a responsabilidade de nossa vida e aprendemos a lidar com as turbulências.

Seja auto-responsável, confie nas suas emoções, elas lhe dizem o quanto você está ou não no caminho certo.
Assuma a responsabilidade da sua vida, só você pode decidir se vai ou não abrir aquela porta, trilhar ou não um determinado caminho, continuar ou não no sofrimento... Só você! Use seu livre arbítrio para tomar boas atitudes e aprender com a vida, para escrever uma linda história, a sua história.