sábado, 26 de dezembro de 2009

Meu anjo

Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:

-Dizem-me que estarei sendo enviado a Terra amanhã... Como vou viver lá, sendo assim pequeno?

E Deus disse:
-Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.

Criança:
-Mas diga-me: Aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?

Deus:
-Seu anjo cantará e sorrirá para você a cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.

Criança:
-Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?

Deus:
-Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.

Criança:
-E o que farei quando eu quiser falar com você?

Deus:
-Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.

Criança:
-Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?

Deus:
-Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida.

Criança:
-Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais.

Deus:
-Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim, lhe ensinará a maneira de vir a Mim, e eu estarei sempre dentro de você.

Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas. A criança apressada pediu suavemente:

-Oh! Deus se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me, por favor, o nome do meu anjo.

E Deus respondeu:
-Você chamará seu anjo... MÃE!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Nada é impossível

Nunca diga que algo é impossível
As coisas são, no máximo, improváveis
Mas nunca são impossíveis.

Nunca desista antes de tentar
E, se você for se arrepender de algo,
Não se arrependa do que você fez
E sim do que você deixou de fazer
Porque tentar e errar, é ao menos aprender
Enquanto nem mesmo tentar, é desperdício.

Não desperdice nenhuma chance da sua vida
Afinal, a sorte não bate todo dia a sua porta.

Tenha discernimento para saber o que é certo
E o que é errado,
Tenha sua própria cabeça
Não se deixe influenciar,
Mas saiba ouvir sempre a opinião dos outros
E saiba admitir seus erros.

Seja humilde
E sempre fiel a Deus.
Você é um dos soldados dele
E está aqui em busca da felicidade
Da sua e da dos outros.

Corra atrás de seus sonhos
Porque sem eles não chegamos a lugar nenhum
Não se conforme
Vá atrás do que você quer
Lute!

A vida é bela e as esperanças nunca devem acabar
Assim como também não deve acabar
O amor que existe dentro de nós.

Saiba sobreviver as tristezas,
Saiba se erguer após cada queda
E saiba amar sem medo
Pois o medo não nos traz nada
Apenas leva...

Saiba se entregar por inteiro
Abaixar todos os escudos e dizer:
Eu me rendo!

Ame de corpo e alma
Mesmo que depois esse amor acabe
Aproveite cada momento
Cada segundo do seu viver,
Pois, é como dizem,
No fim, o que conta, não são os anos de sua vida
E sim, a vida em seus anos.
Então, espero sempre que seus anos
Sejam cheios de vida.

Não deixe morrer esse anjo que há dentro de você
Esse anjo chamado Amor
Esse anjo que da toda a luz necessária para a nossa vida
Deixe ele livre para reinar em seu coração
Pois só assim seu espírito continuará livre do mal
E, se você tiver a sua alma protegida por esse anjo
Nada de ruim vai lhe tocar
Pois você estará sempre ao lado de Deus.

domingo, 20 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO PARA TODOS!

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas.
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.
É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.

Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.

O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de seu coração.
Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.

Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.
Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes.

Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último.
Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.
Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!

sábado, 19 de dezembro de 2009

Autoestima = Atitude!

Autoestima = Atitude! Você pode pensar: como assim? Vou explicar. Você é linda mesmo que esteja com uns quilinhos a mais, sem o cabelo da moda ou a pele que pediu a Deus. Se você tiver atitude no andar, ao ficar em pé, no movimento do tronco e dos braços em harmonia com as mãos, que por sua vez se harmonizam com seus cabelos e com seus ombros que sustentam bem uma postura ereta, de mulher segura, aí sim você é linda!

Não existe um corpo perfeito. Existe uma atitude perfeita!

Se tiver uma atitude segura de ser, se sentirá mais sensual, os olhares serão todos pra você e quando você escutar alguém do outro lado da rua dizer "Maravilhosa", vai sorrir e nem olhará para trás pra saber que era com você, pois terá certeza de que só podia ser com você! Isso é ter autoestima, é namorar consigo mesma, é aquela velha e sábia frase: você tem que se amar para permitir que alguém te ame.

Os homens percebem quando uma mulher se gosta e ficam atentos a ela. Isso não tem a ver com nenhum padrão de beleza, não! Uma mulher segura de si e que tem uma atitude de amor próprio é como se carregasse um imenso luminoso dizendo: "Vem que eu sou feliz e quero dividir o prazer de viver com você!"

Você se ama quando aprende a valorizar o que tem de melhor: os olhos brilhando, a energia fluindo, o sorriso largo, a gargalhada fácil. Isso não se compra, isso se adquire com autoconhecimento, com ter prazer em estar consigo mesma. Quem nunca conheceu uma pessoa que não era a mais maravilhosa da turma, mas mesmo assim era contagiante, conquistava amizades e chamava a atenção dos homens como ninguém? Essa pessoa possuía uma atitude segura! Isso é ser irresistível.

O raciocínio é simples: o autoconhecimento te dá atitude de ser, de viver, e com ele vem a autoestima, o se amar, ser mais leve. Com isso você ganha a energia, o brilho. Pronto! Sem mais crises de baixa-estima, sem mais insegurança!

Aqui vai uma dica importante: se você é mãe, comece desde já a alimentar a autoestima de sua criança. Diga como ela é linda, como é inteligente, enfim, ela precisa desse alimento para se tornar um adulto mais seguro com a autoestima fortalecida, o que vai ajudá-lo muito no futuro.

Quando a gente cresce ouvindo que podemos ser o que decidimos ser, que somos belos do nosso jeito e que somos importantes, depois de adultos, nenhuma adversidade vai ser mais forte que nossa lembrança do passado de que sim, podemos ser o que quisermos.

E lembre-se: uma pessoa com uma boa autoestima, além de ser mais feliz, faz as outras pessoas mais felizes também.
(Fatima Repanas)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O que é a vida?

João é o tipo do cara que você gostaria de conhecer.
Ele está sempre de bom humor e sempre tem algo de positivo para dizer.
Se alguém perguntar como ele está, a resposta sempre vai ser:
Se melhorar estraga!

Fiquei tão curiosa com o jeito de ser do João, que um dia disse pra ele:
Você não pode ser uma pessoa tão positiva assim, o tempo todo.
Como é que você consegue?

Ele me respondeu que toda manhã, quando acorda, diz pra ele mesmo:
João, você tem duas escolhas.
Pode ficar de bom humor ou de mau humor.
Escolho ficar de bom humor.
Eu argumentei que não é fácil estar sempre de bom humor...

É fácil sim, o João respondeu.
A vida é feita de escolhas.
Você escolhe como reagir às situações e de que forma as pessoas vão afetar o seu humor.
É sua a opção de como você vai viver a sua vida.

o tempo passou e eu soube que o João tinha sido assaltado e baleado pelos assaltantes.
Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido.

Tempos depois, encontrei novamente o João.
Quando perguntei como ele
Estava respondeu:
Se melhorar estraga.
Fiquei surpresa e perguntei o que o levava a responder sempre daquele jeito otimista...

Ele contou que durante o assalto, deitado no chão, todo ensangüentado, lembrou que tinha duas escolhas:
Poderia viver ou morrer.
E ele escolheu viver.

Ele me contou que quando entrou na sala de emergência do hospital e viu a expressão dos médicos, ficou apavorado:
Achei que eles olhavam pra mim pensando:
Esse cara já era!

João, então, decidiu que tinha que fazer alguma coisa.
Quando uma enfermeira quis saber se ele era alérgico a alguma coisa,
Respondeu que era sim:

Sou alérgico a balas, gritei.
Depois, rindo, eu disse pra eles:
Estou escolhendo viver, me operem como um ser vivo, não como morto.

João sobreviveu graças à persistência dos médicos, mas também graças à sua atitude sempre positiva.

Aprendi com o João que todo dia temos a opção de viver plenamente.
Afinal de contas, atitude é tudo, né mesmo?
Viva intensamente! E com muito carinho...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Todos os benefícios do Pilates

Descubra todas as vantagens deste salutar exercício que exige disciplina, concentração e equilíbrio

Entre as inúmeras vantagens do Pilates, são de destacar o aumento da flexibilidade, a activação dos músculos do tronco e a melhoria da estabilidade pélvica e lombar, o que contribui para uma melhor postura, sem dores nas costas.

Para além disso, este método é um fantástico aliado contra o stress diário. Conheça-o um pouco melhor.

Como surgiu o Pilates?

Joseph Pilates (1880-1967) foi um alemão que sofreu, durante a infância, de raquitismo, asma e febre reumática. Tais acontecimentos levaram-no a interessar-se pelo estudo da anatomia e fisiologia humana e dos fundamentos de medicina oriental.

Através do seu trabalho e para evitar passar o resto da vida dependente de uma cadeira de rodas, desenvolveu cerca de 500 exercícios que o ajudaram, bem como aos seus seguidores, a levar uma vida longa e sã.

Em que consiste este método?

É um conjunto de exercícios controlados, pausados e metódicos, através dos quais se exercitam todos os músculos do corpo. Proporciona elasticidade e flexibilidade (possibilita movimentos mais harmoniosos), define e tonifica o corpo e ajuda-nos a conhecê-lo melhor.

Para além disso, actua também ao nível psíquico, melhorando o autoconhecimento e diminuindo os níveis de ansiedade e stress.

Como beneficia a saúde?

É ideal para fortalecer os músculos das costas e, desta forma, evitar contracturas. É também um excelente exercício de fisioterapia para qualquer tipo de problemas ou deficiência física. Mas não é necessário ter uma doença concreta para praticar Pilates: faz bem a qualquer pessoa e, para além disso, ajuda a equilibrar a mente.

Quais os benefícios psicológicos?

O relaxamento mental nota-se a partir do primeiro momento. Para além disso, o Pilates é uma óptima ajuda para se desligar de todos os problemas quotidianos.

É necessário que se concentre bastante, tanto na respiração como na realização correcta dos exercícios, para, assim, conseguir desligar-se de todos os problemas e atingir a neutralidade mental.

É um bom aliado contra o stress?

Sim, porque para além de ajudar a libertar tensões, como qualquer outro exercício, o Pilates ensina a respirar adequadamente, factor fundamental para poder lidar com o stress em qualquer momento do dia-a-dia.

Ainda assim, o melhor é atingir o controlo mental para tentar pensar sempre positivo, mesmo nos momentos mais adversos. De qualquer das formas, se não o conseguir, o exercício ajuda a relaxar tanto física como mentalmente.

Notam-se resultados em quanto tempo?

Cada sessão de Pilates dura uma hora. Praticá-lo três vezes por semana é o ideal mas, com apenas duas sessões por semana já se verificam algumas mudanças.

Os resultados fisioterapêuticos notam-se muito precocemente (em cerca de três sessões). E os benefícios estéticos (corpo forte e tonificado) notam-se entre as sessões 30 e 40. A partir daí, não o vai conseguir abandonar!

Quem pode praticar?

O método Pilates não escolhe género nem idade. Conta com um grande número de exercícios de intensidade e dificuldade muito variáveis, que tanto se podem adaptar a crianças como a adultos.

É ideal para mulheres que procuram um exercício tranquilo mas que as mantenha em forma, para homens que pretendam complementar outros exercícios e ganhar flexibilidade ou para idosos que queiram aumentar a sua resistência face aos desafios do quotidiano e fazer exercício sem correrem o risco de se lesionar.

Este método está apenas contra-indicado em pacientes com cancro em estado avançado, já que exige um esforço físico demasiado grande.

Quais os benefícios do Pilates?

* Melhora a força, a flexibilidade e o tónus muscular. Reduz a fadiga.
* Fortalece os músculos sem causar dor nem danificar as articulações.
* Melhora a postura, a coordenação e o equilíbrio.
* Melhora a respiração e a auto-estima, e reduz o stress.
* Tonifica a silhueta, alisa a barriga e ataca a celulite por completo.


A responsabilidade editorial e científica desta informação é da revista.
Fonte:http://saude.sapo.pt/prevenir/artigos/geral/em_forma/ver.html?id=811478&pagina=2

Recomeçar

Não importa aonde você parou...
Em que momento da vida você cansou...
O que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma chance a si mesmo...
É renovar as esperanças na vida e o mais importante...
Acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado...
Chorou muito?
Foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
É porque você fechou as portas até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da sua melhora...
Pois é...
Agora é hora de reiniciar...
De pensar na luz...
De encontrar prazer nas coisas mais simples de novo...
Que tal um novo emprego?
Um corte de cabelo arrojado...
Diferente?
Um novo curso...
Ou aquele velho desejo de aprender a pintar...
Desenhar...
Dominar o computador...
Ou qualquer outra coisa...
Olha quanto desafio...
Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus, o esperando.
Está se sentindo sozinho?
Besteira...
Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento"...
Tem tanta gente esperando apenas um sorriso seu para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...
Nem nós mesmos nos suportamos...
Ficamos horríveis...
O mau humor vai comendo nosso fígado...
Até a boca fica amarga!
Recomeçar...
Hoje é um bom dia para começar novos desafios.
Onde você quer chegar?
Ir alto...
Sonhe alto...
Queira o melhor do melhor...
Queira coisas boas para a vida...
Pensando assim trazemos para nós aquilo que desejamos...
Se pensamos pequeno...
Coisas pequenas teremos...
Já se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é o hoje o dia da faxina mental...
Joga fora tudo que te prende ao passado...
Ao mundinho de coisas tristes...
Fotos...
Peças de roupa, papel de bala...
Ingressos de cinema, bilhete de viagens...
E toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados...
Jogue tudo fora...
Mas, principalmente, esvazie seu coração...
Fique pronto para a vida...
Para um novo amor...
Lembre-se: somos apaixonáveis...
Somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes...
Afinal de contas...
Nós somos o "Amor".
"Sou do tamanho daquilo que vejo e não do tamanho da minha altura".

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Feng Shui

Dicas pra harmonizar a sua casa e atrair fartura, boas energias...

Harmonizar: esta palavra resume a proposta do feng shui, uma ciência milenar chinesa que visa melhorar os ambientes e a vida de quem os frequenta. O feng shui surgiu na China há mais de 3 mil anos com o objetivo de aumentar as energias positivas e afastar as negativas por meio de mudanças feitas nos ambientes.

Para atrair tudo o que você deseja, o primeiro passo é organização. De acordo com a consultora de feng shui Helen Spalter, comece da seguinte forma:

1ª etapa: fazer a limpeza do ambiente em si. Utilize aspirador de pó, vassoura, pano...

2ª etapa: desapegar-se das coisas que a gente tem. "Pegue três caixas ou sacolas e escreva em uma delas ‘sim', na outra ‘não' e na terceira ‘talvez'. Na primeira, coloque todas as coisas as quais você quer ficar. Na segunda, as coisas que já não usa mais e vai dar, doar ou mesmo vender. E na última, coloque as coisas que você vai pensar se ficará ou não", explica. Aproveite também para arrumar infiltrações, entupimentos, rachaduras e objetos queimados.

3ª etapa: acorde falando um mantra. "Pode ser uma oração, uma frase como, por exemplo, sou feliz, sou próspero, entre outras. Fazendo isso, você já está limpando o ambiente", garante Helen. Recite o mantra percorrendo todos os ambientes da casa levando um incenso, um sino de vento, batendo palmas ou mesmo utilizando a seguinte mistura em um borrifador: 1 litro de álcool de cereais ou o comum, 4 tabletes de cânfora e 20 gotas de amônia ou amoníaco. Atenção: se você faz uso de homeopatia, faça a mistura sem cânfora, pois ela corta o efeito.

Helen também explica que plantas naturais ajudam a limpar a casa. Se você quer atrair pessoas para dentro de casa, tenha lírio da paz. A bromélia traz fartura (dinheiro), enquanto o girassol traz luz e prosperidade. "Tenha, em casa, um girassol, pode ser até mesmo em madeira", indica. Cactos muito grandes e espada de São Jorge cortam todo tipo de energia. "Se você gosta e quer tê-las, tenha, mas não em todos os locais da casa", alerta. Rafiso ou ráfia captura energias negativas e morre. Uma dica para quem aprecia os bonsais: esta planta demora muito para crescer, por isso, o simbolismo dos bonsais faz com que as coisas não vão para frente.

Prosperidade

Para quem quer enriquecer, Helen Spalter indica: dê uma atenção especial a sua cozinha! No feng shui, a cozinha é a área mais importante para as finanças. O ideal é utilizar cores claras ou mesmo o branco.

O fogão deve estar no centro da cozinha, pois o fogo (chama) representa o dinheiro. "Caso a sua cozinha não comporte um fogão em seu centro, faça o seguinte: coloque um espelho comum na tampa do fogão ou um espelho convexo atrás da tampa, caso ela seja transparente ou na tampa se ela for opaca. A idéia é refletir todas as chamas", explica. Helen também lembra que as bocas devem estar desentupidas e você deve fazer um revezamento, utilizando todas as bocas do fogão.

Fogo x água

Na cozinha, além do fogo do fogão, do microondas, o forninho, a gente também tem a água da pia. E, como todo mundo sabe, a água apaga o fogo. Simbolicamente, isso também acontece e pode afastar a sua prosperidade. Por isso, coloque um pedaço de madeira entre a pia e o fogão ou pendure, perto da lâmpada, um cristal facetado com um fio de nylon de 23cm. "Isso impede, simbolicamente, que a água apague o fogo", afirma.

O cristal deve ser energizado a cada 2 meses da seguinte forma: coloque o cristal em um balde de vidro transparente com água, sal e outra pedra e deixe 24 horas na luz do sol e da lua.

Atenção! Não utilize cristal tipo pendulo, por ele, simbolicamente, fura o chão.

Outro ponto importante é em relação ao lixo: mantenha-o longe do fogão e, de preferência, fora da cozinha.

Tenha também um objeto na cor preta que fique exposto, como uma cafeteira, um relógio, um pingüim, uma galinha preta de cerâmica... "O preto ajuda no trabalho", garante.

E tenha prosperidade!!!

Agradecimentos - Helen Spalter, Feng Shui Arquitetura - (11) 5055-0249 / 9936-4932 - hspalter@uol.com.br

Viver Casa & Gourmet, responsável por diversos workshops e palestras gratuitos, acesse o site e confira a programação - www.vivercasaegourmet.com.br
Fonte: http://anamariabraga.globo.com

Onde você coloca o sal?

Onde você coloca o sal?

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.

-Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.

-Ruim. - disse o aprendiz.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.

Então o velho disse:

-Beba um pouco dessa água. - Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:

-Qual é o gosto?

-Bom! - disse o rapaz.

-Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre.

-Não. - disse o jovem.

O Mestre, então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:

-A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.

Em outras palavras:

"É deixar de ser copo para tornar-se um lago".

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

ESTA MUSICA A SIMONE PEDIU A YOKO ONO PARA GRAVAR/NATAL

ENTÃO É NATAL

"Então é Natal
E o que você fez ?
O ano termina
E nasce outra vez

Então é Natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo

Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

E então é Natal
Pró enfermo e pró são
Pró rico e pró pobre
Num só coração

Então, bom Natal
Pró branco pró negro
Amarelo e vermelho
Pra paz, afinal

Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

Então é Natal
E o que a gente fez ?
O ano termina
E começa outra vez

E então é natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo

Então, bom Natal
E um Ano Novo
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem.
(de John Lennon)

Máscaras caseiras pra hidratar e recuperar os cabelos nos dias de sol

A temporada mais quente do ano está chegando e sabemos que, depois de muita praia, piscina e sol, os cabelos geralmente ficam deteriorados. Para terminar o verão com madeixas perfeitas e até mais lindas que no início da estação, siga as dicas e receitinhas caseiras da hair stylist Lílian Souza.

Durante o verão, além de tomar aqueles cuidados básicos, como usar produtos com filtro solar, lavar os cabelos regularmente para retirar resíduos e ter uma alimentação variada, é essencial fazer hidratações a cada quinze dias. Com estas dicas, você dá um "up" no visual sem gastar quase nada.

Para cabelos ressecados - Máscara de Cenoura, abacate e vitamina E:
Ingredientes:
1 cenoura
1/2 abacate
1 colher (sopa) de óleo de amêndoas doces
1 colher (sopa) de mel
1 copo de iogurte natural
1 cápsula de vitamina E

Modo de preparo:
Lave os cabelos com shampoo antes de aplicar a mistura. Bata todos os ingredientes no liquidificador, aplique nos fios espalhando com um pente, enrole a cabeça com papel alumínio e espere 40 minutos. Enxágüe com água fria e aplique condicionador. Repita a cada 15 dias.

Para recuperar cabelos danificados - Máscara de tomate e cenoura:
Ingredientes:
1 cenoura
1 tomate
2 ampolas de vitamina A
Creme para massagem capilar

Modo de preparo:
Faça o suco de cenoura e o de tomate e coe. Misture-os ao creme e as ampolas de vitamina A. Passe nos cabelos lavados e úmidos. Coloque papel-alumínio ou touca térmica e deixe agir por 30 minutos. Depois, lave com água morna e shampoo neutro.

Pontos fortes: Hairstylist ensina os truques para ter um corte de cabelo que lhe valorize

Reduzir oleosidade - Coquetel de frutas:
Ingredientes:
1 maçã
1/2 limão
1/2 copo de água mineral

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e aplique nos cabelos antes de lavar, deixe agir por 15 minutos e depois lave normalmente.

Dicas preciosas:

Chá de alecrim: Após lavar os fios normalmente, passe o chá de alecrim e não enxágüe, assim você terá fios mais resistentes.

Hidratação diária: Pingue 3 gotinhas de óleo essencial de calêndula no condicionador, essa mistura deixará os fios ainda mais macios.
Fonte: http://anamariabraga.globo.com

Três sapos

Se existem três sapos numa folha e um deles decide pular da folha para a água, quantos sapos restam na folha?

Resposta certa:

Três sapos!


Sabe por quê?

Porque o sapo apenas decidiu pular, mas ele não fez isso.

Não pulou.


Às vezes a gente não se parece com o sapo?

Quando decidimos fazer isso, fazer aquilo, e no final não fazemos nada?

Na vida temos que tomar muitas decisões.

Algumas fáceis, outras mais difíceis.


Rir é correr o risco de parecer tolo.

Chorar é correr o risco de parecer sentimental.

Abrir-se para alguém é arriscar envolvimento.

Expor as idéias e sonhos é arriscar-se a perdê-los

Amar é correr o risco de não ser amado.


Viver é correr o risco de morrer.

Ter esperança é correr o risco de se decepcionar.

Tentar é correr o risco de falhar.


Os riscos precisam ser enfrentados porque o maior fracasso na vida é não arriscar nada.

A pessoa que não arrisca nada

Não faz nada

Não tem nada

É nada...


Ela pode evitar o sofrimento e a dor, mas não aprende, não sente, não muda, não cresce, não vive.

É uma escrava que teme a liberdade.

Apenas quem arrisca é livre.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Julgamentos precipitados

Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco.
Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira.
Os amigos disseram ao velho:
Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado!

E o velho respondeu:
Calma, não cheguem a tanto.
Simplesmente digam que o cavalo não está mais na cocheira.
O resto é julgamento de vocês.
As pessoas riram do velho.

Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou.
Ele tinha fugido para a floresta. Na volta, trouxe uma dúzia de cavalos selvagens com ele.
As pessoas se reuniram de novo e disseram:
Velho, você tinha razão. Não era mesmo uma desgraça, e sim uma benção.

E o velho disse:
Vocês estão se precipitando de novo.
Quem pode dizer se é uma benção ou não?
Apenas digam que o cavalo está de volta...

O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens.
Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um dos cavalos e fraturou as pernas.

As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar:
E não é que você tinha razão, velho?
Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas.
E o velho disse:

Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein?
Não se adiantem tanto.
Digam apenas que meu filho fraturou as pernas.
Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção...

Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar, menos o filho do velho.
E os que foram para a guerra, morreram...

Quem é obcecado por julgar cai sempre na armadilha de basear seu julgamento em pequenos fragmentos de informação.
E isso leva a conclusões precipitadas.

Nunca encerre uma questão de forma definitiva, pois quando um caminho termina, outro começa.
Quando uma porta se fecha, outra se abre...

Às vezes enxergamos apenas a desgraça, e não vemos a benção que ela nos traz...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Quem realmente interessa

Quem interessa,
Quem nuca interessou,
Quem não interessa mais
E quem ainda vai interessar.
Portanto não se preocupe com quem já fez parte do seu passado.
Há um motivo para eles não estarem no seu futuro...

Suco de fruta: o grande amigo do verão

Além de refrescar, os sucos repõem a água do corpo

O verão traz com ele a necessidade de beber muito líquido para manter o corpo hidratado, mas isso não significa que vale a pena matar sua sede com refrigerantes, não importa se com ou sem açúcar. Para se refrescar de verdade e garantir muita saúde, nada melhor que água e sucos naturais.

Os sucos, além de refrescarem, hidratam e fornecem muitos nutrientes ao organismo e precisam ser feitos a partir de frutas frescas. Nem pense em ao comprar os famosos (e adorados pelas crianças) sucos artificiais de pozinho, isso porque eles são ricos em calorias e contêm conservantes e corantes, que podem causar alergias, gastrite e até conter substâncias cancerígenas.

O consumo desse tipo de produto acaba causando um grande esforço do corpo para purificar e limpar todas essas substâncias maléficas.

Como se não bastasse, o consumo excessivo dessas bebidas coloridas e doces, mesmo sendo dietéticas, por terem um sabor acentuado, acabam educando erroneamente o nosso paladar a aceitar apenas esse tipo de sabor. Se você cai nessa "pegadinha", vai acabar achando a alimentação à base de frutas, verduras e legumes sem graça e sem gosto, sabia?

Quando 100% naturais, os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados. A utilização integral dos componentes das frutas pode garantir o acesso a minerais e vitaminas. Mas se seu dia-a-dia corrido esbarrar na dificuldade em preparar sucos a partir das frutas, o supermercado oferece boas alternativas, como sucos concentrados, sucos em caixinhas longa vida e as polpas congeladas. Mas, toda vez que sobrar um tempinho, lembre-se de preparar com as frutas in natura, ok?

Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados.

Vale lembrar que, dependendo de como são feitos, os sucos podem ser bem calóricos. Até mesmo as frutas exigem controle no seu consumo, pois são ricas em frutose, que é também é um tipo de açúcar. Tente não adoçá-los ou substituir o açúcar refinado por mel, açúcar orgânico, mascavo ou adoçante mesmo, mas sempre com moderação.

Bebê-los 30 minutos antes das refeições é uma ótima opção, pois isso ajuda na absorção dos nutrientes que você estará ingerindo.

Além disso, é importante que os sucos naturais sejam consumidos em até 30 minutos depois de serem preparados para não perderem suas propriedades nutritivas, ok? Agora, veja todos os benefícios que sua fruta preferida lhe traz:

Abacaxi: é digestivo, além de diurético e antitérmico. Também acalma a garganta e ajuda a curar laringites.

Açaí: trata-se de um antioxidante natural, facilita a eliminação de radicais livres, devido ao seu alto teor de vitaminas E e C.

Acerola: ajuda a combater a debilidade, a fadiga do organismo, a perda do apetite, e também as gripes e infecções pulmonares.

Goiaba: contém ferro, tanino, vitamina A e muita vitamina C. Esta fruta promove o metabolismo das proteínas e ajuda a prevenir a acidez e fermentação dos carboidratos durante a digestão.

Laranja: fortalece as defesas naturais do corpo por ser rica em vitamina C. Ajuda a combater resfriados, gripes, febres e possui efeito anti-hemorrágico.

Limão: é rico em vitaminas A, B1 e C e sais minerais, por isso ajuda a curar gripes e resfriados.

Maçã: auxilia na tonificação do organismo. Contém substâncias que protegem o fígado e facilitam a digestão.

Mamão: estimula e tonifica o organismo. É ótimo para a digestão e contém substâncias antibactericidas, capazes de evitar infecções intestinais causadas por parasitas. Também protege as mucosas dos intestinos.
Saiba Mais

* Aumentando a saciedade
* Explore as frutas
* Camufle os vegetais

Manga: tem grande teor de betacaroteno, o que lhe confere propriedades antioxidantes. É um ótimo regenerador do sangue.

Maracujá: tem propriedades antissépticas e reforça o sistema imunológico, estimula a digestão e pode ser utilizado como calmante natural.

Melão e melancia: os dois têm propriedades diuréticas, auxiliando o funcionamento dos rins.

Morango: é indicado em casos de diarréia. Também ajuda na digestão, baixa a febre e estimula todas as funções do metabolismo. Tem propriedades adstringentes e diuréticas.

Pêssego: ajuda a tratar desde inflamação dos rins, erupções da pele, fungos, intestino preguiçoso e ácido úrico a problemas respiratórios e doenças do coração.

Tangerina: os bagos são repletos de suco rico em ferro e vitaminas A, B1, B2 e C. A tangerina ajuda a tratar a febre, elimina toxinas, gripes, ácido úrico, retenção de líquidos, tensão nervosa e verminoses.

Além de suco de frutas, você pode optar pelo suco de clorofila, que tem ação desintoxicante e antibactericida. Isto porque a clorofila limpa o organismo das impurezas e toxinas, o que é perfeito para remediar um dia de excessos. Agora que você já sabe de tudo, que tal misturar duas ou mais frutas e inventar um novo suco preferido? Seu corpo e sua sede irão agradecer, pode apostar!
[Daniela Hueb]
Especialidade: Nutrologia
Fonte:http://www.minhavida.com.br/

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Meus amigos...

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.

Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.

Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.

Deles não quero resposta, quero meu avesso.

Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.

Para isso, só sendo louco.

Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.

Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.

Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.

Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.

Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.

Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos nem chatos.

Quero-os metade infância e outra metade velhice!

Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou.

Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.
(Oscar Wilde)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Soja

Além de diversos benefícios pra saúde, o alimento ajuda a emagrecer

Emagrecer comendo, é possível? Para a felicidade geral, a resposta é sim! E mais: é possível emagrecer e ainda contribuir para uma vida saudável.

De acordo com o nutrólogo Durval Ribas Filho, uma das maneiras mais fáceis de emagrecer comendo é por meio da ingestão da soja. "A soja é uma proteína vegetal com alta concentração de aminoácidos, semelhante ao leite, e possui na sua composição 40% de proteínas, o que favorece a sensação de saciedade precoce, ou seja, você ingere uma menor quantidade de alimento e fica satisfeito, conseqüentemente, você diminui a ingestão calórica alimentar diária", explica. "A soja também possui 15% de mono e oligossacarídeos, que são açúcares complexos, além de fibras dietéticas (15%) que favorecem os efeitos metabólicos adequados para quem quer reduzir o peso corporal".

No entanto, Ribas ressalta que na redução de peso corporal, a quantidade de calorias é a característica básica, independentemente da proporcionalidade dos macronutrientes, quer sejam proteínas, carboidratos ou gorduras. "O que favorece a redução de peso corporal é o balanço calórico negativo, isto é, a quantidade de calorias que você ingere deve ser menor que o seu gasto. No caso da soja, devido essa atividade sacietógena maior é mais recomendável comparativamente a outros macronutrientes".

Ainda de acordo com o nutrólogo, os trabalhos científicos mostram que a ingestão de pelo menos 25g de soja por dia ajuda, além da redução de peso, na proteção contra câncer (devido as isoflavonas e o inibidor de Bowman-Birk - substâncias anticancerígenas), osteoporose, dislipidemias (diminuem o colesterol), diminuição de sintomatologia da menopausa (fogachos, pele seca, irritabilidade), proteção para doentes renais comparativamente a outras proteínas de origem animal, entre outros.

E não custa lembrar: é sempre importante procurar um médico ou um nutricionista para o planejamento de uma alimentação adequada a sua necessidade. E viva a soja!

Agradecimento - Nutrólogo Durval Ribas Filho, professor de Nutrologia da Faculdade de Medicina da Fundação Padre Albino/SP e professor de pós-graduação em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia - abran.sp@terra.com.br
Thaís Bronzo
Fonte:http://anamariabraga.globo.com

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

O tempo e as jabuticabas

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos. Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos para reverter a miséria do mundo. Não quero que me convidem para eventos de um fim-de-semana com a proposta de abalar o milênio.

Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos, normas, procedimentos e regimentos internos. Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que, apesar da idade cronológica, são imaturos.

Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões de ‘confrontação' onde ‘tiramos fatos a limpo'. Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.

Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: ‘As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa!...

Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja tão-somente andar ao lado do que é justo.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.

O essencial faz a vida valer a pena.
(Rubem Alves)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O que você faz para viver bem?

O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim.

Tudo o que sou me foi um dia emprestado pelo Criador para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida.

Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão.

Há muito o que dar e o que receber; há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas. Tente ver as coisas negativas que acontecem com você como algo que aconteceu por uma razão precisa.

E não se lamente pelo ocorrido; além de não servir de nada reclamar, isso vai te vendar os olhos, dificultando assim, continuar seu caminho.

Quando não conseguimos tirar da cabeça que alguém nos feriu, estamos somente reavivando a ferida, tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início. Nem sempre as pessoas nos ferem voluntariamente.

Muitas vezes somos nós que nos sentimos feridos e a pessoa nem mesmo percebeu; e nos sentimos decepcionados porque aquela pessoa não correspondeu às nossas expectativas. E sabemos lá quais eram as nossas expectativas? Decepcionamo-nos e decepcionamos outras pessoas também.

Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas coisas que nos atingem. Quando alguém te disser que te magoou sem intenção, acredite nela! Vai te fazer bem. Assim, talvez, ela poderá entender quando você, sinceramente, disser que "foi sem querer".

Dê de você mesmo o quanto puder! Sabe, quando você se for, a única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui.

Seja bom, tente dar sempre o primeiro passo para a reconciliação, nunca negue uma ajuda ao seu alcance, perdoe e dê de você mesmo.

Seja uma bênção a todos que o cercam! Deus não vem em pessoa para abençoar, Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.

Todos nós podemos ser Anjos. A eternidade está em nossas mãos. Viva de maneira honrada, para que quando envelhecer, você possa falar só coisas boas do passado e sentir assim, prazer uma segunda vez... e ter a certeza de que quando você se for, muito de você ainda fique naqueles que tiveram a boa ventura de te encontrar.

Chico Xavier

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Quando eu me amei de verdade

Quando eu me amei de verdade,
Compreendi que em qualquer circunstância,
Eu estava no lugar certo e na hora certa
E então pude ficar tranquilo,
Hoje sei que a isso se chama auto-estima.

Quando eu me amei de verdade,
Pude perceber que a minha angústia e sofrimento
Não passam de um sinal de que estou a contrariar a minha verdade.
Hoje sei que a isso se chama autenticidade.

Quando eu me amei de verdade,
Parei de desejar que a vida fosse diferente,
E comecei a ver que tudo contribui para o crescimento.
Hoje sei que a isso se chama amadurecimento.

Quando eu me amei de verdade,
Percebi que é ofensivo forçar algo ou alguém a uma situação
Hoje sei que a isso se chama respeito.

Quando eu me amei de verdade,
Comecei a livrar-me de tudo o que me diminuísse.
De início pensei que fosse egoísmo,
Hoje sei que a isso se chama amor-próprio.

Quando eu me amei de verdade,
Deixei de fazer grandes planos
Hoje faço o que gosto, quando quero e no meu ritmo.
Hoje sei que a isso se chama simplicidade.

Quando eu me amei de verdade,
Desisti de querer ter sempre razão,
E com isso errei menos vezes.
Hoje sei que a isso se chama humildade.

Quando eu me amei de verdade,
Desisti de ficar só no passado e de me preocupar tanto com o futuro.
Agora me mantenho mais no presente,
Hoje sei que a isso se chama plenitude.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Crises

Todas as situações que vivemos têm no mínimo dois lados.
Um positivo e outro negativo. O que faz a diferença é a maneira como lidamos com essas situações.

Todo momento de crise, seja financeira, familiar ou pessoal é uma oportunidade, uma ocasião favorável para o aprendizado.

Crises representam momentos especiais para renovação, para se desfazer do velho que não funciona mais.
E para que surja o novo.
Podemos olhar a situação como vítimas das circunstâncias, com um olhar pessimista...
Ou entender que podemos agir e tirar o melhor proveito da situação.

A crise é a oportunidade que temos para refletir, repensar agir e reposicionar.
Algumas pessoas só têm esse tipo de atitude em situações como essa, quando são arremessadas de uma zona de conforto para a zona de pânico.

A questão não é a crise e sim o que fazemos com ela.
Que aprendizado podemos tirar desses momentos.

Comparo crises com as dores das cólicas.
São dores cíclicas e fazem parte da vida.
A pior é sempre aquela que a gente está vivendo agora.
As que já passaram, bem ou mal, já foram superadas.

Ficar sentado, reclamando da vida, não vai mudar nada mesmo!
É preciso ter coragem de sacudir a poeira do conforto, encarar o pânico e começar a agir!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Parafuso

Algumas vezes é um erro julgar o valor de uma atividade simplesmente pelo tempo utilizado para realizá-la.

Um bom exemplo é o caso do técnico em informática que foi chamado para consertar um computador gigantesco e extremadamente complexo. Um computador que valia 12 milhões de dólares.

Sentado em frente ao monitor, apertou umas teclas, balançou a cabeça, murmurou algo a si mesmo e desligou o aparelho.

Tirou de seu bolso uma pequena chave de fenda e girou uma volta e meia um minúsculo parafuso.

A seguir, religou o computador e verificou o seu perfeito funcionamento.

O presidente da companhia ficou encantado e se dispôs a pagar a conta imediatamente. Quanto é que lhe devo? Pergunto.

São mil dólares pelo serviço realizado, respondeu o técnico.

Mil dólares?
Mil dólares por alguns momentos de trabalho?
Mil dólares por apertar um simples parafusinho?
Disse o presidente, indignado.

Eu sei que meu computador custa 12 milhões de dólares.
Mas mil dólares é uma quantia absurda!
Farei o pagamento desde que você me envie uma fatura detalhada que justifique o preço que você está cobrando.

O técnico confirmou com a cabeça o pedido e se foi.
Na manhã seguinte, o presidente recebeu a fatura.
Leu a nota com cuidado, balançou a cabeça e resolveu pagá-la no ato, sem pestanejar.

Na fatura estava escrito:
Detalhe dos serviços prestados
Apertar um parafuso:
1 dólar
Saber qual parafuso apertar:
999 dólares

Pois é, minha gente, essa é uma lição pra não esquecer:
Ganha-se pelo que se sabe e não somente pelo que se faz!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Mulheres exemplares

Lembre-se sempre que a pele enruga, o cabelo fica branco, os dias se transformam em anos...
Mas o importante não muda:
A nossa força e segurança não têm idade.

O nosso espírito é o espanador de qualquer teia de aranha...
Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
Atrás de cada engano, há outro desafio...

Enquanto estiver viva, sinta-se viva.
Se fizer algo diferente, volte a fazê-lo.
Não viva de fotos amareladas, siga em frente, ainda que todos esperem que você desista...
Não deixe oxidar o ferro que existe em você.

Quando, por causa da idade, você não puder correr, ande depressa...
Quando não puder andar depressa, caminhe...
Quando não puder caminhar, use a bengala...
Mas não pare nunca!

Nós, mulheres, somos muito especiais. Perseveramos e nunca desistimos!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Superação: barreira ou possibilidade?

Quando você pronuncia essa palavra qual é a primeira referência que vem a sua mente? Uma barreira ou uma possibilidade? Saiba que você tem todos os recursos que desejar para superar-se, principalmente quando se tem parâmetros.

Grande parte das pessoas nem sabe qual é o referencial a ser superado.Você que deseja utilizar melhor as suas competências profissionais para dar o primeiro passo em direção a super... ação. É importante em primeiro lugar identificar o que necessita superar.

A melhor superação é em relação a própria performance. Fazer um comparativo com você mesmo é um excelente começo para conquistar o sucesso. Descobrir o que você quer superar na sua atuação irá definir internamente quais as melhores ações para te aproximar do que deseja.

Como desenvolver mais com menos?

Obviamente com menos desgaste e mais resultados, isso se tornar possível e simples quanto mais parâmetros você tem das suas competências e do que você quer superar.

Primeiro passo para manter-se com entusiasmo para superar-se é fundamental colocar o foco no resultado, um profissional de sucesso para manter-se motivado está voltado para os resultados.

Colocar o foco da sua atenção no resultado, isso mesmo, quanto mais você pensar no resultado com todos os seus sentidos: Visão, Audição e Sensações, aliado a neurologia, irá se ajustar para aproveitar as oportunidades e assim aproximar-se da meta.

Muitos profissionais investem tempo pensando no quanto está distante da superação e perdem os parâmetros e, conseqüentemente, desperdiçam parte do seu potencial principalmente se está avaliando o que outros profissionais têm e que ele não tem.

Se pensarmos no bom atleta que se supera, vai identificar alguém que está acompanhando seu próprio desenvolvimento e colocando novos desafios a serem superados. Isso é essencial para superação.

Basta pensarmos nos jogos do Pan e lembrarmo-nos da performance de Frank Caldeira que superou os próprios limites nos 180 metros que o separava do Amado Garcia e conquistou a medalha de ouro.

Cada profissional que quer superar-se poderia ter um local para registrar seus limites e os novos desafios que o estimulassem a superar. Faça esse simples exercício agora, pense em que estágio você está hoje profissionalmente. Forneça alguns minutos do seu tempo para avaliar as superações que você teve ao longo da sua jornada.

Agora verifique que novos desafios você quer superar, comparado a sua performance anterior.

Anote o que você quer superar

Esse é um exercício útil para realizar se for seu desejo todos os dias, afinal você supera desafios possivelmente todos os seus dias.

E vou agora te contar um segredo:

Nós temos todos os recursos que são importantes para atingir nossas metas e objetivos e podemos desenvolvê-los de acordo com as situações, então você acaba de descobrir que pode superar o que desejar. Considerando que na vida atual temos desafios constantes, quanto mais preparados estivermos melhor será a sua atuação e naturalmente sua superação.
(Psicóloga, Márcia Dolores Rezende9

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Sejamos como os porcos-espinhos

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos.
Assim eles se agasalhavam e se protegiam mutuamente.
Mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos.
E justamente os que ofereciam mais calor.

Por isso, eles decidiram se afastar uns dos outros.
E voltaram a morrer congelados. Era preciso, então, fazer uma escolha:
Ou desapareceriam da terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.

Com sabedoria, os porcos espinhos decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar.
O mais importante, eles sabiam, era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

O melhor de um relacionamento não é unir pessoas perfeitas.
É conseguir que cada um aprenda a conviver com os defeitos do outro e a admirar suas qualidades.

Se os porcos espinhos aprenderam a viver assim, nós, humanos, podemos fazer muito mais, não é mesmo?
Então mãos a obra:
Elogiar as qualidades do outro faz bem pra saúde e pra alma.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Quando o amor acaba

Alguns amores duram para sempre.
Outros se renovam.
Alguns se perdem por aí, por falta de cuidado.
Mas muitos amores acabam.
E quando um amor acaba, dói igual pra quem deixou de amar e pra quem deixou de ser amado.

O fim de um amor vem sempre carregado de mágoa, de frustração...
É que quando a gente ama, sente um poder e uma força tão grandes, que nem passa pela cabeça viver sem essa emoção.
Não tem jeito, tem amor que chega ao fim.

Mas quer saber? O ser humano nasce com uma capacidade inesgotável de amar.
Não é à toa que amamos intensamente filhos, pais, irmãos, amigos...
E não é à toa que amamos mais de um homem ou de uma mulher na vida.

Por isso, se o seu amor foi embora e você acha que ficou vazio, acredite, é coisa passageira.
É apenas uma pausa pro começo de um amor novo que vem por aí.
Porque quando a gente ama, fica com uma reserva de coisa boa aqui dentro.
Se não fosse assim, não sobraria nada pra dar à próxima pessoa que chega.

Só quem já amou de verdade sabe que amor é o tipo da coisa que quanto mais a gente dá, mais tem.
Embora os poetas sempre escrevam sobre desilusão, ninguém morre de amor...

É exatamente o contrário: a gente vive de amor. Se não fosse o amor, não estaríamos aqui.
Amor é prática. É exercício. É insistir na busca da felicidade.
Se usarmos a inteligência, a paciência e, claro, a tão necessária esperança...
O amor nunca vai faltar.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Você consegue frear seus impulsos?

EMDR, cura emocional em alta velocidade

Ontem, joguei o celular na parede e ele se espatifou! Outro dia, fiquei nervosa devido a uma situação mal resolvida, peguei um vaso em minha casa (que eu adorava) e o atirei no chão. Certa feita, durante uma briga no trânsito com um motoboy que havia quebrado o espelho do meu carro, perseguiu-me e me xingou exaustivamente, fiquei totalmente "cega", saí do carro, catei o motoboy pela camiseta e comecei a estapeá-lo. No momento da ação, fico enlouquecida e não quero sair dela por nada nesse mundo, mas logo após agir de forma impensada, vejo-me correndo perigo.

Esses três recentes episódios foram o bastante para que Cristianne decidisse lidar com suas atitudes impulsivas. Já conhecia o EMDR por ser minha paciente e por ter se beneficiado por ele ao reprocessar uma situação de luto mal resolvida.

Começamos com protocolo de reprocessamento e Cristianne, desta vez, optou por movimentos bilaterais sensoriais. A "foto" da imagem perturbadora, representante de todo o pacote da sua angústia em relação ao tema, foi o episódio da briga com o motoboy.
Peço-lhe para relatar minuciosamente o "flash" do momento do impacto e Cristianne me conta que foi, num susto, quando se dera conta de que estava sentada em cima do motoqueiro batendo violentamente em suas faces e, as pessoas à sua volta berravam, sem parar, para o rapaz largar a moça... Neste instante, o rapaz reagira avisando ser ele o agredido! A cena foi incomum provocando confusão nas pessoas da rua para decodificá-la. Envergonhada, Cristianne parara imediatamente de atacá-lo encaminhando-se para o seu carro, partindo em disparada.

Seus sentimentos em relação à cena foram de angústia, impotência e falta de controle. Durante o desenvolvimento do procedimento e, para iniciar o EMDR, elencamos alguns outros enfoques relevantes em relação à cena perturbadora e o começamos.

Na primeira seqüência, Cristianne observa a cena como se estivesse simultânea e rapidamente ocupando tudo em vários lugares distintos. Ora se via por cima do rapaz, ora via a cena como expectadora, ora estava assustadíssima sendo espancada pelo motoqueiro. No segundo momento, peço-lhe para me contar o que estaria ocorrendo e ela revela detalhes, como se estivesse vendo um filme em câmara lenta. Na próxima etapa, relata que repentinamente pulou da imagem com o motoboy para a do acidente de carro que havia tirado a vida de seu irmão comemorando dez anos de idade naquela data.

Apesar de já ter elaborado o luto pela perda do irmão, Cristianne agora rumava para outra questão inserida no episódio do acidente. No caso específico de Cristianne, por algum motivo, sua mente entrou em contato com múltiplas variações de cenas e, de algum modo, fizeram-na reviver o acidente.
Lembrou-se de quando sua irmã que estava dentro do carro, na hora do acidente em sua companhia, gritou que do outro lado da pista um pneu havia se soltado de um ônibus e rumava em suas direções em alta velocidade. Pensa em sua mãe, dirigindo o carro naquele momento, e questiona o fato dela não desviá-lo da rota e o direcionar para o acostamento por proteção, por ter sido ela receptiva ao impacto destrutivo, se dissera antes que poderia ir para o acostamento e, no final, acabou por não ir...
Em outro momento, Cristianne revive o barulho do pneu batendo no teto do carro e chora colocando a mão em sua cabeça quando relembra do rombo provocado no carro com o pneu batendo na cabeça de seu irmão tirando-lhe, de imediato, a vida.
Diz ver seu irmão caindo morto com a cabeça em seu colo e sentindo angústia e desespero pela impotência de não poder fazer algo para trazê-lo de volta à vida.

Lembra-se das mesmas reações de todos diante ao fatídico e inusitado momento. Sente-se totalmente desamparada. Numa aflição desmedida, pelo desespero causado, começa a ter vontade de quebrar tudo ao seu redor. Lembra-se ter tido vontade de sair correndo e de nunca mais parar de correr na vida. Pareceria Forest Gump. Percebeu, em verdade, que depois do acidente nunca mais parou de correr. Situações que a faziam parar, de alguma maneira a frustravam em sentimento de impotência e a remetiam ao desespero. Ouviu uma sirene tocar e a ambulância chegar e associou sua violência de determinados momentos com o barulho daquela sirene do resgate no dia do acidente.
Observa, quando se sente impotente, é como se ouvisse a sirene da ambulância dentro de si e o desespero a toma e ela nessa vez e nas outras em que se sente impotente tenta frenética e alucinadamente resolver a situação, seja qual for e, assim, na maioria das vezes, age impulsivamente e às cegas. Fica perplexa ao se dar conta de tudo isso. Percebe seu desejo de ter feito algo diferente naquela hora.
Lembra-se de situações limites com impacto de soluções das coisas e, desenfreada pela angústia, meteu os "pés pelas mãos", ansiosa e com medo de novamente não dar conta da situação.

Paradoxalmente, viu-se deveras acelerada durante todos os anos do pós-acidente, deixou de perceber quantas vezes passou por cima das próprias percepções sendo e permitindo outros serem lesivos em suas condutas e com ela mesma. Lembrou-se de inúmeras situações onde se imaginou super potente passando por cima dos seus próprios sentimentos. Como suposta heroína de si mesma, correu sérios riscos tanto em atitudes impulsivas como naquelas em que passava por cima de si mesma. Notou um descompasso em seus ritmos internos.

No final e após atravessar inúmeras cenas elucidativas, Cristianne revela estar muito cansada. De súbito, vê-se numa praia com sua filha e o seu namorado. O dia está ensolarado e todos se divertem. Repentinamente, o céu vai escurecendo e arma-se um temporal daqueles. Olham para o céu antes azul e observam inúmeras nuvens escuras se avolumarem. Mais alguns instantes, raios e trovões surgem subtraindo-lhes o relaxamento e a alegria que desfrutavam. Começam a recolher seus pertences para se abrigarem em local seguro. Sua filhinha, com medo, começa a chorar. Num lapso de instante, Cristianne é impelida a ficar nervosa pretendendo aquietar os incômodos medos da criança.
Na seqüência, lembra-se de não ser lesiva a ninguém nunca mais, e ainda, com receio da tempestade inusitada, Cristianne pega no colo sua filhinha, acolhendo-a e oferecendo-lhe carinho e segurança, permitindo, assim, que a mesma sentisse seus medos e inseguranças inerentes a todo ser humano.
Na próxima cena, seu namorado abraça as duas e começa a chover torrencialmente. Os três começam a rir e sem tirar o foco de uma possível encrenca com a chuva forte caindo, agem de imediato correndo para casa.

Este foi o final do EMDR de Cristianne. Após o reprocessamento, checamos novamente todos os conteúdos em relação à cena inicial e concordamos estar tudo pronto! No final, Cristianne, ainda elaborando, observa, mesmo considerando todo o ocorrido no acidente com seu irmão, de toda a fatalidade experimentada, ela estava viva e a tempestade já havia passado e ela, Cristianne, tem toda uma vida pela frente...

Na semana seguinte, Cristianne retorna à consulta e relata dois momentos de situações limites que normalmente a levariam ao estresse anterior conhecido, conta ser invadida por pensamentos apaziguadores lembrando-lhe de não haver mais necessidade de se desesperar. Tudo estava certo.

Durante o reprocessamento em EMDR, ocorrem inúmeras situações de percepção inusitadas. É indescritível a riqueza de detalhes envolvidos na reformulação de situações encapsuladas muitas vezes existentes, onde sequer imaginamos suas extensões e como e quais maneiras poderiam afetar nossas vidas, nossas condutas e nossos humores. Poder nos habilitar e rumar com liberdade sem sermos reféns de aspectos obscuros torna nossas vidas muito mais vividas e instigantes para nós mesmos.

Imaginem ao realizar procedimentos em EMDR ou Brainspotting o nosso Eu atual simultaneamente assiste e participa da liberação de situações mal resolvidas.

Nas próximas oportunidades, com anuência de outros pacientes do meu consultório, contarei um caso surpreendente de uma situação de impulsividade em comer conteúdos de latas de leite condensado - resolução e acesso aparentemente de cunho espiritual. Você decidirá se, de fato, trata-se de obsessão espiritual desfeita pela própria paciente com a ajuda do EMDR ou se foi apenas um caso simbólico emocional plenamente resolvido (depois de mais de 20 anos sem resolução convencional) ou talvez, se a resolução se passou por esses dois tipos de entendimentos...
(Silvia Malamud)

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Como fazer Remédios com Ervas

Utensílios

Sirva-se de bules e caçarolas de vidro, esmalte ou aço inoxidável, de facas e espátulas de madeira ou inox, de peneiras de plástico ou nylon.
Um espremedor de uvas será bom para tinturas.
Elimine o alumínio, porque este elemento é muito bem absorvido pelas ervas.
Todos os utensílios têm de ser esterilizados – pelo menos durante 30 min – numa solução apropriada e muito diluída, do género da que se emprega nos biberões.
A esterilização é uma medida de higiene e evita que os remédios ganhem bolor.


Medir Remédios

Nunca exceda as quantidades de erva que a dosagem indica.
O numero de gotas por ml varia consoante o calibre da pipeta ( tamanho da sua extremidade), portanto verifique-o contando, se for preciso.
1 ml = 20 gotas
5 ml = 1 colher de chá
10 ml = 1 colher de sobremesa
20 ml = 1 colher de sopa
70 ml = 1 cálice de vinho do Porto
150 ml = 1 chávena de chá


Fazer Decoctos

Raízes, casca, raminhos e frutos precisam, habitualmente, dum tratamento mais energético do que folhas ou flores, até se lhes extrair os constituintes.
Um decocto exige que se faça ferver em lume brando essas partes mais duras.
Podem-se usar plantas frescas, ou secas, que se cortam ou partem em bocadinhos.
Os decoctos ingerem-se quentes ou frios.
Uma dose-padrão é a 3 a 4 porções diárias (500 ml).

1 Ferver a Erva – Meta 20 g de ervas secas, ou 40 de frescas numa caçarola.
Cubra-as com 750 ml de água fria e lave-as a ponto de ebulição.
Deixa-as ferver 20 a 30 minutos , até o liquido se reduzir cerca de um terço.

2 Coar e Guardar – Por um passador, deite o liquido para dentro dum jarro.
Transfira para uma chávena a quantidade necessária.
Tape o jarro e guarde-o no frigorifico, ou num sitio fresco, durante 48 horas – no máximo.
Dá 3 a 4 porções (500 ml).


Fazer Infusões

Trata-se da maneira mais simples de preparar as partes aéreas mais delicadas das plantas, principalmente folhas e flores.
Faz-se como se fosse um chá, usando uma erva ou várias, juntamente, e pode-se beber quente ou frio. A dose-padrão é de 3 a 4 porções (500 ml) por dia e tem de ser preparada quotidianamente.

1 Deitar a Erva – Deite uma colher de chá de ervas secas, ou duas de frescas, ou várias ervas misturadas, num passador para tisanas e coloque-o na chávena.
Encha esta com outra chávena de água acabada de ferver.

2 Infundir e Coar – Ponha a tampa da chávena e deixe infundir a erva 5 a 10 minutos, antes de retirar o passador. Acrescente-lhe uma colher de chá de mel como adoçante, se quiser, e beba imediatamente. Dá 1 dose.

Infundir no Bule – Escalde o bule e deite-lhe 20 g de ervas secas, ou 30 de frescas.
Acrescente-lhe 500 ml de água acabada de ferver, tape e deixe repousar 10 minutos.
Coe parte da infusão para uma chávena e adoce-o com mel, se quiser.


Fazer Tinturas

Obtêm-se impregnando a erva em álcool para que exerça uma acção mais forte do que as infusões ou decocotos.
As tinturas duram 2 anos – no máximo – se guardadas num sítio escuro e fresco.
O álcool ideal é a vodka de 35 a 40º , mas o rum disfarça o gosto das ervas mais amargas. Uma dose padrão é de 5 ml, díluidos em 25 ml de água, 2 a 3 vezes por dia.

1 Acrescentar Álcool – deite 200 g de ervas secas, ou 300 g de frescas, cortadas num jarro de vidro.
Acrescente-lhes 1 litro de álcool. Tape o jarro e rotule-o.
Agite-o 1 a 2 minutos e guarde-o em local fresco, 10 a 14 dias, agitando-o quotidianamente.

2 Extrair o Líquido – Monte o expremedor de uvas e ponha-lhe um saco de rede, bem preso.
Deite-lhe a mistura, esprema-a e apare o líquido do jarro.

3 Enfrascar e guardar – Feche lentamente o espremedor para extrair todo o líquido e deite fora o que restou da erva.
Com um funil, decante o líquido para frascos de vidro escuro. Tape-os com uma rolha de cortiça, ou uma tampa de rosca, rotule-os e guarde-os.

Fazer Unguentos

Os unguentos são feitos de óleos ou gorduras, aquecidos com ervas. Ao contrário das pomadas, não contêm água e formam uma camada independente á superficie da pele. Protegem-nos de feridas ou inflamações e concedem á zona afectada constituintes medicinais – como óleos essenciais. São úteis em problemas como as hemorróidas ou quando se precisa de hidratação – lábios gretados.
Podem-se fazer partindo de dezenas de bases, embora as mais simples sejam o gel de petróleo ou a cera de parafina branda.
Os óleos essenciais misturam-se mesmo antes de coar. Guarda-se o unguento em boiões de vidro escuro durante 3 meses – no máximo.
Aplicar um pouco, na área lesionada, 3 vezes por dia, é uma dose padrão.

1 Ferver e Coar – Derreta 500 g de gel de petróleo numa tigela de vidro, metida numa caçarola de água a ferver. Acrescente-lhes 60 g de ervas secas, ou 150 de frescas, picadinhas, e deixe fervilhar 15 minutos, sempre a mexer.

2 Espremer – Deite para dentro dum saco de pano fino, preso a um jarro. Deixe o líquido filtrar-se através de do saco e, com luvas de borracha, esprema do saco para o jarro o mais que puder do unguento.

3 Deitar e Guardar – Rapidamente, deite o unguento derretido em frascos esterilizados, antes que solidifique o jarro. Ponha as tampas nos frascos, sem apertar. Quando arrefecer, aperte então as tampas, rotule e guarde.

Fazer Emplastros

Um emplastro é uma mistura de ervas frescas, secas ou pulverizadas que se aplica a uma área afectada. Leva muito pouco tempo a preparar um emplastro e serve para acalmar as dores nervosas ou musculares, de entorses ou de fr acturas, bem como para drenar furúnculos.
“Ulmeiro-vermelho” pulverizado, misturado com tintura de maravilha, ou mirra, dá um óptimo emplastro para furúnculos.

1 Ferver a água – Ferva 2 minutos uma porção de erva que cubra a área afectada. Esprema-lhe o líquido a mais, esfregue um óleo na zona em causa, para evitar que a erva se pegue, e aplique-a aí, enquanto quente.

2 Segure o Emplastro – Prenda bem a erva no seu lugar, com liagaduras de gaze, ou alfinetes-de-ama. Deixe actuar 3 horas e ponha um novo emplastro de 2 em 2 ou 3 em 3 horas – conforme for preciso.


Fazer Pomadas

Trata-se de um processo em que se combina óleo e gordura, e água, numa emulsão.
Mas, se se acelerar o processo, os ingredientes são capazes de se separar. Ao contrário dos unguentos, as pomadas penetram e têm a vantagem de serem refrescantes e calmantes permitindo, contudo, que a pele respire e transpire naturalmante. No entanto, as pomadas podem-se deteriorar depressa e é melhor guardá-las em boiões estanques e escuros, no frigorífico – duram 3 meses.
Pode-se adiccionar a uma pomada pequenas quantidades de outros ingredientes – tinturas, pós, óleos essenciais – antes ou depois de a meter em boiões. È possivel fazer pomadas com infusões, tinturas ou óleos infundidos.
A maneira comum de as usar é esfregarum pouco na área afectada – 2 a 3 vezes por dia.

1 Ferver Cera e Ervas – Derreta 150 g de cera emulsionante numa tigela de vidro, metida numa caçarola de água a ferver. Acrescente-lhe 70 g de glicerina, 80 ml de água e 30 g de ervas secas ou 75 g de frescas. Vá mexendo e deixe ferver durante 3 horas.

2 Coar e Mexer – Passe a mistura por um espremedor de uvas, ou um saco de pano fino, para filtrar. Mexa-a lentamente, sem parar, até arrefecer e a pomada estabilizar.

3 Enfrascar e Guardar – Com uma faquinha – ou espátula – de metal, meta a pomada em boiões de vidro escuro. Aperte as tampas bem e rotule. Guarde a pomada no frigorífico logo que puder – dura 3 meses.


Fazer Compressas e Loções
As loções sao preparados de ervas com uma base de água – como infusões, os decoctos ou as tinturas diluídas – que usam para banhar pele irritada. As compressas são panos ensopados numa loção e seguros contra a pele. Podem-se guardar loções no frigorífico 2 dias – no máximo -, em frascos esterilizados e tapados.
Prepare outra compressa assim que a anterior arrefecer ou secar na epiderme.

1 Impregnar Compressas – Prepare 500 ml de uma infusão, ou decocto, ou dilua 25 ml de água, para fazer uma loção.
Lave as mãos e ensope na loção um pano macio ou de flanela – limpos, é claro. Torça o pano.

2 Aplicar Compressas – Esfregue a área afectada com o óleo, para evitar que a compressa se agarre, e depois coloque-a aí. Se houver dores e inchaço, enrole a compressa com película e deixe-a por 1 a 2 horas.


Fazer Xaropes
Como conservantes, o mel e o açucar amarelo são eficazes e susceptíveis de se combinar com infusões ou decoctos para obter xaropes e cordiais, mas estes também se podem obter da tintura – 1 parte para 3 de xarope. Ou, então, acrescentam-se pequenas porções de t intura a um xarope frio, para lhe aumentar a eficácia. Os xaropes têm a vantagem adicional duma acção apaziguante e, por conseguinte, são um veículo perfeito nas misturas para tosses e gasrgantas irritadas. Com o seu gosto doce, os xaropes disfarçam o das ervas desagradáveis ao palato e as crianças apreciam-nos grandemente.
Guarde-os num sítio fresco e escuro – 6 meses, no máximo. A dose-padrão é 5 a 10 ml, 3 vezes por dia.

1 Preparar uma Infusão – Faça uma de 500 ml – ou decocto – aquecido durante o máximo de tempo para incrementar a acção da erva. As infusões precisam de fervilhar 15 min e os dococtos 30.

2 Acrescentar Mel e Calor – Deite o produto numa caçarola, ponha-lhe 500 g de mel ou açucar amarelo, mexendo e aquecendo devagarinho até o adoçante se derreter e a mistura ficar xaroposa. Tire do lume e deixe arrefecer.

3 Enfrascar e Rotular – Com um funil, deite o xarope frio em frascos esterilizados e guarde-os em sítio fresco e escuro.
Tape-os com uma rolha de cortiça : os xaropes têm propensão para fermentar e explodir, se tiverem tampas de enroscar.

Fazer Óleos Infundidos a Quente
Infundir uma erva em óleo permite extrair-lhes os ingredientes gordos e solúveis. para os óleos infundidos a quente as ervas levam uma fervura e podem-se conservar 1 ano – embora sejam mais potentes quando utilizados logo.
Tantos os óleos infundidos a quente como a frio são usados para massagem, ou acescentados a pomadas e unguentos, pode-se acrescentar um óleo essencial a um óleo infundido, antes de o enfrascar, para lhe aumentara eficiência. Muitas ervas dão bons óleos infundidos a quente, principalmente as que servem para temperar – pimenta, gengibre, caiena. Esses óleos esfregam-se na pele para aliviar dores reumáticas e artríticas, melhorar a circulação sanguínea e relaxar os músculos.
Os óleos de ervas folhosas, como a consolda, aceleram a cura das feridas.

1 Ferver Ervas em Òleos – Misture 250 g de ervas secas, ou 500 g de frescas, picadas, 750 ml de azeite, ou óleo de girassol, numa tigela de vidro, metida numa caçarola de água a ferver. Tape e deixe fervilhar durante 2 a 3 horas.

2 Coar o Òleo – Quando a mistura esfriar, deite-a num espremedor de uvas, onde montou um saco de rede. Apare o òleo num jarro, extraindo-lhe todo o líquido.

3 Engarrafar e Guardar – Com um funil deite o óleo infundindo em frascos limpos, de vidro escuro. Tape-os com rolhas de cortiça, ou tamoas de enroscar, e rotule-os.
Duram 1 ano, mas obtêm-se melhores resultados se só utilizados nos primeiros 6 meses.

Fazer Óleos a Frio
Usam-se como os anteriores. A infusão a frio é o melhor método para plantas frescas, principalmente se se tratar das partes aéreas mais delicadas, como as flores.
O azeite é particularmente bom para este método, visto ser raro rançar. estes óleos guardam-se durante 1 ano, embora se obtenha melhores resultados se se utlizarem nos primeiros 6 meses.

1 Infundir Ervas em Òleo – Deite 250 g de ervas secas, num jarro de vidro transparente. despeje-lhes por cima 750 ml de azeite, para cobrir, tape o jarro e agite-o bem. Coloque-o num local soalheiro, como um peitoril, e deixe-o por aí por 2 a 6 semanas.

2 Coar e Engarrafar – deite a misturanum saco de pano fino, preso á borda dum jarro, e deixe o óleo filtrar-se. esprema o resto do óleo, no fim.
Deite-o em frascos de vidro escuro, rotule-os e guarde-os.


Fonte: Plantas Medicinais de Andrew Chevalier

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Suco de beterraba evita exaustão durante o treino Atletas se exercitam até 16% a mais depois de consumir a bebida

Uma pesquisa realizada na Universidade de Exeter (Grã-Bretanha) afirma que o suco de beterraba aumenta a resistência física, permitindo que atletas se exercitem até 16% de tempo a mais, sem sentir os efeitos da exaustão.

Os pesquisadores sugerem que o nitrato da beterraba ajuda a reduzir o consumo de oxigênio e, portanto, desacelera o ritmo do processo que leva ao cansaço. O estudo também aponta que consumir um copo (500 ml) do suco antes do treino proporciona uma resistência física melhor do que o treinamento regular.

A pesquisa aconteceu com homens de 19 a 38 anos, que tomaram um copo de suco de beterraba orgânica por seis dias consecutivos e depois se exercitavam em uma bicicleta ergométrica. Após a ingestão da bebida, o grupo conseguiu pedalar uma média de 11 minutos a mais, quando comparado com o tempo antes do consumo. Além de melhorar a rotina dos atletas, a descoberta também pode ajudar pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares, respiratórias e metabólicas, já que reduz o gasto de oxigênio.
Fonte:http://www.minhavida.com.br

QUal é o único alimento que não Estraga? O mel de abelhas

A mistura de mel e canela cura a maioria das doenças.
O mel é produzido em quase todos os países do mundo.
Apesar de ser doce, a ciência demonstrou que, tomado em doses normais como medicamento, o mel não faz mal aos diabéticos.

A revista 'Weekly World New', do Canadá, na sua edição de 17/01/1995, publicou uma lista das doenças que são curadas pelo mel, misturado com canela

DOENÇAS DO CORAÇÃO

Faça uma pasta de mel com canela. Coloque no pão e coma-o regularmente no café da manhã, no lugar da manteiga e geléia.
Ela reduzirá o colesterol das artérias e previnirá problemas no coração.
Também previne novos infartos nas pessoas que já tiveram um antes.
O uso regular deste processo diminui a falta de ar e fortalece as batidas do coração.
Nos Estados Unidos e Canadá, se utiliza esta pasta continuamente nos asilos. Descobriu-se que o mel com canela revitaliza e limpa as artérias e veias dos pacientes idosos.

ARTRITE E INFECÇÕES DE RINS

Misturar uma xícara de água morna com 02 colheradas de mel e 01 colherinha de canela em pó. Beber uma xícara de manhã e uma de noite.
Se tomar com frequência pode até curar a artrite crônica, além de eliminar os germes que produzem infecção nos rins.
Numa pesquisa feita na Universidade de Kopenhagen, os médicos deram aos seus pacientes diariamente, antes do café da manhã, 01 colherada de mel e meia colherada de canela em pó.
Em uma semana, de 200 pacientes que seguiram o tratamento, 75 deixaram de ter dor inteiramente.
Um mês depois, todos os pacientes estavam livres da dor, mesmo aqueles que quase já não conseguiam caminhar.
COLESTEROL

2 colheradas de mel com 03 colherinhas de canela misturados em meio litro de água..
Tomar 03 vezes ao dia.
Isto reduz o colesterol em 10%, em duas horas.
Tomado diariamente, elimina o colesterol ruim.

RESFRIADOS

Para curar completamente sinusite, tosse crônica e resfriado comum ou severo, misturar 01 colherada de mel com 01 colherinha de canela em pó e tomar com frequência.

DOR DE GARGANTA

1 colherada de mel, misturada com meia colher de vinagre de sidra.
Tomar de 4 em 4 horas.

PERDA DE PESO

Diariamente, meia hora antes de deitar e meia hora antes de tomar o café da manhã, beba mel com canela numa xícara de água.
Se beber todos os dias, reduz o peso até de pessoas muito obesas.

VELHICE

Também evita os estragos da idade quando se toma regularmente.
Misture 01 colherada de canela e 03 xícaras de água.
Ferva para fazer um chá. Quando amornar, coloque 04 colheradas de mel.
Beber um quarto (1/4) de xícara, 03 ou 04 vezes ao dia.
Mantém a pele fresca e suave, e, diminui os sintomas da idade avançada.
Beber este chá alonga a vida e até uma pessoa de 100 anos pode melhorar muito e se sentir como alguém muito mais jovem

PERDA DE CABELO

Os que sofrem de calvície ou estão perdendo o cabelo, podem aplicar uma pasta de azeite de oliva (aqueça o óleo até uma temperatura suportável à pele), 01 colherada de mel e 01 colherinha de canela em pó, no couro cabeludo.
Deixar por 15 minutos antes de lavar.
Foi comprovado que é eficiente mesmo quem deixar a pasta na cabeça somente 05 minutos.

DOR DE DENTES

Fazer uma pasta com 01 colherinha de canela e 05 colherinhas de mel e aplicar no dente que está doendo. Repita pelo menos 03 vezes ao dia.

PICADAS DE INSETOS

Misture 01 colherinha de mel, 02 colherinhas de água morna e 01 colherinha de canela em pó. Faça uma pasta com os ingredientes e esfregue-a suavemente sobre a picada.
A dor e a coceira irão desaparecer em um ou dois minutos.

DIVERSOS

A mistura de mel com canela alivia os gases no estômago, fortalece o sistema imunológico e alivia a indigestão.

OBSERVAÇÃO:

O MEL NÃO DEVE SER FERVIDO

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Me chame do que quiser

Se parece ingênuo que eu acredite nas pessoas, que me chamem de tola.
Se parece impossível que eu queira ir onde ninguém conseguiu chegar, que me chamem de pretensiosa.
Se parece precipitado que eu me apaixone no primeiro momento, que me chamem de inconseqüente.

Se parece imprudente que eu me arrisque num desafio, que me chamem de imatura.
Se parece inaceitável que eu mude de opinião, que me chamem de incoerente.
Se parece ousado que eu queira o prazer todos os dias, que me chamem de abusada.

Se parece insano que eu continue sonhando, que me chamem de louca.
Só não me chamem de medrosa ou de injusta. Porque eu vou à luta com muita garra e muita vontade de acertar.
E foi lutando que eu perdi o medo de ser ridícula. De ser enganada. De ser mal entendida.
Perdi, na verdade, o medo de ser feliz.

Não me incomoda se as pessoas me vêem de forma equivocada.
O importante mesmo é como eu me vejo...
Sem cobrança. Sem culpa. Sem arrependimento.
A gente perde muito tempo tentando agradar aos outros. Tentando ser o que esperam de nós.
Eu sou o que sou e não peço desculpas por isso.

No meu caminho até aqui, posso não ter agradado a todo mundo, mas tomei muito cuidado para não pisar em ninguém.
Sendo assim, me chame do que quiser, eu não ligo...
Porque eu só atendo mesmo quando chamam pelo meu nome, que eu tenho o maior orgulho de carregar.

Pout-pourri de frutas para regenerar e fortalecer os cabelos

Elas deixam sua pele linda, turbinam o funcionamento do seu organismo e, associadas a uma boa marca, rendem cosméticos capazes de transformar você numa verdadeira deusa. As frutas entram em ação contra os cabelos quebradiços, sem vida ou com volume excessivo, e ainda são boas combatentes dos fios secos ou oleosos demais. Mas a salada nas prateleiras é realmente mista. Dentre tantas qualidades (e variedade), fica difícil escolher o produto mais indicado a você, ou melhor, aos seus cabelos. Pensando nisso, o Minha Vida selecionou os principais xampus e condicionadores à base de frutas encontrados no mercado e desvendou todos os efeitos proporcionados por esses cosméticos irresistíveis.Cabelos normais Impala Therapy Strawberry Pie , da Impala: as propriedades nutritivas, hidratantes e revitalizantes do morango mantêm a maciez e o brilho dos cabelos.

Natura Ekos Maracujá , da Natura: o óleo de maracujá, que compõe o xampu e o condicionador da linha, proporciona brilho e maciez aos fios normais. Cabelos mistos Impala Therapy Banana Mix, da Impala: a ação remineralizante e hidratante do extrato natural da banana age nas pontas ressecadas. Além disso, o equilíbrio da mistura natural atua com adstringência na raiz dos cabelos, diminuindo a oleosidade. Cabelos oleosos Impala Therapy Orange Julep, da Impala: o extrato natural de laranja reduz a oleosidade dos fios, devido à ação adstringente cítrica. Os cabelos ficam limpos, soltos e mais frescos. Cidra, da Klorane: o extrato de cidra tem poderes energizantes, que agem sobre o couro cabeludo e bulbo capilar, restaurando-os e protegendo-os. Natura Ekos Pitanga, da Natura: a pitanga tem propriedades adstringentes, que ajudam a controlar a oleosidade dos cabelos. Cabelos tingidos ou com mechas Impala Therapy Grape Wine, da Impala: a ação nutritiva e adstringente do extrato de uva protege os fios, realçando o brilho natural. Os produtos também preservam a cor dos cabelos por mais tempo. Romã, da Klorane: o tanino presente na casca da romã tem propriedades adstringentes e fortificantes. Também proporciona a ligação entre a queratina do cabelo e a cor. Por isso é utilizada para fixar a tintura sobre a queratina do fio capilar, nutrindo e reparando os cabelos alterados pela cor. Frulix de banana, da All Nature: rica em vitaminas, mucilagens hidratantes e sais minerais essenciais, a banana é utilizada para dar brilho aos cabelos, tratando os fios. Cabelos secosLinha de Manga, da Klorane: a manteiga de manga possui grande quantidade de ácidos graxos e é rica em vitamina E. O resultado são fios mais hidratados e sedosos. Frulix de mamão, da All Nature: rico em vitaminas, proteínas, polissacarídeos e sais minerais, os produtos apresentam propriedades emolientes, hidratantes e remineralizantes.
Fonte:http://minhavida.com.br

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Alma gêmea

Você acredita em alma gêmea?
Eu não sei se acredito, mas confesso:
Tomara que ela exista...
Você tem uma alma gêmea?...
Que bom pra você.
E se não tiver...
O que você anda procurando no seu amor?
A certeza da fidelidade?
A igualdade na dedicação?
A mesma intensidade de sentimentos?
Não sei, não...

Duvido que a gente encontre no ser amado tudo o que parece ideal.
Duvido que o outro tenha pra dar tudo o que queremos ou que precisamos.
Eu prefiro achar que a alma gêmea surge na nossa vida quando a gente realmente se reconhece.
Quando a gente se olha e vê que somos exatamente o que queremos ser...
Quando somos gêmeos de nós mesmos.

O outro, na minha opinião, deve ser somente o que pode ser.
E seja ele o que for, que não falte amor jamais.
Que não falte amizade, nem companheirismo.
O amor da gente não tem que ser igual, basta ser par.
O amor da gente não tem que ser prêmio, basta ser presente.
O amor da gente não tem que ser perfeito...

Esse amor, definitivamente, não existe.
Então, aceite o seu amor do jeitinho que ele é...
Se ele for mesmo o seu amor.
E mesmo não sendo gêmea, que ele seja a sua alma...
A sua felicidade.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O valor das coisas

Quanto vale o seu patrimônio?
Anos de trabalho suado?
Incontáveis férias sem sair de casa?
Intermináveis noites sem dormir?

Admiro as pessoas que trabalham duro pra vencer na vida.
Mas desconfio de quem abre mão da própria vida pra acumular coisas.
Eu disse acumular...
Que é diferente de ter.
Se você tem, espero que faça bom uso disso pra ser feliz.
Porque muita gente, em vez de possuir, é possuída.

Ter um carro lindo e esperar que ele jamais arranhe, amasse ou pegue chuva, é ficar escravo de um bem que foi construído para servir.
Ter louça boa e jamais sujá-las de molho é menosprezar o prazer de comer.

Usar as melhores roupas só em ocasiões especiais é descuidar da própria aparência.
Reservar os melhores lençóis do enxoval só para os hóspedes é fazer pouco do seu sono tão merecido...

Não importa o valor ou o tamanho do seu patrimônio.
Se você construiu, usufrua!
Passar a vida acumulando bens sem tirar proveito, transforma a sua passagem por aqui numa coisa morna e sem graça...
Que pode ser esquecida minutos depois que você partir.

Heranças devem passar de mão em mão gastas pelo uso...
Marcadas por lembranças felizes e repletas de emoção.
Tenha você o que tiver, use, compartilhe, divida com quem ama...
Ninguém leva nada pro túmulo.
Se quiser acumular alguma coisa, que seja amor.
Isso, sim, é bem que vale a pena preservar com cuidado...
Porque é a única coisa que e gente leva dessa vida.