quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Espiritualidade

Como vigiar o pensamento para esquecer dos problemas.

Corre corre, trânsito, stress, violência, cargas excessivas de trabalho, falta de tempo. Por estes e outros motivos cada vez mais as relações estão frias e impessoais, tornando as pessoas enclausuradas em seus mundos e deixando de lado a prática da espiritualidade.

A procura pelas informações derivadas do filme The Secret, que disseminou a idéia do Poder do pensamento aumentou, no entanto, as pessoas não sabem como ativá-lo. "O grande desafio é você sair desse caos de pensamentos: noticiários, assaltos, corrupção, violência, miséria e entrar numa freqüência de paz, de harmonia", explica Marcos Adriano Infantozzi, Máster em PNL – Programação Neurolinguistica.



Para Infatozzi, o primeiro passo é começar a se conhecer melhor, saber como funciona sua mente e pensamentos e aí sim começar a fazer novas escolhas. Isso inclui detectar se os seus pensamentos são realmente seus, ou do mundo. "Quando eu faço esse processo eu começo a me observar, e nesse processo me dou conta que tudo que estou sentindo não pertence a mim, e sim ao mundo. Que não estou com meu pensamento no amor, na paz, na harmonia. Estou preocupado com a violência do mundo. Estou com medo de ser assaltado. Estou com raiva da corrupção. Estou com ódio do traficante.E ai eu começo a perceber que não tenho VIGIADO meus pensamentos", explica o especialista.

A grande verdade é que hoje em dia é fácil fácil tirar alguém do eixo. As pessoas se encontram cada vez mais com os nervos à flor da pele e acabam irritando-se com filas, trânsito, ou seja, em fatores externos. É exatamente isso que afasta as pessoas da espiritualidade. Por isso, Marcos ressalta que devemos vigiar nossos pensamentos com muita cautela: "quando estou nessa posição de VIGILANTE, eu estou muito mais observador dos meus pensamentos do que a mercê dos pensamentos externos.Eu posso estar numa ilha no Pacifico, se não estiver em paz com meus pensamentos, de nada valeu esse paraíso", conclui.

De acordo com esta linha de raciocínio, quando as pessoas se voltarem para elas mesmas, sem se importarem com as escolhas dos outros, descobrirão que o mundo é maior que suas ganâncias, já que passarão a serem felizes simplesmente por existirem, sem se violentarem com as escolhas dos outros.

1 comentário:

criscapra disse...

Querida Maria Lucia:
Adorei o teu blog!
De onde tira informações tão necessárias? Trabalhas com saúde? com alimentação? o que fazes? fiquei curiosa e gostaria muito de trocar informações contigo.
sou algué procurando melhorar em todos os sentidos, especialmente comoser humano.
bjs,
Cris Capra